Que venham as perseidas!

Na madrugada de hoje para amanhã (segunda para terça), chegamos ao pico da chuva de meteoros anual conhecida como perseidas. O nome se refere à constelação de Perseu, de onde costumam emanar as populares estrelas cadentes nessa época do ano. E tudo não passa de farelo da cometa, mais especificamente do Swift-Tuttle, astro que passa pelas redondezas do Sol a cada 133 anos. Embora ele não esteja por perto no momento, sobra um rastro de poeira de sua última passagem. Quando a Terra atravessa a órbita dele, esses grãozinhos encontram nossa atmosfera e queimam, produzindo o espetáculo visual.

Um meteoro das perseidas fotografado sobre o VLT, instalação astronômica nos Andes chilenos

O fenômeno vai ser mais visível no hemisfério Norte, mas pelas bandas do Sul também será possível vê-lo. No Brasil, quanto mais para cima no mapa, melhor. Assim, as regiões Norte e Nordeste têm melhores condições do que as do Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Mas ninguém deve se desanimar, não. Com um pouco de paciência, todo mundo pode colecionar seu avistamento de estrelas cadentes.

A sugestão básica, dada pelo astrônomo Gabriel Rodrigues Hickel, da Unifei (Universidade Federal de Itajubá), é procurar um lugar com boa visibilidade do céu — quanto mais visão da abóbada celeste, melhor — e se deitar. O período entre 3h da manhã e o nascer do Sol é o ideal. “Não há região específica do céu a olhar”, diz Hickel. “O ideal é procurar um lugar escuro, longe da poluição luminosa das grandes cidades, com o horizonte livre (sem edificações, árvores ou morros próximos) e deitar-se em uma cadeira de praia, de modo a ver o máximo de céu possível.”

O astrônomo sugere pelo menos uma hora de observação para ver um bom número de meteoros. Para os locais próximos à linha do equador, espera-se uma incidência de 35 meteoros por hora. Para a região de São Paulo e Rio, será um pouco menos: 14 meteoros por hora. “Tenha paciência e não espere um show pirotécnico”, afirma Hickel. “Observe por pelo menos uma hora para ver um número razoável de meteoros.”

Ah, não custa avisar: diferentemente do que andaram dizendo por aí na televisão, ninguém vai ver nada em movimento circular no céu. As fotos divulgadas na TV são resultado da exposição do filme por horas e horas, de modo que as próprias estrelas no céu aparecem como riscos circulares, girando em torno do polo celeste. O que dá para ver são as tradicionais estrelas cadentes, risquinhos brilhantes no céu. Ninguém precisa ter medo de ficar com tontura.

Comentários

  1. Fiquei das 02:45 até umas 03:30 mas não conseguí ver nada. É certo que estava um pouco nublado mas de vez em quando abria um pouco. Hoje tentarei novamente.

  2. Certíssimo, colocadores de pronomes. Mas…e as perseidas? Alguém viu? Em Brasília estava meio nublado, cheguei a acordar às 3h, mas olhei para o céu e desisti; além disso, é época de queimadas e há sempre névoa seca nesta época.

  3. Oi Fábio, concordo com você. Além de chatos são copistas, não é possível!!!! As respostas são, no final das contas, todas iguais…

  4. OOOOOO povinho chato, para um bom entendedor, um pingo no i é uma letra, o cara faz o favor de postar uma reportagem e povo fica pegando no pé…já que quer tanto ensinar, vai para Brasília ensinar os políticos a não roubar do povo brasileiro, isso eu garanto que vai ajudar muito.

  5. O povo aí esqueceu de comentar sobre as Perseidas. Fala sério. Virou duelo de gramática.
    Abraço à todos.

  6. tiago augusto secco acho que vi algo parecido com o que voce viu, mas por volta de 22h30, era bem vermelho, ficava muito em evidência no céu, e vi se apagando até sumir tbm.

  7. bom trabalho a noite vou ficar de tocaia se nao ver nada escumungo esta materia. apesar de ter visto la pelas 19e poucos min horas vi uma estrela forte se apagando com tudo nao sei o que era mais vi! so observando!!!

  8. Christina Waljo Lobo, não sei se você é um cara que usa esse nome… mas isso não importa.
    Sua dúvida é em relação a frase “O período entre 3h da manhã e o nascer do Sol é o ideal.”
    Então, está correto pois existe a palavra “entre” então “entre as 3 da manhã e o amanhecer”. Seria “ao” se falássemos “Das 3 da manhã ao amanhecer é o ideal”.
    Você está certo em buscar sempre pelo desenvolvimento. Espero ter ajudado.

  9. Quero ver alguém pegar uma cadeira de praia e ir para o quintal aqui no Paraná ou em Santa Catarina ou ainda no Rio Grande do Sul, das 3 da manhã ao nascer do sol. Vai virar picolé…kkkkkkkk!!!!

  10. Sou um cara que gosta das coisas do universo…
    Mas a frase, na matéria “da manhã e o nascer do Sol é o ideal” não deveia ser “da manhã e ao nascer do Sol é o ideal”?
    OBs. tenho 50anos minha educação formal foi muito pouco. Estou estudando. Gramaticamente cho meio estranho. Alguém pode dar uma explicação?
    Muito obrigado, por isso.
    Christian

    1. Christian, perceba que antes da frase que você citou a cima existe uma outra palavra, “Entre”. Ou seja; a frase seria “Entre 3h da manhã e o nascer do sol”. Logo quem está “entre”, está “entre” alguma coisa ou alguém. Sendo assim, a visão será melhor entre as 3h da manha e o nascer do sol, não está na gramática errada.

    2. Amigo, nesse caso o texto está correto pois está se falando do período de tempo entre 3h da manhã e O nascer do sol. Assim como em “o espaço entre O sol e o planeta Terra”. A frase “período de tempo entre 3h da manhã e AO nascer do sol” não está correta. A forma que vc citou seria correta se estivesse escrito “A chuva de meteoros será mais visível das 3 h da manhã ao nascer do sol”. Não sei se fui claro mas espero que tenha ajudado.

    3. O período entre 3h da manhã e o nascer do Sol é o ideal. É o período entre esses dois marcos: 3h e o nascer do sol.

    4. Bom; apesar de não ser minha especialidade, creio que o verbo está em concordancia com o sujeito da frase que é “o período”. Sendo assim, a concordancia está correta. Um macete para verificar é separar tudo entre o sujeito e o verbo e ver como soa, OK? Felicidades!

    5. Oi, Cristina. Sem a pretensão de dar a resposta mais correta para seu questionamento, posso te ajudar dizendo que, a meu ver, a expressão utilizada pelo jornalista foi acertada (“o nascer”).
      O texto quis dizer que o melhor momento para se observar o fenômeno é entre “um horário e outro”, isto é, entre as três horas da manhã e o nascer do Sol. Utilizar a expressão “ao nascer do Sol” daria a ideia de que o melhor momento para a observação seria “às três da manhã” ou “quando o Sol estivesse nascendo”.
      Na redação do jornalista, “nascer” está sendo utilizado como substantivo (“o nascer”); na sua sugestão, “nascer” seria verbo (“ao nascer” – algo como “quando nascer”).
      Abraços.

    6. Christina, ao repetir a frase da matéria você omitiu a parte que dá sentido à frase: “entre” 3 h da manhã “e” o nascer do sol é o ideal . Isto é, entre um horário e outro. Espero ter ajudado, também não sou nenhuma professora.

    7. Você pegou somente parte da frase: “O período entre 3h da manhã e o nascer do Sol é o ideal.” Assim fica coerente.

    8. Christina, na verdade o que está escrito na matéria está certo.
      Pois está escrito “ENTRE as 3 horas da manha e o nascer do sol …”
      Quando se usa o ENTRE, é assim mesmo.
      Se não houvesse o entre, aí poderia ser: “Das 3 horas da manhã ao (ou “até o”) nascer do sol…”

      Pelo menos é assim que julgo ser correto.

      Beijos

    9. Opa, tudo bem?

      Sobre sua duvida, creio que o texto esta certo sim, pois ele diz “O período entre 3h da manhã e o nascer do Sol é o ideal”, então usar “o nascer” em vez de “ao nascer” esta correto.

      Agora, se estivesse escrito apenas o que você citou, “da manhã e o nascer do Sol é o ideal”, o certo seria escrever “da manha ao nascer do sol é o ideal”

      Não sei se ficou muito claro minha explicação, mas espero ter ajudado 😀

    10. Caro Christian

      A frase da matéria está certa porque se usou a expressão “O período entre”. Nesse caso, o período fica entre dois momentos (3h da manhã e o nascer do sol). Mas parabéns pelo seu interesse na língua portuguesa (e também no universo, que eu também considero fascinante).
      Um abraço,
      Newton
      Meu blog: http://www.temasetomos.blogspot.com

    11. Releia: Entre (uma coisa) e (outra coisa).
      Entre (3 da manha) e (o nascer do sol).
      Isso é diferente, por paralelismo, da frase:
      “das 3h da manhã ao nascer do sol.” você intuiu bem.

    12. Não, a frase está correta. Ela está dando o período entre dois momentos. Se refere ao espaço de tempo que será possível uma maior visibilidade , que é entre as 3 da manhã e o nascer do sol. Ou seja, por um período de 3h30 (Supondo que o nascer do sol seja à 6h30 da manhã) dará para ver melhor.

      “3 da manhã e AO nascer do sol” dá a entender que será possível ver em dois momentos específicos, às 3 e depois novamente ao nascer do sol.

    13. Olá
      Christian.
      Percebi sua dúvida, veja se resolvo.
      Vamos a frase
      “O período entre 3h da manhã e o nascer do Sol é o ideal.”
      Quando ele diz entre as 3 e o nascer do Sol.
      ele esta se referindo ao tempo ,escrito de outra forma seria
      O período ideal seria 3,4,5 e 6 horas da madrugada.

      Espero ter ajudado.

      Abraço

      Felipe

    14. Não meu caro. Está correto como foi escrito, pois caso escrevessem “da manhã e ao nascer do Sol”, ficaria entendido que após o nascer do Sol seria possível vê-las. Logo, impossível devido a claridade emitida pelo astro.
      Sendo assim, “da manhã e o nascer do Sol” está correto.
      Abraço.

    15. A frase está correta (concordância verbal com a palavra ‘período’).
      Talvez ficasse mais clara alterando para “o período ideal é entre 3h da manhã e o nascer do sol.” .
      Não sou um membro da “academia de letras”, mas é bom ver que ainda existem pessoas preocupadas em escrever corretamente.
      Abraços.
      Paulo

    16. Esse questionamento e essas respostas tem tudo a ver com o tema da matéria! Aff chata é pouco, conseguiu fugir totalmente do que realmente importa.

    17. meu amigo com tanta coisa pra vc se preucupar e quer saber se a frase esta correta por que não olha para o proprio rabo
      “gramaticamente cho meio estranho” voce nem conseguiu escrever certo a sua propria frase que falar dos outros se preocupa com os cometas ou vai ler um livro fazer um filho sei lá só não vem com esses papo de quem deu e se arrependeu

Comments are closed.