Paleontologia em Marte

Salvador Nogueira

Um renomado paleobiólogo americano anda animado com a possibilidade de procurar fósseis de formas de vida antigas em rochas marcianas. Mas primeiro, claro, será preciso trazer essas pedras de lá.

Em tese, esse veio mineral de gipso fotografado pelo jipe Opportunity em solo marciano poderia conter fósseis.
Em tese, esse veio mineral de gipso fotografado pelo jipe Opportunity em solo marciano poderia conter fósseis.

J. William Schopf, pesquisador da Universidade da Califórnia em Los Angeles, apresentou suas ambições em palestra proferida na última sexta-feira, durante o Primeiro Encontro de Astrobiologia e Paleobiologia promovido pelo Instituto de Geociências da USP.

“Ainda estamos discutindo questões de segurança, como de que maneira trazer essas rochas para a Terra sem correr o risco de contaminá-la com os terríveis germes marcianos que supostamente vão matar todo mundo, o que tem tomado bastante do nosso tempo”, ironiza o cientista, referindo-se às preocupações da Nasa, talvez excessivamente zelosas, de como lidar com amostras com potencial biológico trazidas de outros mundos. “Mas vai acontecer. Nos próximos 20 anos, certamente vai acontecer.”

DICA: Você se interessa pelo tema da busca científica por vida alienígena? Clique aqui e baixe uma amostra grátis do meu livro, “Extraterrestres: Onde eles estão e como a ciência tenta encontrá-los”

Calma lá. Para que uma missão robótica capaz de trazer amostras de Marte possa mesmo ser bem-sucedida, antes será preciso determinar que tipo de rocha deve ser trazida de lá. Schopf sugere que deveríamos procurar, imagine você, amostras de gesso marciano.

Soa estranho, eu sei. Afinal, quando falamos de gesso, pensamos no material de construção, não no mineral de que ele é feito, o gipso. Mas resultados obtidos por sondas tanto em órbita de Marte como no solo mostram que há considerável presença de gipso no planeta vermelho. E o que talvez seja mais interessante: esse material é formado através de deposição por água.

Portanto, ao trazer gesso de Marte, teremos em mãos uma rocha sedimentar (ou seja, formada por camadas depositadas sucessivamente, ideal para a preservação de fósseis) que foi produzida na época em que Marte ainda era um planeta molhado, como a Terra.

TESTE PRÁTICO
Para confirmar que essa é mesmo uma boa ideia, Schopf conduziu recentemente uma espécie de projeto-piloto, procurando fósseis antigos em gesso terrestre — uma atividade que havia sido até então negligenciada pelos paleontólogos. E aí, em 2012, veio a boa notícia: ele encontrou micróbios fossilizados em diversas amostras espalhadas pelo mundo, em bom estado de preservação!

O paleobiólogo aponta que há hoje boas tecnologias, que ele mesmo ajudou a desenvolver, para fazer a caracterização dos potenciais fósseis marcianos, assim que eles sejam trazidos para a Terra.

Entre elas, está a microscopia de escaneamento de laser confocal (CLSM, na sigla inglesa), que funciona quase como uma “visão de raio X” para enxergar o interior da rocha, permitindo identificar a forma tridimensional do fóssil sem precisar danificar a amostra.

De forma complementar, uma outra técnica conhecida como espectroscopia Raman permite identificar a composição química do fóssil, confirmando que sua origem é de fato orgânica.

“Certamente quando tivermos as amostras de Marte teremos outros instrumentos ainda mais sofisticados para analisá-las, mas, se as obtivéssemos hoje, essas seriam as técnicas que usaríamos”, diz.

E O QUE TEM PARA HOJE?
A essa altura, você talvez já tenha se lembrado de que na verdade já possuímos algumas amostras que vieram de Marte — meteoritos ejetados da superfície do planeta vermelho após um impacto de asteroide que acabaram caindo aqui, após milhões de anos viajando pelo espaço interplanetário.

O mais famoso deles é uma pedra conhecida pela sigla ALH 84001, que atingiu o estrelato em 1996, quando a Nasa fez alvoroço ao dizer que ele continha sinais de vida marciana de 4 bilhões de anos (hoje o consenso científico é de que esses traços não consistem evidência conclusiva de vida extraterrestre, e Schopf foi um dos mais ferrenhos críticos do estudo original).

Esta imagem microscópica do meteorito ALH 84001 não contém sinais de vida marciana, segundo Schopf.
Esta imagem microscópica do meteorito ALH 84001 não contém sinais de vida marciana, segundo Schopf. As estruturas seriam pequenas demais, segundo ele.

O problema com todos eles, segundo Schopf, é que são as rochas erradas para procurar vida — em geral pedras formadas pelo resfriamento de lava resultante de erupções vulcânicas, conhecidas como rochas ígneas. Precisamos mesmo de rochas sedimentares, mas não é o tipo de pedra que encontraremos em bólidos que resistem desprotegidos à violência da entrada na atmosfera terrestre. “Rochas sedimentares são frágeis, elas fazem péssimos meteoritos”, disse o pesquisador americano ao Mensageiro Sideral.

Moral da história: precisamos mandar um robô até Marte colher as rochas certas e enviá-las de volta, em segurança, para os laboratórios na Terra. Americanos, europeus e russos já manifestaram interesse numa missão desse tipo, mas nenhuma agência espacial tem no momento um plano concreto para executá-la. Contudo, as coisas tendem a esquentar nos próximos anos. A ESA (agência espacial europeia) está para conduzir duas missões de busca por sinais de vida em Marte, em 2016 e 2018, e resultados intrigantes podem acelerar o interesse em preparar uma iniciativa de retorno de amostras.

Schopf torce, ansioso, para ainda estar na ativa quando isso tudo acontecer. A busca por vida extraterrestre continua!

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook

image

Comentários

  1. Mensageiro Sideral, sem dúvida considerando-se a realidade atual do nosso planeta,a melhor solução para uma pesquisa desse tipo é enviar um laboratório para que em Marte mesmo seja feitos os testes e estudos. É claro que existem vidas fora da Terra.Eu mesma estou, sem fim, a procura dos ‘autores’ de três “contatos” comigo, um com testemunha.Desejo sorte e sucesso para nós que buscamos desvendar esse mistério (ainda) extraterrestre.;

    1. Eu acho que em lugar de montar um laboratório o ideal seria montar uma agencia dos correios e enviarem as amostras por SEDEX. Acho que fica mais barato.

      1. O GRANDE PROBLEMA DE RECEBER AS AMOSTRAS DE GIPSITA MARCIANA, JR, É QUE O SEDEX NÃO ESTÁ ENTREGANDO PACOTES E CARTAS EM REGIÃO DE RISCO À VIDA DE SEUS CARTEIROS.
        HOJE, A TERRA É REGIÃO DE ALTO RISCO À VIDA, TANTO PELOS SEQUESTROS AQUI PERPETRADOS COMO ASSALTOS A CARGAS ETC…
        E MESMO ASSIM, QUEM NÃO SABE QUE O SEDEX FALIU (IGUALZINHO AO QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A PETROBRÁS GOVERNADA PELOS PETISTAS, PMDEBISTAS E PEPISTAS).

  2. Acabei de comprar o livro “Extraterrestres” do Salvador pela Amazon! O preço, na Amazon americana, foi de US$10,18, apenas um pouco menor do que o livro em papel, mas tenho a vantagem de não tê-lo em papel!

    O único senão é que não adianta mais ir à noite de autógrafos, que eu pretendia ir!

    De qualquer forma, desejo-lhe um belo evento, Salvador!!

    1. Radoico, pena que você não vai ao lançamento. Mas fico feliz que você esteja lendo já! 🙂

  3. Caro Salvador, estou elegendo você como detetive virtual desmascarador de fakes astrológicos.

    Portanto, qual a sua opinião e a da Nasa sobre esta foto que, segundo uma revista sensacionalista (parei de ler esta publicação para ler seu blog = evolução), traria evidências de formação vegetal em Marte: data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wCEAAkGBxQTEhQUEhQVFhUXGBcWGBgXFxQWFBcUFxQXFxcYFBcYHCggGBolHBQUITEhJSkrLi4uFx8zODMsNygtLisBCgoKDg0OGhAQGiwkHyQsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLP/AABEIAMIBAwMBIgACEQEDEQH/xAAbAAACAwEBAQAAAAAAAAAAAAAEBQECAwAGB//EADkQAAEDAwIEBAUDAwIHAQAAAAEAAhEDBCExQRJRYXEFIoGRobHB0fATMuFCUvEUYhUjM3KCksIG/8QAGQEAAgMBAAAAAAAAAAAAAAAAAQIAAwQF/8QAIxEBAQACAgICAwADAAAAAAAAAAECEQMhMUESMiJCUQQzcf/aAAwDAQACEQMRAD8A+TcQjGufVYkxDuUSoJhEcPlJOAdeyXWlOPbnt4mztqOeixZnVb1Gy3Ax9Nlly6oQc6Op0iaXFnBaAYx/VInbX1RdnTiPzJ3QlNziwNJwCSBt1nmmVsMCVXkv442p09Vsx8KaQ5rqtH+387Ki+WqeBD3DhOPX1290BXp4mVtUEAR7fnqsbl3lhHGKs6Fp1tR+QsrsAuMcp5wDog6BdxwUS52vX/AV3x0oxz+UK6oyBrHzTC0Gh9Cl9Q+YnqjrKuMA7lWZTonFfyPKLDAhMbZhxIyg7Q6BNaLZORPbmsebo4imTEOGPdE2QiROi1saQB3mN8fVGmCqKb5NLWmTuI581vcWrXiHNDh11nmDqD2VW1FqHpNBvbyl/binUczQat3lp09jI9FhSdwuBXofHqHEziGrM/8AiY4h8AfRIS1ATWldCMIih4i0mN+qUWJnC2r2Bku4o39kxrrQ+5pwZ2Kx4FNK9BbwnXY7Sr0wgVX9NQWo1rANVbjbyCgb2W8Kq4IioQSeHT6rF6IsXLFr5Lh/aY9eEO/+ls5L21+F7xEy/m0DFKnuT10TzHYW6GgLlfhUpNC+TOpnsimCZaeWvMHRYsrdJx+dlr+q2Mz/AG9V1q5WLOs4tAhVpmTpCvAjWYx6KlAniCPoL3RjHEapl4e6R2QraMouzZwnus+djZhjqmPDhTTeZChroW1swOkqpoZ1WZj/ACEBVPPTZH3Lv6RM79u6XXRLRBTYs2QJ0CSsKh8o7K1R/lKzqP1C0RTS6o/K0pVIWPDnKIa2SI/ArqpxnfT0XhN4P6tohen8PfguO/yXlfDKWAYIn6Y+i9DRcAIWHk1t0+PehzvEQI5re1vw5eduJnC6hVeN/gqrIeR7OnWlFNcvL2N8dDqnVvWJVZpDWAV5i78Oexx4ILdgdRnSdwnZqkfwh6tXj0S0fj7J6DSx+d8++oXoab2uEJVeUJAIElDUqr6bvMIn4oQDOpSgwtWO4R3U0qocAdUN4jVxhGls3dL3NwSMJWK1QHIcfRRZXRnJkJ6XB7ZGqh5NBGTAMR0VHrQ1QBnnGkrKs5NApdf1KofTFNocDxcUuLRIHlBIY6B+47ZAE5gg3NVoeeItDjUgA8ByadLXi0HlPm6RvCK8Wu+Dhio1jnSBxcPDtJcXbDkMmVl/q+B9T9h8wPmdwl002CKYg8RxpO45q7GdKsvJsVKhSqFj5Q2oANYVuEOkweWOfPsppNBORt/KItyBjX+dF1q5eOOw7GNETyOOqKoNaSI7rN9BpydzjvuirXKTK9LMce9DaVPC3ptyoY4N1MLXQ55LNk266a1m4wosa4GPfvut6TeILKtbwYOvzwIjrgpYmat+YMjT6pV4nVgA90wdIEEpF4m7zQNAruObrLydRXUALnxBWbDp2UVn47q7XameAVTVF+FCXdNPz4IKq7JTfwKiQZ9Z6J8+sR48d5HPhTgHOaeQI7Tn6JqaYiWmeaWu0FVurMHq06/nRPPB7pr4iOqxZTfboYeNMKlMEDsr2tEaHdPv0mk/tGVjV8MGrHR0OR6H/KoyhyR9DhfHr6FGW9QteAZgiRyXX9EiC7ByIwR3ka6qKJLxwAgHVpOx+xSHhtQqOBy3HMZ+CMqUsEoOzuCG+YEOHP6K1Ou5zojy7nkpUvYhjN11YAiCARyIByuqVAAhKtbBQ0q81JeBgYHRVpNBdLiI/t+5SuvUqTxQ4N5wYUVKLm+bMc+SMWzHRv4hZU3Nlo4Xcxj32KV0xVYfKWnuSJ+BRNCuHDmQtQiFmlQ46nVQStCFm5EtiqBp0nGpUIfwgP0hpM/p0+Y5T8EaoZTALiP6jJ7wG/JoRl0GtrqV0rkuh0+Y/pRxCPXeB+fBFMpRxEgaDG2CVnRIxuRkzpOdx1hbsql3FIGYI5k5XStYscYwL+J0coM85W9uMoWgTJ4hEmPTZMW0cJcro/HN9mlmGyDGfl25ImtSa7AIncICg7CvbU5eSqGnTXw18P4Nxqj72jPnABI16j/b1+6GbbjzE6zr3MrV1UgRKWkyKLipn1SG/wAnunt9Skgg5105ckkeZI9Vp4mXlnWmVIYJQ9xURE+U/n5sgDqr55Z8uppNJkuAXqPDLeGxrIgdMLz9hTl0r1Fs0iCFVy5emr/Hx62JNP8ATdByCIPbktvBqYYeGDOc7EbQr1jxNGkj8+y0sTGNxp2Wb5NXx1T2nVwiqLidRAS6nXhFNueclVZVboZVptcOEgHvtzIOxSi9s20iC0kjrEj1AEpn+qIwrGDEgesFJovsttbwOI4t01ewNGAszTA/aBPYZVar4blQbd9A7mvCXG9dP0VqzuJ2TChvh1V+Wt9SQJ7ILJjMYNpeK8x9kytLgEYiPgvM1aL2YcxwPaR7hb2dYjTH8JpS2Q+qWgyWgZ5ABDOZCGo+LEHPwRzbtlQHOfip0nxodyycVZ7lkSgVKkKq4FQWgC5VlcomnzdtPGNs+qpUujBgZ5LamNTzP58lHDMjMarosHoZRy1rjvr3TG0A3Sy2OAOSYW43Gen2VWbRx+Bde3BBLR6fZWsKWOqItjzVLd/C7PqqFmV0YBgkjmOm3+EBdUeEEjT6ottRD3m/I/NRXSWs9JnHzeicXAz7pQRklacGfk9MKwx6oA6pnUGEsLVfjemfOdmvhlL7r1NnREidEg8LZgc07tq8FZuW9uhw46hi+14stxzxj0QzHwYTS0r4QniFANIcN9ep5rPV1hpaPa8AOEnAnoEZxAYEABJbCtgAjTfQRsrVqzySGCRGdJ7CfzCF2k7NA8KWvSV3iLmyCIcNVX/XOP8AUUh5ifiosi7jMAEganYdykb7tw1n3TTw2/LmhoAO+cSoOtDqVkwZIk9dPZFMrAICpUqnIp+7hPsSgBfODoqNjoRH+VA1s3uajXDBGEmubeTIJHPT4JtRbTcJAAPMfVDXNKDCgXz0AbbtOonvqtKds0EGPn8lqWqAptNOe5cohcomnKQqlcoml1yiVCA6fO6ZkqQ8wWtG+vSVlaVQZO8eyzovIcZJz9l09Ob8vBzZ4jTVPqL+SSWbdJ1xvpOfqmdEOGyz51rwg9lAYJJknnsha9I46nXXOD9UXYs4nZ9lZ4kEaQ6R0zGfceyqHLzopFdzTBIPbT0VqtzIUV3HPEMzE/yl9SpnCOJKrcP1CWVDCKc+SUHUMlaMVOX9dWHlWdKhotnHEK9IQU20mM3sdYsThtpxZ0+vdLrIaFNadZZ8614RSk8sMFF13kt6fn8LRrWuEH+UPUtnDABIPJU2rNATXM6rWhckHBVanhVaYFMmd+Jmn/tqoo+H1uL9hHciPj9EbUmhlRv6m8E7oUMLXcMzG/Mc0dRsajBmCeQ/MrOu8Hvv9Pmq7T+uhH/DzVAgiDrkg9hhDNmmcSCOeFtb1y0YKxua8mSc9UNpo0tfFySA/HVM6jGvbDgCPl2K8lKeeGXEgA7IypoPVpVKLjElvMcv9wTG3um1W6ji/PgtrnSUuNuCZjPMYPwQ3oGjiswpeoCgJlVUSulFHFSqqQhaiwK5RC5QdPmdEBrZ2P3gLW2Hm5gZz9EOx7Q3zfmcI+zAwA379V1MnK4+9GNnAym9B0wl1tT0ET0RdCi8GA0kemPdZM63YeDV9XhgjkZ9x+eqxbXB+ylpdpvEdx+Qga1SNRHPn/CQL5EXLAR+apPdtjEZ5osXsYKC8SqYnonxivIqFTJVmt3WDHQFu0rQpxu0hasbiViAjAzAS5VdjBVmycJjQtXHp12QNAwmtKuqM604zpZoLMH35o+mfLP5KxtncUhwEdcgn+MLd5xCqHK+m9K44lFV8aoOj5ZO2fmty0P1MJckwx35bWt2CYIz1XeL2oqNDmmHjphw5O5d8oS6tXNAcPMBuBGOo2RFGqTj47JdrLIWUaLieFzSBuZEehRrbJkQWg/92T8URwripspZXsWsgtwNI1E/gVrKpDu6Zf6cPBacA77jkQgK1v8ApxJGIzohsPZ7TMiELVpwYKi2ucYyodUc4niEckaexk8Ki2LVk5AFFBUlQUQTK0bUbkf1a+iyKniURMrlQlcoL5dRE6ptY9Y5pPTEx3+Cc2pz7FdXk8ORwzs3squUxdcwlNo2cbolx2MzjZY8vLoY+BLLx0kjPT0+yLqhtQfTkUCwtmJ215Hv7rdjQ14AMgoFvkuu6Ybskl7cbL0fiZALp0kryPiL/NrhXcU3WfmysjRjc/nNEOdjCwpO3Vg7KspcRNIIoThDUkdR1VVrVhB9tAwUZTpN1yO32QbGYyI6o20YRnb5qjKr5qCXUoA4ScZzvOqs6oBqVSpWj6IN7nnVvZ2COyQJN904oQrGgHZaeH5eyBtawwOIBNLd4GiFPOm1K1dBDnAjTE76hVbbBuAETTqLUpKFpc9iz4UwuWiORQL0BY1a/Bn0+yV39zxHVNajARBEgoU+HMII4depJHYnQozQTpXwqoNCM7GThOXW8wZXm2NNN0akH3GyaWviGIODoiNu/BhVt4bIKBeEbQc12ueXJRUtDONENJ/0uVSVpVZBIKxJUBJUqqsoiJULpXKDp8tt3QR+ck5shnPIJGxPfDCSQdfoV1+SdORwXvRpSplsGMFHVCXRoppkkQW4VCzhnWOesd1hvl0Z4ZOtjPFr/ChlWCDjBB6a/BMHtAALdCPkl10AZ2ncc1IqqvirhLugnuDleQc+XynnilfyAzkN4T1g4+ELz9LVauLHUY+e7sMAcK1JZVT5Ve3Rs6Nje9DqaOoBLw6AmVi0kCfwKjKNvHezC0aSc6fNMHPgIVrg0Ia5eXHOOXL1VFW622dUJM7dNfVbfoOIxOdPseQQFFxBTK3rOjH8pask6Kaji10ODmnk4RI5jmj7C8IicjnyRJpNrDhfgjRw/cD+bJYymWS0jIJ0/Mc1OqW9PU0a8LSteQEnsbsFvC4gEaFM6DBhxzGnfn80mhirbgu1Bz0K1LUZQqh05lWNuNihYNpfwq3AjRQAXfqDTZAmyPxJoADuWvbr+bpVWrh5kRPTfqn9wBJjRDFm6aGnQPw26LcHQ/BNK9WsRLW45yPulV3bOmW5B23B6cwmHgt3jgdt8v4R0O3S4jzZO/JZkJmbPlBCwqWpE4SgCXFXcFQqDpC5QuU0L5YzZOPCMeiSheh8GqcLdOvwXY5Pq4vBPzOLeqUXRzIOVhZ1g/XJ+SJrUTgjEd+R/PVYMvLpfqwoVuEFu047IS/fgka9Pqsa7HhxOe6Cu+IgNnunxnaik9/czjkTnnpoPRD0VteW/CeYVbanotk1Iw5btEVThXs3YWFZ60s0LPxNhfzFtfJhPbMw1JbSn5wmtPELPyN3F/RRro63rAIO3IdhQabmmDpsfzdUVpOAGn9wBWjKTP6RHb7JPSrOBiUdZXInKrPIIuKL8Pa0mNeZHbUoWvSyTjI1/Oyd0KoGZ7Jd4vXBcDzGesf5S1L2UTBTXw+vxAsPzj4pdSti+S0tj/dIk9IBlDvpvpuGWR0LifWQEYFr2bCNgB2ACkVSNV5ul4o4Bat8WdOYQo/A7qXOClNe6cTHsiKF41xwI3TGnQa7YdxCAz8S6nTgAHPPuphMDZ9Qgq7OEwVA3tkUHXpODuJkTvmD3CNhZuUTQen4hVZq2fT7Im28XfxgOaQD3VFnWbIxrqFBH3dODjQ5CFK1o3vHSg6hYcSmkiFy4FcoL5UCn/ghB3wNZxHdefLkz8OaQ0uaYI9Z7hdjk+ri8HWT1tnREAtIzuiqztCdfgR+fJBeCXEsEjITG7c0uaDgRttquflO3Rv1DVXhwg+mUovreJ4TtMH6Im/tS3IODolj7ggw6ekqzCKMiS7eZhdbK1+yHd8qtstX6sP7Orla2JyVhcHK0sD5kb9Rw+5qwHZH2ocTB90DSKPt2k7wsuTo8cGmjGW+oR1G4DhwuwUFQrEa6hF0LsEw4Ajqqa0LXNoG8LgZGn2Wdds5Gu45o91AObDASdgDuM5J0CG/0lQnFN/XymPfRVnRY3Gx0TCpQa4Q4Et134SR8ilf6LmOhwLTrB5FMbdxM8vmltH0X3dT9M8MQ0/tI06joUI8zlO3sBkESOSWV/Dcyx3D0OW9xuoGlLRgJgmJ35HrzVa9MtdB1CrwOpmX8MaSCTnrIEI6q1tUA7jAcNf5UFfw+qDDH5bONoJ7JvRrgH9OYI06jY9V5qmYwdRgpxQIqMEf9Ruh69ehQQa+1ru0eyOeR8Fh+mW4JJI1n80XWXiueF4g6eqKu6bj59vkigUrFy0JWZKCKlVKuVRRGIoji4hOfZariuCm0cuUKUBfJ4XpvBbYFgk67LzLSvXeBjyDA9Y+S6/N9XI/x5+Rhb0eA9CtnAucTORj2wiqdUNGk+2Jx9UvuLgM4p209QCsXdbcr6Y1nuaYdkbaJH4nWERtMj6hMat8T1Xnr50uyZ6BX8c7ZObLpF0+TrOntCmghgERSwFo9Mm+1a+qvY/uWVbVXtNVL9R4/sbNKaWzZCRvqxE8088PqSBCy5zp0+KzehTbVzomB1TSy8PY393mPqB7Aoai7M7K77gnAlZ6062b06jW6QOy0F0XYb/A7lK6FIj95B6Zn3TKg+AAEibkTcWfHHFB5RMjnn2VW0g0QNEax0x+ZWdemlsHYF5WRWtQLMoGjNwBkFdTaBgYjkrEKAoOmN5b8Xmb+4bcxy7rOzr8LgRodUe1C3NkZ4m6HXof5ULZrsV4nQ4gKg1GvUfwjbO7cWaSdIWNpUHAOMgYg/JD29+GOjadUYHtYqpRd60YcIh3zQbigaIJVVyglEUgKThVldKVHLly5RNPk7V6XwfZcuXX5fDjcH2egJ8h9PmhPFstE/3fdSuWON2ZPW/aUiJ8y5ctHF7YOf05uq2ZouXK5nZVFpaarlyl8H4/tBF5sj/BDg9/opXKnP6NXH/tehpnCMojClcsddH0hp859PkEVROVK5Cq55H0kUNCoXJKeF71i5QuSLIgqoUrkTLBFs/YVy5AnJ4CJRX1Pf6rlyc38NLM/wDKHdc5cuQooacHv9As31DOp91C5PjAtdTcTMk6/QLYfRcuS5+Scd3a8D/+i8QqtuajW1ajQCIAe4AeUaAFcuXLpY4zU6cnkyy+d79v/9k=

    Amplexos!

  4. Grande Salvador!

    No que diz respeito a contaminação, fiquei com medo ao lembrar daquele filme: O Enigma de Andrômeda!

  5. E a busca inglória continua. Desistiram dos homenzinhos verdes saltitantes, desistiram do lixo espacial e desistiram também de apontar radiotelescópios para os confins do Universo. Agora a moda é procurar dinossauros marcianos. Tenho que admitir que essa gente tem imaginação. Mas mais uma vez vão dar com os burros n’água.

    Não existe vida fora de nossa bela Terra, a morada escolhida por Deus para acolher todos os homens. Seu Filho estabeleceu todas as Verdades, revelou os segredos do Universo muito antes de todos.

    “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz seu Senhor. Mas chamei-vos amigos, pois vos dei a conhecer tudo quanto ouvi de meu Pai.”

    (João 15:15)

    1. Porque este cara não vai fazer militância para a Marina ou o Pastor Everaldo tal como muitos outros interpretadores literais da Bíblia fizeram e deixa o autor deste blog em paz?

    2. Ah não esse cara de novo NÃO!

      Por favor, procure locais apropriados para fazer estes comentários… OK?

      Salva, por que permites?

    3. Amigo, sugiro ler “O Mundo Assobrado pelos Demônios”, de Carl Sagan. E “Extraterrestres” de Salvador Nogueira! 🙂

      1. Não leio almanaques rastaqueras. Em minha Biblioteca particular, com cerca de 3000 volumes, só existe espaço para Literatura de Verdade, por exemplo, livros de Teólogos como Stanley Hauerwas, Dietrich Bonhoeffer e Tomás de Aquino.

        Também existe espaço para os brilhantes Filósofos Escolásticos como Nicole Oresme, Roger Bacon, Boaventura de Bagnoreggio e Alberto Magno.

        E naturalmente, ocupando um lugar de destaque, está o Livro dos Livros: a Bíblia Sagrada, em suas várias traduções e versões: Códice de Alepo, Codex de Leningrado, Torá Samaritana,
        Codex Vaticanus e, é claro, a versão Latina, Vetus Latina.

        “Vi um anjo poderoso, proclamando em alta voz: “Quem é digno de romper os selos e de abrir o Livro?”

        (Apocalipse 5:2)

        1. Dá até dó ver um cara que tem 3 mil livros citar só um. Posso cometer uma pequena inconfidência? A primeira parte do endereço de e-mail do glorioso Apolinário Messias é gong.super. Não querendo ser preconceituoso, mas um cara que se autodenomina gong.super parece ser forte candidato a ler almanaques rastaqueras… 😛

          1. Violar os termos de privacidade da FSP é, no mínimo, uma atitude reprovável. Espero que esse prestigioso Jornal tome as providências cabíveis. Além disso, também sem ser preconceituoso, jamais colocaria um e-mail válido no seu blog, uma vez que ele é frequentado por todo tipo de mentes enfermas que acreditam em alienígenas, discos voadores, viagens à 5ª dimensão e outras baboseiras. Tomo uma distância segura de tais seres… 🙁

          2. Não violei sua privacidade. Teria violado se tivesse divulgado seu e-mail. Só com a primeira parte, querido gong.super, sua privacidade está preservada. (O compromisso é de não divulgar seu e-mail, e eu não o divulguei.) Agora, fico me perguntando de que trecho bíblico você tirou esse alias… Será que em sua vasta biblioteca há algum gong.super? 🙂

          3. Apenas para demonstrar as minhas boas intenções, esse codinome tem uma origem muito específica: “gong” vem de gongar, zombar, reprovar. E o “super” vem de superficial, vago, ralo. Portanto, o objetivo é o de criticar a superficialidade de certos assuntos, como o dos tais “extraterrestres”.

            Aí está! Tudo é apenas a declaração cifrada de uma intenção, como bem faziam os grandes Mestres Escolásticos que, frequentemente, assinavam com pseudônimos…

            “O discípulo não está acima do seu mestre, mas todo aquele que for bem preparado será como o seu mestre.”

            (Lucas 6:40)

          4. Maravilhoso! Fico imaginando os mestres escolásticos disputando quem era o gong.super e quem era o gong.hiper! Agora me mata outra curiosidade: Apolinário Messias também é obviamente um codinome. De quê?

          5. Huummmm…Você poderia ser mais sutil. Criar uma claque chamada “Eu” só para aplaudir as suas réplicas é de uma tremenda falta de imaginação. Muito fraco.

          6. Tirei uma foto com o Eu ontem no lançamento do meu livro, só para acabar com essa conversa! Quem viver verá! 🙂

      2. Radoico, esse é caso perdido. O melhor que podemos fazer por ele é ignorá-lo.

        Eu, particularmente, gostaria que fosse submetido a um estudo psicológico, pra saber o que leva alguém a frequentar e comentar com assiduidade um blog sobre algo em que ele não acredita.

        Mas essa curiosidade acho que vou levar pro túmulo – no meu caso pro inferno, já que além de apaixonado por ciência ainda sou espírita…

    4. Sempre tem um chato falando sobre a bíblia em todas as publicações sobre ciência. O cidadão deveria se enfiar em uma igreja e se fossilizar por lá e não ficar falando asneiras pra quem não se interessa pela sua opinião…

  6. Salvador, comprei seu livro hoje (Extraterrestres), na intenção de dar um “suporte” a você, pelo conteúdo que vejo diariamente em seu blog, porém me surpreendi com a riqueza de conteúdo, e o melhor, no mesmo teor “informal” e “Amigável” que encontramos no blog. A cada página está sendo um grande prazer de leitura. Obrigado e meus parabéns.

  7. Olá,Salvador.Sou aquele cara do interior da Bahia que comprou seu livro em uma Banca de Jornal onde às vezes nem jornal tem para vender.Cara,gostei muito do livro.Não dá para discutir aqui alguns pontos,mas saiba que ele foi direto para a seleção de livros que espero que um dia minha filha leia:O relojoeiro cego,O mundo assombrado pelos demônios,O livro de ouro do universo,entre outros.Valeu!

  8. A uns 15 anos atrás lembro de que a NASA planejava uma missão de retorno de amostras do solo Marciano para 2020. Infelizmente com todos os desvios de percursos que a NASA sofreu recentemente com redução de recursos e visão política esse tipo de missão saiu do escopo.

  9. Bom dia Salvador, citando a frase do grande Dr. Stephen Hawking que nem precisa ser apresentado, “o futuro da espécie humana consiste em colonizar o espaço”.
    Concordo com ele, e em minha opinião, os países que lideram a exploração espacial, já enviaram muitas sondas e robôs, já esta na hora de uma exploração humana no planeta Marte. Já existem até globo Marciano, já passou da hora de Marte receber os primeiros seres humanos.
    Porém, fico animado, ao ver paleontólogo e demais áreas das ciências interessados na exploração.
    Valeu por compartilhar esta entrevista, e tenha uma ótima semana.

  10. Amigo, sempre acompanho suas publicações, gosto, me interesso pelo assunto, por outros canais também…
    Deixo a pergunta: não seria você um deles (ET)? já socializado com nosso planeta e divulgando aos poucos o que se passa? Risos. Abraços

    1. Ou será que ja descobriram algo e não querem que a população descubra para não abalar a fé de muitos ou ate medo do caos que poderia ocorrer.

  11. Por que ainda não se enviaram robôs para explorar os pólos de Marte? Ao que tudo indica lá existe gelo e poderia conter mais amostras de micro organismos que o deserto na região do equador do planeta.

    1. Cara, preciso melhorar meu inglês, porém, achei interessante seu post. Com certeza os conspiracionistas, não perde uma para tentar ter visibilidade.

        1. Valeu, Eu! Aprendi mais uma! “Pareidofilia”, é ótima… Legal que você já deixou um link para o significado!

    2. Já que falou em fóssil, um dos casos mais interessantes da atualidade é a descoberta de tecidos moles em ossos de dinossauros!!! Várias teorias mirabolantes tem aparecido para explicar como isso é possível mas uma corrente já se pergunta se realmente dinossauros foram extintos a 65milhões de anos, o que mudaria muito tudo que sempre se falou sobre isso!
      http://www.scientificamerican.com/article/blood-from-stone/

  12. Aqui na terra encontramos vida bacteriana em todas as superficies. Correta esta afirmação?? Encontramos vida até em ambientes hostis e severos. Será que em Marte já não foram encontradas vidas bacterianas em sua superficie?? Ou a procura não é por este tipo de “vida”. Qual a sua opinião??

    1. Alexandre, se houver vida como a conhecemos em Marte hoje, provavelmente está no subsolo. Nenhuma busca nesse sentido foi feita até agora. Quanto a fósseis, podem estar por toda parte, mas não há ainda miniaturização suficiente para embarcar nas sondas a capacidade de encontrá-los. Daí a necessidade de trazer as rochas à Terra.

  13. Que medíocre este paleontólogo, são caras como estes que ferram nosso planeta, imagine quantos engenheiros pensaram para fazer os protocolos de não trazer itens de outros planetas, ai o cara ainda ironiza, é daqueles que quer aparecer, sem deixar para alguém no futuro a possível descoberta, isto a qualquer custo, quantos por ai não pensam da mesma forma.

    1. Ele é bastante respeitado e a brincadeira era mais para entreter a plateia. E há de fato um certo exagero nos temores — embora cautela nunca seja demais.

    2. Se houver algum organismo em Marte este será tão diferente geneticamente de criaturas terrestres que o risco de contaminação é, para todos os efeitos, zero. Até mesmo se tivermos algum ancestral comum.

  14. Então existiu mesmo vida em outros planetas bem próximos?
    Certeza que não há alguém se escondendo por lá para não sair nas fotos? (risos)

    1. Não sabemos se de fato existiu. Mas Schopf tem a convicção de que Marte foi habitável e, por isso mesmo, vale a pena procurar e testar essa hipótese!

  15. Bom dia Salvador!

    Sem querer simplificar as coisas, mas qual seria a gravidade em Marte, comparando com a aceleração de 9,6m/s² na Terra e quanto de empuxo seria necessário para que um pequeno modulo de uns 500 quilos pudesse ser lançado da superfície daquele planeta de volta para a Terra; um bom comparativo seria com o modulo lunar porém bem mais leve. A angustia dos pesquisadores seria os quase dois anos das viagens ou um pouco mais para aproveitar a maior proximidade entre Terra/Marte.

    1. Tetsuo, a gravidade em Marte é um terço da terrestre. Não sei qual seria o empuxo necessário, mas especula-se que a Dragon, cápsula da SpaceX com retrofoguetes, adaptada, poderia fazer a missão.

    2. Tetsuo, a gravidade na superfície de Marte é de 3,711 m/s^2. O empuxo teria de ser maior do que o peso em Marte em pelo menos uns 25% para começar. O peso é a massa vezes a gravidade e portanto.

      Empuxo = 1,25 x Massa do módulo x gravidade de Marte
      Empuxo = 1,25 x 500kg x 3,711 m/s^2
      Empuxo = 2319,375 Newtons

      Entretanto 500kg seria a massa da carga útil, do equipamento e do combustível. Fazendo outra conta simplificada a carga útil seria menor do que 100kg uma vez que o delta V necessário para sair da superfície de Marte e ir até a sua órbita é de 4100m/s.

Comments are closed.