Mensageiro Sideral

De onde viemos, onde estamos e para onde vamos

 -

Salvador Nogueira é jornalista de ciência e autor de 11 livros

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

O adeus à lua-esponja de Saturno

Por Salvador Nogueira

A sonda americana Cassini realizou no último domingo (31) seu último sobrevoo da lua saturnina Hipérion, a maior delas com formato irregular. Último mesmo, no sentido de “adieu, até nunca mais”.

Imagem obtida pela sonda Cassini de Hipérion, durante o sobrevoo de 31 de maio (Crédito: Nasa)
Imagem obtida pela sonda Cassini de Hipérion, durante o sobrevoo de 31 de maio (Crédito: Nasa)

A espaçonave concluirá sua missão de forma apoteótica em 2017, quando o veículo cruzará diversas vezes o plano dos famosos anéis de Saturno, e até lá não haverá outra oportunidade para uma visita à famosa lua-esponja, estudada em detalhes pela sonda desde seu primeiro sobrevoo daquele objeto, em 2005.

Eu não me canso de olhar para Hipérion. É uma lua bem esquisita, não é? Além do formato de batata, ela lembra mesmo uma esponja, e a aparência não está muito longe da realidade. Apesar do tamanho avantajado (360 km em sua maior extensão), ela tem relativamente pouca massa, o que faz os cientistas suporem que ela é cheia de vazios por dentro — mais ou menos como uma esponja, que é toda furadinha. A densidade de Hipérion é metade da da água, o que significa dizer que, se você pudesse colocá-la numa banheira gigante, ela flutuaria — como uma esponja.

(Outra coisa curiosa é que Saturno faria companhia a ela nessa banheirona, pois sua densidade de gigante gasoso também é inferior à da água.)

No dia 31, a sonda passou a 34 mil km de Hipérion — menos que a distância usual que os satélites de telecomunicações guardam da Terra. Ainda assim, é um bocado. Em seu sobrevoo mais próximo, a sonda havia chegado a estar a apenas 505 km da superfície. Ainda faltam quase três anos até o fim da missão, mas já sinto saudades da Cassini.

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook e no Twitter

Blogs da Folha