Mensageiro Sideral

De onde viemos, onde estamos e para onde vamos

 -

Salvador Nogueira é jornalista de ciência e autor de 11 livros

Perfil completo

Publicidade

Astronomia: Empresa quer iniciar colonização de Marte em 2025

Por Salvador Nogueira

Empresário espacial americano quer colocar os primeiros colonos em Marte em 2025.

ESQUENTA
A empresa americana SpaceX nunca escondeu sua ambição final de estabelecer uma colônia humana em Marte — e quando o magnata da internet Elon Musk, seu fundador, começou a falar disso, anos atrás, parecia coisa de maluco. Mas agora os planos começam a se concretizar. E a ideia é levar os primeiros colonos até lá em 2025.

TEMPO CURTO
O cronograma é inacreditavelmente otimista. Faltam só nove anos, e a arquitetura para o transporte de gente a Marte só deve ser apresentada em detalhes em setembro, durante o Congresso Astronáutico Internacional. Mas o próprio Musk já deu algumas pistas dela ao jornal “Washington Post”, embora admita que só será possível cumprir o prazo se absolutamente tudo der certo.

ENSAIO
Tudo começa com o foguete de alta capacidade Falcon Heavy, que deve fazer seu voo inaugural de teste ainda neste ano. Ele será usado, em 2018, para levar uma cápsula Red Dragon — uma adaptação da nave criada para transporte de astronautas à Estação Espacial Internacional — até Marte.

SÓ PARA CARGA
Ela voará sem tripulação, mas será a coisa mais pesada a realizar uma descida controlada em Marte em toda a história. E inaugurará o que Musk chama de um serviço regular de transporte de carga. Como uma linha de trem espacial até o planeta vermelho.

PEGA O PRÓXIMO
A SpaceX tem planos para fazer novos voos para Marte a cada 26 meses, quando se abrem janelas de oportunidade, em razão da proximidade entre a Terra e o mundo vizinho. Enquanto isso, a companhia continuará desenvolvendo um foguete ainda mais poderoso que o Falcon Heavy.

PARA VALER
Então, em 2022, esse novo lançador deve impulsionar ao espaço uma versão de teste da nave que a SpaceX chama de Mars Colonial Transporter. Ela sim terá capacidade para levar humanos a Marte e, caso tudo ocorra nos conformes, poderá realizar seu primeiro voo tripulado em 2024, com desembarque no planeta vermelho em 2025.

P.S.: Essa iniciativa não tem nada a ver com aquele projeto de powerpoint/marketing chamado Mars One, feito por uns holandeses que dizem que vão criar uma colônia marciana e transformá-la num reality show. Aqui estamos falando de uma companhia com recursos financeiros amplos e capacidade técnica já demonstrada. Ou seja, é para valer. Ironicamente, se a SpaceX gastar a grana para colocar a arquitetura em pé, nada impede que eventualmente a Mars One compre “passagens” e faça o seu show de TV em Marte. O futuro promete ser interessante.

A coluna “Astronomia” é publicada às segundas-feiras, na Folha Ilustrada.

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook, no Twitter e no YouTube

Blogs da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade