Astronomia: Missão ao asteroide assassino

Salvador Nogueira

Nasa prepara nave para visitar e colher amostra de asteroide que pode colidir com a Terra.

ASTEROIDE INCONVENIENTE
No próximo dia 8, a Nasa vai lançar uma espaçonave para estudar minuciosamente e então trazer uma amostra de um asteroide com respeitável meio quilômetro de diâmetro. E não é qualquer asteroide, não. Esse aí tem uma probabilidade significativa de impactar com a Terra no decorrer do próximo século.

MISTURA DOS EUA COM O EGITO
A missão se chama Osiris Rex, supostamente uma sigla, mas obviamente uma referência a uma das divindades do panteão egípcio antigo — Osiris era o deus que reinava sobre o mundo dos mortos. Asteroide, possível colisão, morte… Sacou?

CHARME PARA DANÇAR BONITO
Apesar do melodrama, a missão é uma ótima oportunidade de mostrar como a humanidade pode lidar com a ameaça dos asteroides quando as coisas ficarem tensas. O asteroide-alvo, batizado de Bennu (uma ave mitológica egípcia, para manter tudo em família), foi descoberto em 1999.

É LOGO ALI
O asteroide tem uma órbita similar à da Terra, que ele completa em 436 dias, e os astrônomos calcularam que ela trazia uma chance de impacto, ou melhor, oito chances de impacto, na segunda metade do século 22. O risco é baixo, apenas 0,037%, mas não desprezível.

INCERTEZAS
O duro é que prever órbitas de asteroides com séculos de antecedência não é trivial — coisas sutis, como o modo como ele reflete a luz solar (o que depende de seu formato), podem causar alterações que representam a diferença entre bater na gente lá adiante ou não. Daí a necessidade de enviar uma nave para investigar o Bennu de forma pormenorizada.

LÁ E DE VOLTA OUTRA VEZ
A Osiris Rex chegará lá em 2018 e fará a coleta de uma amostra em 2020, que depois será trazida de volta à Terra em 2023. Se o asteroide realmente estiver destinado a trombar com a gente no futuro, pelo menos saberemos com quem estamos lidando. Tudo isso a um custo de quase US$ 1 bilhão.

BÔNUS: AOOO VIVOOO…
O Mensageiro Sideral irá transmitir ao vivo, no dia 8 de setembro, o lançamento da sonda Osiris Rex ao espaço, com a participação do astrônomo Cristóvão Jacques, do Observatório Sonear, o maior caçador de asteroides ameaçadores do hemisfério Sul. Fique ligado!

A coluna “Astronomia” é publicada às segundas-feiras, na Folha Ilustrada.

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook, no Twitter e no YouTube

Comentários

  1. E parece que Nibiru comprovou sua existência. Acredito que um certo blogueiro metido a cientista aí deve algumas desculpas a seus leitores e a todos os espíritos de Luz.

    1. Heheheh. É mesmo? Onde saiu essa comprovação da existência de Nibiru, que eu perdi? 😛

        1. E o que isso tem a ver com Nibiru, que supostamente é um planeta habitado com uma órbita altamente alongada e elíptica que flutua entre os confins do Sistema Solar e o cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter, descrito por uma interpretação não ortodoxa da mitologia suméria antiga? Aí estamos falando de um asteroide próximo à Terra, como centenas já conhecidos, que será visitado por uma espaçonave e tem chance inferior a 1% de colisão no fim do século 22 por conta de incertezas em sua órbita. Não entendi onde uma coisa se liga a outra, Dr. Sicólo. Você, que tem doutorado e tudo, há de me explicar. 😉

  2. salvador me tira uma dùvida , eu que não entendo nada de astronomia mais não saiu do blog, olhando para o ceu na parte central tem 3 estrelas alinhadas a do meio um pouco pro lado , mais eu olhei esses dias e elas estavam formando praticamente um triângulo essa do meio não è uma estrela?

    1. Eduardo, continue observando a mudança da posição da “estrela” do centro, se continuar deslocando em relação as outras estrelas fixas provavelmente é um planeta. Pela sua descrição não possível saber qual é.
      Tem alguns aplicativos para celular que quando vc aponta para a estrela ou planeta ele identifica qual é. Eu uso o “Star Walk 2” para iPhone e considero um dos melhores apps para esse fim. Mas existem vários outros e alguns gratuitos.

    2. Use algum aplicativo de mapeamento celeste para tentar identificar essas estrelas. Um bem legal e gratuito é o Google Sky Map, para celulares. É bem provável que essa estrela que está se movimentando mais do que as outras seja um planeta.

  3. Salvador, eu havia dito num comentário, mas moderado acredito, que eu acredito(linha logica de pesquisa); devido ao alinhamento dos planetas, acho que jamais visto (7), que esta para acontecer, onde 11 vão ficar do mesmo lado do sol, com exceção do menor, combinado também com o possível arrasto do sol ao perder teu incentro,em relação a nuvem de Oorts e cinturão de kepler, e jupter, já que o sol estaria prestes a vai atingir teu (apogeu-perigeu) de intercessão com nêmesis,numa previsão de que netuno começaria a capturar e lançar copos celestes, em direção ao sol?
    Bom! pelo visto isto já possa esta acontecendo!

    como já passei os links da nova anomalia detectada na orbita de urano.

    Bom outra nova tendêcia futura, e que também acredito, devido a minha observação(pesquisas) da superfície do sol, em Jheliover app, que exista um elemento químico( anômalo), estando formado na superfície solar, e que com o passar dos seculos,(decadas) , possa acredito,de que este tal elemento(H2(neutronio)) ou litio ou berilio ou outro(si)), esteja causando um resfriamento(amortização da temperatura e eventos)no sol, o que justifica os centros de pesquisas estarem sugerindo, o inicio de uma nova mini- era-glacial, dai devido a tal anomalia, a camada externa do sol esteja se liquefazendo, e dai estamos podendo ver, verdadeiras tsunamis de plasma solar, em tua superfície; e que a mesma como(massa coronal), ao se chocar com anomalias já existentes na superfície solar, estas frações de massas, estejam constantemente, estando ejetadas para teu exterior(espaço)(ação e reação),e que dai o impossível esteja acontecendo, que esta o fato do sol, contrariando a tua atual conjuntura gravitacional, estar produzindo, mini planetoides e também novos cometas, que de um certo prisma estão como, roletas russas de bombas> HS<.

    Salvador, não estaria estes novos trojans, semi-luas, asteroides e anomalias, que estão surgindo tanto aqui na terra como em outras partes do sistema, consequências destes possíveis novos eventos do sol e no nosso sistema?

    1. Vou deixar passar só porque você inventou quatro planetas além dos oito que conhecemos no Sistema Solar, e eu achei divertido. 😛

        1. SER ou não SER ,eis a questão; Eu, Eu sigo a ideologia herácliciana de que; tudo flui , dai na natureza nada se faz e tudo se transforma (Fisíca Elementar). substantivo composto verbo-substantivado(Planeta-Anão).rsrsrs

    2. Como pode a camada externa do sol se liquefazer, se ela não é líquida, é gasosa, na verdade, um plasma?

  4. hum sei não , a pouco tempo ficou pronto o maior tunel do mundo que fica na suiça (tunel ou bunker). paerece que estão com medo de alguna coisa, e manda uma nave com o nome de osiris que è pai de horus o qual na lenda perde um dos olhos , que como comenta um amigo do blog esta aparecendo em toda mídia mundial rs.

  5. Salvador,sou leigo nesse assunto,apesar de gostar muito,nesse caso não seria interessante tentar explodir esse meteóro?até para serem testadas nossas armas,saber o estrago que faria em um caso desses,ou até mesmo as duas coisas,colher amostras e já plantar uma bomba lá?

    1. Acho melhor não mexer com ele a não ser que ele vá mesmo mexer com a gente. A emenda pode terminar pior que o soneto. 😉

  6. Gastar US$1 Bilhão para esta Missão, me leva a pensar em “algo mais sério”.
    Não que a possibilidade de fazer um estrago na Terra não seja “algo muito sério”, mas que tenho um sentimento de: – “não contaram tudo para os simples mortais!!!!.”

    1. Na verdade, o gasto não é tão grande assim. A missão está na classe New Frontiers, a mesma da New Horizons e da Dawn. Custou US$ 800 milhões, mais o lançamento, que custa cerca de US$ 185 milhões. (Então veja que para lançar qualquer coisa, como uma caixa de lixo, você já começa com um custo de quase US$ 200 mi; Elon Musk está tentando mudar isso, mas a realidade atual é essa.) Compare com missões como a Cassini, que custou mais de US$ 3 bilhões, e você vai ver que não é tão caro.

    2. eu fico imaginando quando o pessoal zomba da (falta de) importância da Ciência, daí se esquece que alguns “poucos” instrumentos, medicamentos e técnicas são usadas e outras postas em nosso cotidiano de forma “natural” como se surgisse do vácuo, do nada imaginário.

      Daí, basta ir a uma loja e comprar uma lâmpada, uma televisão, um tablet, um computador (ou notebook), então o sujeito pensa que nada disso envolveu conhecimento científico. Menos ainda uma panela, um talher e um prato usado no almoço, então, onde tem a ciência nisso se vem do mercado?

      Depois aparece uma gastança dessas que vai ao espaço e consegue detonar com um pobre asteroide enviado por DEUS TODO FODEROSO com sede de vingança e vontade de sobra para MATAR uns crentes (e o resto, claro, como dEUS é Burro e deixa pastor levar dinheiro na mala…. pontinhos). Que pena! Tanta gente passando fome e o pai do diabo (sim, seu deus é pai LEGÍTIMO do diabo e também gosta de dinheiro, do seu dinheiro no bolso do pastor) querendo acabar com a palhaçada, vem os cientistas e estragam a farra.

  7. Li semana passada que foi detectado um planeta na zona habitável de Alpha Centauri, a estrela mais próxima de nós depois do sol. Confere?

    1. Ainda não. Por enquanto é só um rumor. Parece quente, mas temos de esperar. Aliás, mesmo depois que anunciarem, ainda precisamos ter um pé atrás. Já anunciaram um planeta em Alfa Centauri B, e depois ele subiu no telhado como artefato de processamento dos dados. Provavelmente não existe. Agora o alvo parece ser Alfa Centauri C, também conhecida como Proxima Centauri. Resta saber se (1) o rumor é verdadeiro e (2) a pesquisa se confirma.

  8. Salva…
    Com este título, “Missão ao ASTERÓIDE ASSASSINO”, como a UOL tanto gosta, garanto que nos próximos dias estará na primeira página para atrair os “Trolls” para cá, e fazer a felicidade do Eu™!!! Rs

      1. Pode até ser que traga, mas esse não vai superar a quantidade de imbecis que vieram no dia em que a UOL lançou na capa coisas estranhas que Buzz Aldrin viu em sua viagem pra lua…rs..rs…
        Aquele dia foi osso…rs

        1. É. Confesso que a minha resistência anda cada vez menor, com três anos de blog.
          Antes eu tinha uma paciência zen. Agora, para distribuir tabefes, é um-dois. rs

          1. Se você ainda conta até 2 é porque ainda está Zen..rs…..pois as vezes a vontade do tabefe vem antes do cara terminar de escrever…rs

          2. É Salvador, jogo difícil com alguns participantes.
            Aliás, você trombou com um suposto “cientista/ministro/professor” religioso que não larga o osso para uma controvérsia. Kkks.
            O DM no post da Via Láctea, gosta de escrever, é insistente.
            Ele entra em vários blogs, com o mesmo texto e proposta de polêmica.

          3. Só ministro mesmo. De professor não tem nada. Cientista, muito menos.
            Pois é, pela proposta, fico a imaginar se ele está na quota de uma grana que ouvi dizer que é paga para blogueiros e defensores criacionistas aqui no Brasil vinda dos EUA, via Mackenzie.

          4. Tais como o Tersio Gorassi e outros do tipo dele que comentaram aqui? No blog do Reinaldo a coisa é bem mais crítica e quando sai alguma coisa na página principal do UOL ou da Folha que desagrada este pessoal e os fanáticos daqui mesmo que tem algum parentesco com os fanáticos do EI, há dezenas de lançadores de maldiçoes divinas nas discussões, todos eles xingando sem dó o coitado do Reinaldo. Não sei se ele apenas lê tantas ignorâncias e fica rindo ou ficar perturbado com todo aquele fanatismo nojento.

          5. O que é mais bizarro é que o Reinaldo é católico praticante, e deve ser estranho ser acusado de herege nessas condições. Bem, até aí, o Galileu também era. 😛

  9. hahaha.. já tive essa imaginação do Tetsuo também. Já fiquei matutando como seria o ambiente caótico pré-impacto. Pessoas realmente ligando o “foda-se” para tudo. Seria o fim da civilização, mesmo antes da queda do bólido.

    Imagina, ainda, se os astrônomos tivessem errado o cálculo e o asteroide passasse raspando? Ou o impacto não tivesse maiores consequências porque o meteorito se despedaçou na entrada? Neste caso, o pós-impacto seria igualmente lamentável kkk.. tema para obras de ficção.

    1. Esse clima prrcatástrofe está bem representado no livro “O cair da noite”, de Isaac Asimov.
      Conhecendo a humanidade, até que o livro pega leve no que aconteceria…

  10. Olá, Salvador. Colher uma amostra deste asteroide significa realizar um pouso com sucesso (diferente do que ocorreu no cometa Churiúmov-Guerasimenko) e depois uma decolagem e então a viagem de volta à terra? Imagino que será um desafio e tanto… qual seria a diferença de velocidade entre o cometa e o asteroide? E a dimensões de ambos? Parabéns pelo seu trabalho… eu não perco uma coluna!!!

    1. Eduardo, você percebeu bem algumas das diferenças de dificuldade na missão. O cometa tem uma órbita mais elíptica e distante, o que torna mais difícil uma espaçonave chegar lá. O Bennu foi escolhido, em outros motivos, por sua órbita extremamente favorável à visita, com diferença baixa de velocidade com relação à Terra, de onde a nave parte. Além disso, pousar num cometa é mais difícil porque o núcleo é mais ativo — ele está o tempo todo sublimando e produzindo jatos na superfície, o que complica a descida. Num asteroide é mais fácil. Vale lembrar que uma missão já foi até um asteroide e trouxe amostras de volta antes — a japonesa Hayabusa. Mas trouxeram apenas microgramas. Essa missão americana pode trazer até dois quilos! Será a maior coleta de amostra no espaço desde as missões tripuladas lunares!

      1. Tomara que esses dois quilos, não seja o que está faltando pra colocar o asteroide em rota de colisão com a Terra,,,rs.

          1. OI Salvador e demais, bom dia. Pelo que li alhures, a Osiris/Rex não pousará no asteróide. Vai sobrevoá-lo a centímetros de altura e raspar a sua superficie; ou dar “tiros” de ar comprimido para que algumas amostras se soltem e sejam capturadas. Neste caso, e como há mínima gravidade, a manobra parece bem mais “fácil” do que pousar, perfurar, coletar e partir. Abraços, excelente coluna, como sempre.

          2. Bem, ela vai encostar uma haste no chão, então eu considero que vai pousar, mas é realmente um stop and go — como, aliás, também era a Hayabusa. Mas pousar num asteroide não é tão difícil assim. A Near-Shoemaker fez isso, sem nem ter sido projetada para tal. 😉

  11. É muita morbidez, mas gostaria de vivenciar os dias que antecederiam uma catástrofe como a colisão de um asteroide a Terra; como reagiríamos com a aproximação do final dos tempos, como se sentiriam os políticos que teriam roubados “zilhões” e não poderem utilizar e finalmente, como deveria ser patético os fanáticos por religiões proclamando para o arrependimento….

    1. Tetsuo, eu sinceramente não tenho esse desejo. Gostaria de vivenciar uma missão que desviasse um asteroide. Aí sim eu queria ver os supersticiosos abraçando a inventividade humana como única real forma de salvação! 🙂

      1. Salvador, os supersticiosos diriam que foi Deus que deu o poder aos homens para desviar o asteroide, então não mudaria nada, kkk.

        1. eles sempre vão dizer qualquer coisa deste tipo, não importa o que aconteça…

        2. Esta turma nunca vai aprender nada porque não gosta de estudar nada que não esteja de acordo com suas convicções pessoais influenciadas por uma visão distorcida da fé e da religião. Vem asteroide, a torcida é pelo Apocalipse; gastam muito dinheiro com missões espaciais, a critica é por que não se gastou esta quantia para acabar com a fome no mundo, parece até algum discurso vindo de um concurso de miss; sai qualquer notícia sobre a teoria de Darwin, pronto, lá vem criacionismo tosco baseado em… crendices de um tempo em que ninguém tinha conhecimento de nada que temos nos dias atuais e por ai vai. De vez em quando eu penso que eles só fazem isto para nos testar ou para encher os pacovás de quem estudou.

    2. Se você tiver com a razão, ok, sem problemas para os fanáticos. Vai ser complicado se eles tiverem certos. kkkkk

    3. Por alguns segundos, eu pensei a mesma coisa que você, pena que não verei isso… Daí, refletindo melhor, fiquei feliz com a sorte de ter nascido na idade de ouro da humanidade e não ter que viver uma idade de trevas. 🙂

Comments are closed.