Mensageiro Sideral

De onde viemos, onde estamos e para onde vamos

 -

Salvador Nogueira é jornalista de ciência e autor de 11 livros

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Vem aí um eclipse solar anular, mas não no Brasil

Por Salvador Nogueira

As primeiras horas de setembro serão recebidas com um maravilhoso eclipse anular do Sol. O fenômeno vai ocorrer entre as 3h e as 9h desta quinta-feira (1), pelo horário de Brasília, mas só será visível no continente africano.

Um eclipse anular é igual ao eclipse total do Sol, mas tem um aspecto ligeiramente diferente porque acontece numa época em que a Lua está próxima do apogeu, ou seja, da distância máxima que ela fica da Terra em sua órbita elíptica em torno do nosso planeta. Isso faz com que a Lua tenha um aspecto ligeiramente menor, o que por sua vez a torna incapaz de bloquear completamente o disco solar — resta então um anel luminoso, que justifica o nome dado ao fenômeno.

Embora não será possível vê-lo no Brasil, não teremos de esperar muito até chegar a nossa vez. Em fevereiro de 2017, teremos um eclipse solar que será parcial na maior parte do território nacional. E, numa faixa estreita no sul da Argentina e do Chile, será anular, a exemplo deste de quinta-feira.

A rede Slooh fará uma transmissão ao vivo do eclipse, com imagens colhidas diretamente do continente que serviu de berço à humanidade. Para acompanhar, clique aqui. E, para conferir os eventos astronômicos do mês de setembro, confira o vídeo acima!

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook, no Twitter e no YouTube

Blogs da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade