Após consulta popular, asteroide descoberto por brasileiros será o Mula-sem-cabeça

Salvador Nogueira

E o primeiro asteroide próximo à Terra a ser batizado no Brasil será chamado de… Mula-sem-cabeça.

O astro foi descoberto em 2014 pelo grupo do Observatório SONEAR, em Oliveira (MG), e tornou-se o primeiro a receber uma numeração oficial da União Astronômica Internacional. Com isso, estava apto a ganhar um nome.

Órbita do asteroide Mula-sem-cabeça, descoberto por brasileiros em 2014 (Crédito: MPC/IAU)
Órbita do asteroide Mula-sem-cabeça, descoberto por brasileiros em 2014 (Crédito: MPC/IAU)

Normalmente, cabe aos descobridores indicar seu nome preferencial, seguindo as regras gerais da UAI. No caso de asteroides próximos à Terra, os nomes precisam ser inspirados na mitologia.

O pessoal do SONEAR, contudo, resolveu promover uma consulta popular, em parceria com o UOL. Eles submeteram três nomes do folclore brasileiro para que o público decidisse o vencedor. E aí deu Mula-sem-cabeça na cabeça.

A misteriosa criatura levou 47,4% dos votos. O Curupira ficou em segundo lugar com 37%, e o Saci terminou na lanterna, com 15,6%.

“Gostaríamos de agradecer a todos que participaram, somando quase 15 mil votos”, disse Cristovão Jacques, astrônomo do SONEAR, ao comunicar o resultado na página do observatório no Facebook.

Confesso que não era o meu favorito, mas, não há de ser nada. O pessoal de Oliveira ainda tem muitos asteroides a batizar nos próximos anos e anunciaram que manterão a ideia de privilegiar a cultura nacional na submissão dos nomes. “Tal política irá continuar para batizarmos os próximos asteroides descobertos pelo nosso observatório e que ainda não foram numerados oficialmente pela UAI.”

Quando ao Mula-sem-cabeça, agora será submetido à organização internacional para aprovação final. Com uma pequena ressalva: a grafia terá de dispensar o cedilha, ficando Mula-sem-cabeca.

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook, no Twitter e no YouTube

Comentários

  1. MULA SEM CABEÇA sempre aparece quando tem lua cheia. Foi assim que me contaram quando criança. Lua cheia está no céu como o asteroide.

  2. Salvador,te visito todas as semanas mas quase nunca converso contigo ….hj tenho uma perguntinha .O cometa é formado basicamente por rochas,pó ,gases e gelo.Ate ai entendi.O X da questão é ….Ele ja foi formado do tamanho que é (descontando o fato dele perder material quando passa perto do sol),se foi, como pode ter aglutinado essas materias com um corpo tão pequeno ?Se ate sua força gravitacional é minima como ele não se desfaz quando passa perto de um planeta ou mesmo do sol ?Ou ele é resto de um corpo maior que se despedaçou ?pq não da para imaginar a formação um corpo celeste tão pequeno,sem nucleo e ele existir por 4 bilhões de anos passando e perdendo material cada vez que passa pelo sol .
    abraços.

    1. A sua pergunta é muito procedente. Há duas correntes, uma que diz que ele foi feito dos restos da formação dos planetas, outro que ele seria uma lasca arrancada de um corpo maior. Os estudos da Rosetta apontam na direção da hipótese um, ele é formado a partir de grãos de poeira reunidos por colisões de baixa energia e mantidos unidos pela gravidade. E, sim, se um cometa passa muito perto de um planeta, ele se despedaça. O cometa Shoemaker-Levy 9, que se chocou com Júpiter em 1994, se quebrou em vários pedaços antes de bater justamente pelo efeito gravitacional brutal de Júpiter sobre o coitadinho…

    2. jmingo, um lembrete: os cometas não estão girando há 4,6 bilhões de anos em uma órbita que os aproxima do Sol… eles estão lá, aos milhões, no Cinturão de Kuiper e, eventualmente, alguma colisão ou desvio gravitacional os joga em direção ao Sol. quantas voltas darão até restar uma pedra totalmente sólida? Não sei, talvez milhões de voltas, milhares, centenas, mas todo cometa acaba virando asteróide, se colidindo com um objeto maior ou se esfarelando de vez, em algum momento. Nada é eterno, só o Universo (talvez…).

  3. Saci-pererê não! Vocês sabem a estória do saci? Um escravo rebelde que não obedecia seu “dono” e teve uma de duas pernas amputadas para que não fugisse e se tornasse dócil. Estória cruel, retrato da violência em que foi forjada a sociedade brasileira.

  4. Quando leio “mula-sem-cabeça” lembro de duas pessoas travestidas de mula em uma fantasia tosca correndo por um palco de alguma escola primária, por isso estranhei a escolha. Embora não seja, dá a sensação, ao menos para mim, de que seja um personagem feito para crianças tirado de alguma história do Monteiro Lobato.

    Mas vendo melhor, acho que não tem nada a ver… lá fora ninguém vai ter essa impressão e, no mais, Mula-Sem-Cabeça está para o folclore brasileiro o que o Pegasus está para a mitologia grega… se o mamífero deles recebe tantas homenagens por ai, por que o nosso não pode receber algo do tipo de vez em quando?

  5. A galera só sabe criticar. Ninguém que criticou até agora sugeriu um nome melhor junto com sua crítica. Faz o seguinte: descobre um asteróide e coloca um nome da mitologia nórdica nele. Aproveita e se muda do Brasil. Esse país não te merece. Goste ou não, é o seu país, seu folclore, sua cultura. É assim que as coisas são por aqui.

      1. Menos do que deveria. rs
        Em geral, umas 7h. Mas há dias, como esse da Rosetta, que foi a zero a contagem. 😉

      1. Show a reportagem Salva! Parabéns.
        Agora torcer para a Arapuca ficar pronta a tempo e fazer parte do Dune. Será um grande reconhecimento do talentoso casal de físicos.
        Você não para de produzir hein… haja tempo

        1. A semana passada foi puxada! E, acredite, estou em atraso com várias coisas aqui para a Super e para a SciAm… rs

      2. Realmente não me atentei ao seu nome no início, mas deveria ter adivinhado, pois fiquei surpreso ao ler algo interessante no UOL fora do seu blog.

      3. Kkkk. A pressa foi tanta que o Afrânio não viu sequer o nome do autor. Parabéns pela reportagem Salva. Vamos torcer para que outros projetos, ainda que pequenos, sejam mais constantes na terra tupiniquim.

  6. então, exista em milhares de asteróides descobertos dessa forma… descobrir um asteróide é bom, mas não é uma coisa assim tão magnífica…

    acredito que pessoas não ficam lendo a montanha de nomes dados aos asteróides… o nome não causa tanto espanto assim – afinal representa muito bem uma parte da sociedade 🙂

  7. Interessante… gostaria de ler qual a sugestão melhor que as pessoas que são contra o nome dado teriam… mas tem que seguir as regras impostas. Aceitam o desafio?

  8. Por que neste país quando se trata de dar nomes a alguma coisa, só conseguem faze-lo de modo pejorativo, como os anteriores, (pixuleco, caxirola ou cachirola como preferirem ) e agora isso. Seria a constataçao vergonhosa do quão ignorante somos a ponto de nao percebeŕ que nao agrega nenhum valor achar engraçado e se van gloriar por batizar alguma coisa com o fruto de sua falta de bom senso. Vergonhoso

  9. Eu, em particular ficaria com Boitatá, porque na verdade é o Fogo Fátuo (inflamação de gases), ele é responsável através de outros coquetéis químicos, vindo de putrefações e se materializando no universo , formando asteroides outros. Esses gases podem ser vistos em cemitérios a noite , a olho nu, pantanais ,e no geral nada complicado entender esse processo, pois o famoso químico ( Antoine Laurent de Lavoisier) deixou em poucas palavras para entender, que na Natureza ” Nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”..é a Mãe Natureza cumprindo sua missão, eu chamo isso de purificação!!

  10. Que falta de INTELIGÊNCIA pra colocar o nome no asteróide!! A entendi foram brasileiros que colocaram o nome. tá explicado.

  11. Todos os que foram contrários ao nome MULA SEM CABEÇA certamente gostariam de ter visto os brasileiros sugerindo um nome da mitologia européia ou um nome norte americano.
    PARABÉNS, o nome escolhido valoriza o nosso rico folclore, tão bem lembrado por Monteiro Lobato no Sítio do Pica-pau Amarelo. Não se esqueçam da próxima vez de colocar na lista de votação o nome da Cuca, do Caipora e do Lobisomem, juntamente com o de Curupira e Saci-Pererê, dentre outros.

    1. Não é assim que funciona. De onde saíram os nomes Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, e por aí vai?

  12. quando guri sempre ouvi que não saísse a noite sozinho por tinha uma mula-sem-cabeça ,ou seja se aproxima da terra algo que da medo ,belo nome ,boa escolha

  13. “Quando era criança em Catuçaba distrito de São Luis do Paraitinga/SP muitas historias eram contados e uma delas era da mula sem cabeça que soltava fogo pela boca”.
    Mula sem cabeça que solta fogo pela boca. Essa foi a melhor. 🙂 🙂 🙂 🙂

  14. Legal. Só que mula sem cabeça não tem mais hífen, pois os dois substantivos são separados por preposição, segundo a nova regra ortográfica.

    1. Isso não quer dizer nada. Você não pode dar nome com espaços. Então ou seria Mulasemcabeca ou Mula-sem-cabeca.

  15. Temos que parar de ser inferiores ao mundo lá fora.
    Dar o nome a uma coisa de Mula-sem-cabeça, pode parar tudo.
    Vergonhoso aonde estamos……..

    1. Eu também gostei. Vergonhoso? Dar para um asteróide o nome de uma criatura mitológica que cospe fogo em um buraco onde deveria estar a cabeça não é mais vergonhoso que dar para um planeta gigante o nome de um velho barbudo tarado que se transforma em chuva, em cisne e em touro pra transar com as garotas e até em águia para capturar mocinhos bonitos.

      1. Olha que ele te joga um raio! 🙂

        Júpiter é o maior objeto celeste que se move (definição antiga de planeta), fora a Lua e o Sol, portanto, digno de ter o nome de seu principal deus.

        Achei muito bom o nome escolhido, só votei em Saci por causa da cedilha, mas figurativamente, a Mula Sem Cabeça é mais “astronômica”. Agora não quero Saci, se a sua origem é tão cruel como contada num comentário acima…

    2. Ahhh tá “Minotauro” seria mais bonito neh… É mitologia do mesmo meu amigo, só muda a popularidade.

    3. Não acho vergonhoso. Acho que brasileiro tem complexo de inferioridade, acha ruim tudo que vem da nossa cultura por achar que conhece a cultura dos outros…

    4. Cara quem tem que deixar de ser inferior é vc. Temos que valorizar nossa cultura, nosso folclore. Dar o nome a um asteroide de mula-sem-cabeça não o torna tão insignificante quanto nomeá-lo de minotauro

  16. Realmente cada dia eu enojo com certos brasileiros, onde já se viu colocar o nome de um asteroide de mula sem cabeça!!?? Quem foi o imbecil que teve essa idéia??!! Só podia ser uma anta ou mula sem cabeça mesmo. Afff.

    1. Cara, quando eu vi o título da matéria, pensei exatamente a mesma coisa. Mas aí, lendo o conteúdo, vi que tem uma regrinha que impõe a escolha de um nome originário de mitologia. Aí, para prestigiar o Brasil, outras alternativas não seriam muito melhores. Portanto, faço minhas (parte das) suas palavras: onde já se viu impor tal regra à nomeação de asteróides? Quem foi o imbecil que teve essa idéia??!! Só podia ser uma anta ou mula sem cabeça mesmo. Afff.

      Isso me faz lembrar o caso de um asteróide, se não me falha a memória chamado de “troiano de Saturno”, que um brasileiro descobriu que tem dois anéis. Aí homenagearam o nosso Brasil chamando os anéis de Oiapoque e Chuí. Bem mais bonito, não acha? Os extremos do litoral brasileiro (Oiapoque não é o extremo norte do Brasil, mas sim do litoral brasileiro).

      Felizmente os troianos de Saturno (se é que é isso mesmo) não caem nessa regrinha besta de mitologia, coisa de mitômanos, aí “podia” dar um nome capaz de, ao mesmo tempo, ser bonito e homenagear o Brasil. Mas é por essa e por outras que sou fã do pessoal da New Horizons: a missão deles foi a primeira a mapear as regiões de Plutão, então cabe a eles o direito de nomear essas regiões, então fazem isso do jeito que acham melhor e pronto, c4g4ndo e andando para regrinhas impostas por outros que em nada contribuíram.

      1. Fiz uma pesquisa no google e descobri que acabei de dizer besteira, desculpa aí, foi mal. O asteróide ao qual me referi chama-se Chariklo e não tem nada de troiano, é um centauro. Confundi alhos com bugalhos 🙂

      2. Os chamados asteroides Troianos são um conjunto de centenas (ou milhares, não sei) de asteroides que giram na mesma órbita de Júpiter. Em outra parte da órbita, após Júpiter, ficam os asteroides Gregos (lembrando a Guerra de Tróia, na qual, para Homero, os deuses participaram). Soldados gregos e troianos acompanharão Júpiter até o fim da eternidade. 🙂

        Eu acho belíssimo o uso das lendas e mitologias para nomear os objetos celestes.

        1. Muito legal seu comentário. Oportuna ocasião proporcionada pelo meu equívoco, para ilustrar um caso muito interessante, esse dos asteróides gregos e troianos. Mas note que neste caso em particular existe uma analogia entre a guerra de Tróia e a posição dos asteróides na órbita. Belíssima analogia, concordo contigo!

          Mas daí a estabelecer que TODAS as nomeações de uma determinada categoria de objetos deve provir de mitologia… É o mesmo que dizer: gosto de mamão, então quero mamão todos os dias, em todas as refeições, nunca mais quero comer outra coisa. Absurdo total né. Aliás, eis aqui outra analogia. Só opinião pessoal, com todo respeito às opiniões divergentes, ok?

  17. eu o chamaria de Lampião(analogia entre o cangaceiro e o equipamento de iluminar), pois além de devastador, tb deixa seu rastro de fogo por onde ia ou vai.

  18. Uau!
    Realmente essa escolha mostra EXATAMENTE o nível de seriedade com que os assuntos de ciências são tratados pela sociedade brasileira! Exemplo a ser evitado!

    1. Professor, os nomes foram sugeridos pelos descobridores, e como astrônomo você há de reconhecer o direito deles, assim como a fundamentação. Por que Bennu, uma ave mitológica egípcia, vale, e a Mula-sem-cabeça, um mamífero mitológico brasileiro, não vale??

    2. E o título LAVA A JATO? Você gostou? Parem de se preocupar com os outros sô! Nós somos o que somos e não temos de dar satisfação a ninguém…

    1. Tb é uma criatura mitológica
      Tem a mula sem cabeça
      O saci sem perna
      O curupira com o pé pra trás
      E ele sem o dedo

  19. Legal, mas eu pessoalmente prefereria um nome único e mais indígena, como Curupira, Caipora ou Mboitatá, que soam mais deliciosos na língua e combinariam mais com a vizinhança do Sistema Solar de nomes como Makemake, Haumea e Sedna.

  20. Não votei… não sabia… mas mula-sem-cabeca é perfeito….
    Se ela já não tem a cabeça, ficar sem o cedilha é detalhe…
    Para os próximos asteroides, sugiro incluir na lista tríplice o nosso Grande “Macunaíma”!
    Parabéns a todos os envolvidos!!!

    1. Macunaíma é um nome importante demais para um mero asteróide. Eu prefereria que esse nome fosse dado no futuro para um planeta-anão, se algum dia um brasileiro descobrir um. Seria muito mais divertido ter um Macunaíma festejando ao lado de Makemake, Haumea, Eris e Sedna, ainda mais porque alguns deles são nomes de deuses da fertilidade ( ͡° ͜ʖ ͡°)

  21. Quando era criança em Catuçaba distrito de São Luis do Paraitinga/SP muitas historias eram contados e uma delas era da mula sem cabeça que soltava fogo pela boca.

    1. Se a mula é “sem cabeça”, cmo é que ela “soltava fogo pela boca”? ehehehehehehe….

      Eli Camps Perez

    2. Ué, se ela não tem cabeça, como soltaria fogo pela boca? Brincadeiras à parte, parabéns aos astrônomos brasileiros.

    3. Como é que ela soltava fogo pela boca se NÃO tinha cabeça. Cada uma que eu leio!!! E na boa curupira seria melhor e bem mais factível. Este eu já vi na mata, no interior do MS (Coxim), quando mais jovem e pra nunca esquecer. Pés virado para trás e cabelos vermelhos. Não esqueço disto até hoje e corria mais rápido do que se pode imaginar…..

  22. Nunca de modo algum faça alguma consulta popular no Brasil sobre certos assuntos, principalmente usando a Internet. Certeza que a alternativa pior possível será a escolhida. Outra certeza: Mula sem Cabeça vai virar piada ou já virou e a gente não sabe. “Headless Robotic Mule” é um projeto da DARPA.

    1. Concordo, o povo em sua maioria é ignorante e não leva nada a sério… se temos Tiririca no Congresso, imagine a mentalidade desse povo. Dizem que a voz do povo é a voz de Deus… Deus deveria processar o inventor dessa frase.

    2. Ihh querido, os gringos fazem coisa muito pior com consultas populares para nomeações oficiais. Já ouviu falar do navio britânico de exploração no Ártico da Coroa Britânica que quase ganhou o nome de “Barquinho McCaradeBarco”? (pesquise por Boaty McBoatface para mais informações) Não é coisa só de brasileiro zoar com consulta popular de nomeação, é coisa de ser humano.

    3. É por essas e outras que nós somos motivo de piada lá fora, francamente que nome mais escroto (Mula Sem Cabeça) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  23. Zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

  24. Affff… Mula-sem-cabeça era o pior. Não que eu não goste da criatura mitológica, até acho ela muito doida (um bicho com cabeça de fogo é doido).
    Votei no Saci, fácil de escrever e lembrar.

    Para quem quiser ver a mula-sem-cabeça:
    https://goo.gl/pu0yco

  25. DEUS não vai aceita essa provocaçam Ele perdoa tudo menos equipararem outros deuses a Ele que é o verdadeiro Deus de Israel mais sempre tem um pessoal que acredita nas coisas erradas e querei fase outros deuses mais o castigo vai vi

    1. Craudia ofissiau…antes de “iscrivinhar” essas asneiras, peça perdão aos céus, volta para a escola primária e faça um bem ao mundo: fica de boca calada e não toca em computador!

    2. Mas eu não sou de Israel, se Ele é o Deus de Israel e eu não sou de Israel Ele é meu Deus também? Minha origem é africana, gosto é de bater um tambor…

  26. Salvador, seu blog é ótimo! Sempre gosto muito das notícias que publica e da forma divertida e interessante que as apresenta. Obrigado!

  27. Legal, vai catalogar para o mundo como “Mula sem Cabeça”rsrsrs? O mundo vai compreender bem? Ciência não deve ter uma interpretação universal?

    1. Marcos, a regra é que o nome precisa ser mitológico, não importando a cultura. Está cheio de planeta anão com nome de divindade havaiana, como Makemake ou Quaoar. Mula-sem-cabeça é uma criatura mitológica brasileira. Ninguém precisa *entender*. É um nome. Você faz ideia de quem seja Makemake? 😛

  28. Mula-sem-cabeca ficou ótimo! Vem bem a calhar com o momento político brasileiro… Um monte de candidatos e eleitores sem cabeça, hahaha…

  29. Se pensar bem, Mula foi a melhor escolha para um asteróide: é um animal veloz e deixa um rastro de fogo! Já o Curupira anda pra trás, e o Saci só tem uma perna e fuma um cachimbo suspeito.

  30. Quem escolhe um nome tão ridículo para um astro do espaço, que está a nos visitar…cara, só pode ser ele próprio, UMA MULA E SEM CABEÇA

    1. Sei lá, eu comecei a acalentar a ideia. Se for um asteroide próximo à Terra, a identidade dele parece mais à moda da Mula-sem-cabeça (assusta, mas nunca vi matar) do que à dos outros dois, benevolentes.

  31. kkkkkkkkkkkkk….rindo alto……..kkkkkkkkk

    que coisa ridícula….kkkkkkk..vai explicar isso pros gringos ….kkkkkkkkkkkkkk

    mas o mico estava escrito…só esses tontos do sonear é que não perceberam…..

    vamos torcer para a organização internacional vetar ……………kkkkkkkkkkkk

    1. Que gringos? Aqueles que nomearam um asteroide como Bennu e um planeta anão como Makemake? Não entendo onde Makemake é melhor que Mula-sem-cabeça. 😛

        1. Tem um muito pior que o de souza, o tal de d.morelli é de desenrolar o carretel inteiro.
          Só dar linha, que vai longe com as escrituras debaixo do braço. Só o Salvador mesmo.

Comments are closed.