Mensageiro Sideral

De onde viemos, onde estamos e para onde vamos

 -

Salvador Nogueira é jornalista de ciência e autor de 11 livros

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Taikonautas a caminho de seu laboratório!

Por Salvador Nogueira

Após mais um lançamento bem-sucedido do foguete Longa Marcha 2F, a espaçonave chinesa Shenzhou-11 está a caminho de um encontro com o laboratório orbital Tiangong-2.

A decolagem aconteceu conforme o planejado, às 21h30 (de Brasília) deste domingo (16), a partir do centro espacial de Jiuquan, no deserto de Gobi. Cerca de dez minutos depois, a cápsula estava em órbita. A bordo, dois astronautas: Jing Haipeng e Chen Dong.

O primeiro é um veterano em sua terceira missão espacial: ele esteve a bordo da Shenzhou-7, em 2008, e da Shenzhou-9, em 2012. O segundo fará sua viagem espacial inaugural. A China tem a capacidade de enviar seus astronautas à órbita terrestre desde 2003, quando se tornou o terceiro país do mundo a desenvolver essa tecnologia, atrás apenas da Rússia (1961) e dos EUA (1962).

X

A Shenzhou-11 levará dois dias até encontrar o laboratório Tiangong-2. Uma vez lá, Haipeng e Dong passarão um mês a bordo, realizando experimentos. No ano que vem, o módulo orbital deverá receber a visita de um cargueiro não-tripulado.

E o objetivo de longo prazo do programa é a criação de uma estação espacial multimodular chinesa. Ela deve ser começar a ser construída em órbita em 2018 e estar concluída no início da década de 2020.

Concepção artística da Tiangong-2 recebendo a visita da Shenzhou-11 (Crédito: CNSA)
Concepção artística da Tiangong-2 recebendo a visita da Shenzhou-11 (Crédito: CNSA)

EVENTOS ESPACIAIS
O lançamento chinês é o primeiro de uma série nos próximos dias. Para segunda-feira (17), a empresa americana Orbital deve lançar um cargueiro privado Cygnus, impulsionado por seu foguete Antares, com destino à Estação Espacial Internacional. Será o primeiro voo do Antares depois de uma reformulação ocasionada por um acidente com o lançador, dois anos atrás.

Na quarta-feira (19), uma Soyuz russa deve partir com três astronautas para promover a rotação de tripulação a bordo do complexo orbital internacional. E, no mesmo dia, pela manhã, europeus e russos tentarão promover seu primeiro pouso bem-sucedido, não tripulado, em Marte. E, claro, com transmissão ao vivo do Mensageiro Sideral, a partir das 11h.

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook, no Twitter e no YouTube

Blogs da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade