Astronauta Peggy Whitson se torna recordista americana de permanência no espaço

Salvador Nogueira

A astronauta Peggy Whitson acaba de bater o recorde americano de tempo total de estadia no espaço. Ela já passou 534 dias e uns quebrados em órbita e deve chegar a mais de 650 dias quando concluir sua atual missão, como comandante da Estação Espacial Internacional.

Com doutorado em bioquímica, Whitson já está acostumada a marcas pessoais importantes. Em 2008, tornou-se a primeira mulher a comandar a estação, em 2009 tornou-se a primeira mulher a comandar o escritório dos astronautas da Nasa e no começo deste mês se tornou a primeira mulher a comandá-la por um segundo turno.

Modesta, em ligação telefônica com o presidente Donald Trump, Whitson disse: “É uma honra enorme quebrar um recorde como esse, mas é uma honra para mim basicamente representar todo o pessoal da Nasa, que tornou esse voo espacial possível e permitiu que eu quebrasse esse recorde.” (Veja o vídeo inteiro da ligação, em inglês, cortesia da Nasa.)

O recordista anterior dos Estados Unidos era Jeff Williams, que passou 534 dias, duas horas e 48 minutos no espaço.

A marca mundial, contudo, ainda está um pouco distante: o cosmonauta russo Gennady Padalka já passou 879 dias em órbita, distribuídos ao longo de diversas missões. O recorde de tempo máximo que um humano passou ininterruptamente longe da Terra pertence ao russo Valery Polyakov, que entre 1994 e 1995 passou pouco mais de 437 dias em órbita, na antiga estação russa Mir.

Parabéns à Dra. Whitson pelo novo recorde!

Peggy Whitson assinando seu nome a bordo da Estação Espacial Internacional. (Crédito: Nasa)

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook, no Twitter e no YouTube

Comentários

  1. Off-topic de novo.

    Esse cara do canal “Ciência de verdade” no Youtube vive fazendo vídeos dizendo que a Terra é plana, falando de ETs que são demônios, que o o homem nunca foi à Lua etc, se diz formado com doutorado – Geólogo – pela USP. Como a comunidade pode deixar incólume um cara desses falando tanta asneira assim?

    1. Vai fazer o quê? Queimar na fogueira? Ainda bem que já passamos dessa época. Deixa o cara falar asneira. É de graça.

  2. Salvador, depois que o astronauta retorna à Terra, quanto tempo ele leva para voltar a andar, ter uma vida normal? Existe uma “quarentena”?

    1. Depende de quanto tempo ele ficou lá. Se foi pouco (dias), horas. Se foi muito (meses), dias. E, claro, há perdas irreparáveis, como a perda de massa óssea, nos casos de participantes de voos de longa duração. Esses correm mais risco de quebrar ossos.

  3. Nobre Salvador! Como anda o sistema de conexão de internet no espaço? Antigamente esse assunto de sistema de informação era matéria do Edeval Siqueira, conhece? Pois é, se vc estivesse lá no ISS, a gente poderia estar um pouco adiantado com outros blogueiros, comentando assuntos pertinentes ao espaço, e como consequência fazer jus ao “Mensageiro Sideral”, vc não acha?

    https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/ansa/2016/06/23/nasa-da-1-passo-para-criar-conexao-de-internet-no-espaco.jhtm

    1. Acho que a internet no espaço vai bem. Só não tem muitos usuários. Os astronautas têm conexão com a Terra e alguns deles mantêm blogs, twitter e instagram… 😉

      1. Vai saber, Salva! De repente, algum alien aproveita a internet espacial e se conecta ao Facebook 😛

  4. Fiquei curioso sobre como/quanto é a remuneração desse pessoal da ISS. E qual a rotina de idas e vindas para casa, quanto tempo fica no espaço por vez, fica quanto tempo em terra antes de retornar ao trabalho (ISS), etc.

    1. Varia muito de astronauta para astronauta. Mas eles são remunerados como funcionários da Nasa, têm um salário mensal, e trabalham bastante quando estão em solo, entre treinamento e atividades de escritório em Houston.

  5. salvador, basta saber qual a resposta neurológica do organismo dela, falo isto porque vi uma reportagem sobre uma astronauta,que ficava desmaiando em palestras etc.. você já leu algum artigo sobre a adaptação do organismo humano em viagens espaciais , e quais as possibilidades e comportamento do organismo humano em futuras viagens reais a extremos do sistema solar ou a outros sois, galaxias etc..?

    1. Astronautas são as pessoas que passam por mais check-ups no mundo. Ela está bem. 😉

  6. PAN-TO-MI-MAS. Mais e mais pantomimas?

    Olha, Seu Mensageiro, primeiramente, se a Terra fosse redonda, ela se chamaria REDONDETA, e não PLANETA. “Plan” vem do latim, planus, logo é planeta porque é plana, oras.

    Serei educado o bastante para lhe explicar o movimento plan-etário: a Terra, por ser plana, tem no seu centro o Pólo Norte, e a explicação para o Pólo Norte ser tão frio, é porque o Sol gira no sentido de sua espessura, “TAL QUAL UM FRISBEE”, iluminando pouco essa região.

    Isso explica muito bem porque o velho Noel escolheu essas terras como morada, e também porque o pagão Odin ocupava o centro do mundo nos dias de glória, é a velha lógica do Panopticon. Hoje em dia o olho de D´us deve estar lá nos vigiando onipotentemente.

    Data vênia, resta à Antártida, “A Borda do Mundo”, criar um muralha protetora ao redor dos Oceanos.

    Aprendeu agora? Eu disse tudo o que está errado.

    1. Desculpe pelo comentário. Foi uma sátira dos terraplanistas. Acho que já estou meio maluco. Foi o último comentário do tipo, prometo.
      Você é ótimo.

      1. Não gosto desses comentários fakes, apesar se apreciar a ironia, porque acho que colocam pessoas em risco de acreditar neles.

        1. Esqueci de dizer que na Terra plana – o único modelo astronômico que respeita as medidas áureas de UMA PIZZA – , a borda da Antártida serve primordialmente para que não caiam respingos da água gelada oceânica no lombo de Atlas, o gigante que segura o mundo montado num elefante místico, que por sua vez encontra-se montado numa tartaruga anciã. No entanto, ocorrem eventualmente pequenos vazamentos nessa muralha de gelo, e a água gelada, como um chicote, faz com que Atlas se remexa, mexa, e isso gera terremotos, earthquakes e tsunamis. Como o Oceano Pacífico é o maior e mais volumoso oceano da planolândia (assim batizada por Carl Sagan), ele tem estatisticamente mais chances de transbordar respingos através da muralha, o que marca essa região, principalmente a costa asiática, com fortes contrações, gerando inclusive o Círculo de Fogo que assola o Japão com seus tremores sísmicos. Não à toa, lá foi criado o ídolo pagão Mario Brós, uma tentativa vã de, através do culto de um encanador, amenizar os problemas geológicos que assolam aquele povo.

        1. Bom, como vejo poucas pessoas comentando sobre o assunto, vou comentar, acredito que esteja assim,uma ideia e logica, que vem , da antropologia da escrita.
          dai, 1- A , 2-B, 3-C, / 1=4=D=TH, 2=5=E ,3=6= G, etc…em algum sentido de ideo-logus, A letra C e G e Y=3 tem o mesmo sentido, de tri, assim como a letra TH=D=1=3/2, que também tem haver com a antropologia que vem da aritmética. tri/hexa
          Esta ideia-logica também tem analogia da antropologia do prisma triangular das três primeiras pessoas do singular(singularizadas), Eu=A, THU=B, HELLO=C e o prisma paralelo, das pessoas no plural,(pluralizadas)N-US=nós=D=TH, V-Us=E,H-ELL-US=G.
          dai também a analogia dos raios, 1-Alpha, 2-Betha, 3-Y-C-Gamma-el,/4-D-Thelta,5-E-epsilon,6-O=Thetra.
          Dai, entende-se, eu, tu, ele, nos, vos, eles.
          Existe uma fono-ideo-logus-pictero-glifo, por traz das letras, as letras dizem mais do que imaginamos.
          Quando elas deixaram de estarem mono-glifos, para picto-glifos,(hieróglifos) e viraram letras, e perderam tua ideia-logica,pela interpretação do vocabulário vulgar, com o tempo isso ficou implícito, nas mesmas!
          para mim ,acredito que vem desta linha antropológica!

          1. La vem eles, rsrs, pior que ironizar algum conhecimento dos criacionista, esta dar espaço ao anti-criacionistas=satanistas.
            isso acontece “indiretamente” quando censuram os criacionistas! em nome de uma retórica sem, o porque!
            dai, melhor estaria se posicionar como ateu!
            Más a maioria se travestem deles apenas, para executar o um falso anti-criacionismo, satanista.
            Acredito que os maçons vem de uma cultura persa, egípcia, instalada em gales!!
            Não quer dizer que God ou D’eus ou D’eus esteja certo ou errado, acredito estar um pronome, ideo-logus-grafado de forma diferenciada partindo de princípios similares, porem difusos.
            Eu para fugir da ideo-lografia dos pronomes,e não me sucumbir aos paradigmas do e-ser e não ser, me rendendo ao “ESTAR UNIVERSAL “Uso ideo-logus-grafia do principio como, A-Do-Na-Y.
            como pode ver, esta forma de escrita, se refere a uma verbom-substantivação, do detentor de toda matemática quântica computacional do cosmos! duo-hexa-base 6, ou hexa base 12 como preferir! o criador, programador, que deu autonomia aos criados em tua criação programada!isto esta . pelo menos para os que entenderam o sentido de tudo isso!rsr

        2. 3º Mandamento: Não tomarás o nome de Deus em vão.

          “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão, porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão”. Êxodo capítulo 20, versículo 7

          É uma maneira encontrada por escritores, jornalistas, cronistas e crentes em geral de escrever sobre Deus sem ofendê-lo. Ao menos foi o que eu pude observar.

        3. Maçon ? Escrevem D`us ou G`d por causa do mandamento que diz que não se deve usar o nome de deus em vão ( Parece que foram os judeus portugueses que começaram com essa prática )

          Não tem muita lógica, porque se você começa a chamar Deus de D’us, D`us acaba se tornando o nome de deus e você está usando em vão da mesma forma.

          E o mandamento parece ser não usar deus para justificar atos que não sejam da vontade de deus ( jurar falsidades em nome de deus, matar pessoas porque deus ‘disse’ que devemos matar infiéis, etc… ). Mas já que isso é difícil então vamos “entender” que é o mandamento é sobre a grafia da palavra, 🙂

          Fora o fato de que se deus existe, deve estar cagando para essas bobagens de escrever deus ou d´us

        4. Esse hábito foi inventado para não se pronunciar ou escrever o nome de Deus em vão. Aí abreviam para D´us. É a mesma coisa que “coisa ruim”, capiroto etc., mas como se trata da entidade mor do espaço-tempo, resolveram de modo chiquetoso dar uma abreviatura D´or.

      2. Há uma nova teoria terraplanista que explica a extinção dos dinossauros: o meteroro colidiu com a Terra, balançou o plano e lançou os “dinos” para o espaço. Isto explica tudo, não?

  7. ficar esse tempo todo sem sexo, que vida besta…não tem palavra que o trump seja capaz capaz de pronunciar que valha isso.

    1. Eu entendo que algumas pessoas só vivam em razão dos instintos. Normal. Você está na média. 😉

      1. Falando sério, já houve casos de sexo no espaço, e de propósito. Teve uma astronauta russa que teria engravidado em órbita, uma experiência feita por eles. Pelo menos li isso, na Folha, na época.

        E que mal haveria de os astronautas terem seus momentos íntimos e transarem na ISS? A meu ver, nenhum.

        1. Radoico, vai ter de achar essa matéria aí. Porque *oficialmente* não houve sexo no espaço — exceto para camundongos, se não me engano.

          1. Parabéns, Rússia! Era para ser um experimento de sexo no espaço, e virou um experimento de sexo na Sibéria! Hehehe

Comments are closed.