Mensageiro Sideral

De onde viemos, onde estamos e para onde vamos

 -

Salvador Nogueira é jornalista de ciência e autor de 11 livros

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Astronomia: Por que precisamos de ‘Star Trek’

Por Salvador Nogueira

“Star Trek” volta à televisão no momento em que o mundo mais precisa dela.

AUDACIOSAMENTE DE VOLTA
Peço licença ao leitor para falar mais de arte e de sonho que de ciência hoje. Nesta segunda-feira (25) estreia no Brasil, pela Netflix, “Star Trek: Discovery”. A série marca o aguardado retorno de “Jornada nas Estrelas” à televisão, e já não era sem tempo. O retrato do futuro que ela pinta jamais foi uma inspiração tão necessária.

HÁ UM FUTURO
A cultura ocidental sempre manteve um flerte com a noção de fim do mundo. Mas, francamente, a era das redes sociais e do “fake news” transformou a situação em namoro firme. Agora temos praticamente um boato de apocalipse por mês. “Star Trek” começa por mostrar que a humanidade tem um futuro e, pasme, ele é bom.

A RAZÃO IMPERA

Humanos do século 23 são guiados pela ciência e por uma ética secular, não por crenças e superstições. Não precisamos ir longe para saber que é uma boa ideia. A mortalidade infantil global entre os séculos 19 e 21 não caiu de 1 em 2 para 1 em 25 por acaso. Também não foi milagre. Foi ciência — vacinas e antibióticos. E pode melhorar ainda mais. Mas pode piorar também, com movimentos antivacinas e outras ações contra a ciência. Para baixo, todo santo ajuda.

DIVERSIDADE
Na Frota Estelar, não importa se você é árabe, se é negra, se é oriental, se é gay, se é azul, se é robô! A humanidade aprendeu que sua força vem não da pureza, mas da diversidade. Superamos nossos preconceitos. Ninguém no futuro de “Star Trek” defenderia veto sistemático a imigrantes com base em sua origem ou etnia. E, claro, haveria respeito à ciência quando ela diz que “reorientação sexual”, além de ser um eufemismo ofensivo, é simplesmente uma fraude.

NÃO SOMOS PEQUENOS
Ninguém em “Star Trek” acha que o fato de o Universo ser vasto e cheio de vida por todo lado faz de nós, humanos, menos especiais. Pelo contrário; é sermos parte desse vasto cosmos e podermos explorá-lo o que nos torna grandes. Pois cada nova descoberta nos remete a quem somos e nos ajuda a sondar a própria natureza humana.

BÔNUS TREKKER
O blog é de ciência, não de ficção, mas se você gosta de “Star Trek” e quer seguir acompanhando as novidades da franquia, sugiro que você visite o site Trek Brasilis, que eu e uma equipe mantemos já há 18 anos, e se inscreva no novíssimo canal do TB no YouTube (o vídeo da coluna hoje está hospedado nele).

A coluna “Astronomia” é publicada às segundas-feiras, na Folha Ilustrada.

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook, no Twitter e no YouTube

Blogs da Folha