Arquivo - Categoria: Kepler

Kepler ‘renascido’ acha mais 104 planetas, cinco com potencial para a busca de vida

Como diria Mark Twain, os rumores sobre a morte do satélite Kepler foram enormemente exagerados. No primeiro grande trabalho de consolidação dos resultados obtidos após a “ressurreição” do telescópio espacial na forma da missão K2, um grupo internacional de astrônomos anunciou a descoberta de mais 104 planetas — alguns deles potenciais alvos para a busca(…)

Astrônomos acham planeta gigante com dois sóis na zona habitável de seu sistema

Já estamos fartos de saber que há planetas que orbitam em torno de duas estrelas simultaneamente. Também cansamos de ver planetas gigantes, e conhecemos um bocado de planetas na zona habitável. Mas agora encontramos tudo isso num único pacote: um planeta do tamanho de Júpiter girando em torno de uma estrela binária na região ideal(…)

Kepler-452b e o futuro da Terra

Imagine poder observar, de uma distância segura, o futuro longínquo da Terra, daqui a 1 bilhão ou 2 bilhões de anos — um futuro potencialmente fervilhante e inóspito, diga-se de passagem. O satélite Kepler, da Nasa, aparentemente fez algo parecido. Ele descobriu um mundo um pouco maior que a Terra, em torno de uma estrela parecida(…)

Bilhões de planetas na zona habitável

Para cada estrela no Universo, deve haver entre um e três planetas em sua zona habitável — a região nem muito quente, nem muito fria, que permite a presença de água em estado líquido na superfície. É basicamente a condição essencial para a existência de vida. Apenas na Via Láctea, a nossa galáxia, são cerca de 200 bilhões(…)

Os planetas mais antigos do Universo

Astrônomos usando dados, adivinhe só, do telescópio espacial Kepler, da Nasa, fizeram mais uma descoberta extraordinária. Eles encontraram o mais antigo sistema planetário de que se tem notícia, com cerca de 11,2 bilhões de anos. É verdade que a margem de erro é do naipe “ibope” — 1 bilhão de anos para mais ou para(…)

Começa a busca por mundos habitados

Uma descoberta épica acaba de ser feita pela missão K2, a segunda fase de operações do satélite Kepler, da Nasa. Seria apenas mais um planeta potencialmente similar à Terra, como tantos que já foram anunciados nos últimos anos, não fosse por um detalhe: ele é o primeiro a ser encontrado que permitirá a busca efetiva por(…)

Mais oito planetas na zona habitável!

Usando dados do telescópio espacial Kepler, da Nasa, astrônomos americanos anunciaram a descoberta de nada menos que oito novos planetas de pequeno porte localizados na chamada zona habitável de suas estrelas. Trata-se da região do espaço onde a incidência de radiação seria favorável à preservação de água em estado líquido na superfície. Essa é a(…)

No caminho para achar a “Terra 2.0”

Ainda pode demorar um bom tempo, mas estamos no caminho para descobrir a cobiçada “Terra 2.0”. É o que afirma o astrônomo Jonathan Fraine, da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, responsável pela primeira detecção de vapor d’água na atmosfera de um planeta de porte relativamente pequeno fora do Sistema Solar. O achado, divulgado ontem(…)

Planetas com dois sóis são comuns

O Universo é ainda mais interessante — e propício ao surgimento da vida — do que se supunha até agora. Um novo estudo feito por astrônomos americanos acaba de demonstrar que planetas que têm dois sóis são extremamente comuns, talvez até mais prevalentes do que os sistemas planetários em torno de estrelas solitárias, como o(…)

Kepler coleciona gêmeas solares

Um grupo internacional de astrônomos liderado por um brasileiro usou os dados do telescópio espacial Kepler para identificar, numa tacada só, nada menos que 22 possíveis estrelas gêmeas do Sol. Na real, esse é o único jeito seguro de estudar o passado, o presente e o futuro da nossa própria estrela-mãe. De quebra, pode ajudar(…)