Mensageiro Sideral

De onde viemos, onde estamos e para onde vamos

 -

Salvador Nogueira é jornalista de ciência e autor de 11 livros

Perfil completo

Publicidade

Visite Marte em realidade virtual

Por Salvador Nogueira

Você sonha em ser astronauta, visitar outros mundos? Em breve, todos nós poderemos conhecer os ambientes inóspitos que imperam nos planetas e luas do nosso Sistema Solar — tudo isso, virtualmente. A Nasa, agência espacial americana, e a Microsoft, gigante da informática, se emparceiraram para desenvolver um sistema que permitirá que cientistas explorem Marte num ambiente de realidade virtual, construído com base nas informações transmitidas à Terra pelas sondas enviadas ao planeta vermelho.

Cientistas explorarão Marte virtualmente com software desenvolvido pela Nasa e pela Microsoft (Crédito: Nasa)
Cientistas explorarão Marte virtualmente com software desenvolvido pela Nasa e pela Microsoft (Crédito: Nasa)

A parceria, anunciada anteontem pela Nasa, tem por objetivo explorar um novo dispositivo recém-apresentado pela companhia fundada por Bill Gates, o HoloLens. São basicamente óculos com computador embutido, capazes de projetar objetos holográficos interativos para seu usuário (e uma tentativa de copiar o conceito do Google Glass, que até agora não emplacou).

Com base nesse dispositivo, a Microsoft fechou um acordo com a Nasa para desenvolver um software chamado OnSight. Ele projetará um ambiente de realidade virtual holográfico da região onde se localiza o jipe Curiosity, o mais recente dos rovers enviados a Marte. A ideia é que os cientistas façam uso do equipamento para poder visualizar a região onde está a sonda como se eles mesmos estivessem lá.

“O OnSight dá aos nossos cientistas a habilidade de andar por aí e explorar Marte diretamente de seus escritórios”, disse em nota Dave Lavery, executivo do programa do Curiosity no quartel-general da Nasa, em Washington. “Ele muda fundamentalmente nossa percepção de Marte, e de como entendemos o ambiente marciano que cerca o jipe.”

Os primeiros testes do OnSight como ferramenta de pesquisa serão feitos ainda este ano, como suporte as operações do jipe Curiosity. Se tudo correr bem, o sistema deve se tornar parte integrante do planejamento da missão do próximo rover americano, marcado para 2020.

Outra coisa que com certeza deve acontecer, embora nada sobre isso tenha sido dito, é a aplicação ser adaptada para uso por “turistas”, por assim dizer. Gente que não quer estudar Marte, mas apenas ter uma experiência de como é estar de pé sobre uma árida e gélida planície marciana.

Num texto no ano passado, o Mensageiro Sideral mencionou um projeto de “cápsula do tempo” criado pela própria Nasa que encorajava as pessoas a fazer sua previsão para o mundo e o futuro da exploração espacial em 2023, quando a sonda Osiris-Rex voltará à Terra depois de colher amostras de um asteroide. Minha previsão?

“Em 2023, qualquer pessoa poderá explorar outros planetas aqui mesmo, na Terra, em ambientes de realidade virtual.”

Pelo visto, quando chegarmos lá, isso já vai ser notícia velha…

NA TV: E por falar em viagens virtuais, neste sábado (24), na GloboNews, o Mensageiro Sideral faz uma visita à era dos dinossauros, em busca de sobreviventes. Será que alguma dessas majestosas criaturas sobreviveu à terrível extinção, 65 milhões de anos atrás? Não perca, neste sábado, a partir das 22h, no Jornal das Dez da GloboNews!

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook e no Twitter

Blogs da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade