Lixo espacial que vai cair na Terra pode ser resquício das missões Apollo

Um pedaço de lixo espacial vai cair na Terra às 4h20 (de Brasília) desta sexta-feira (13), sobre o Sri Lanka. Ninguém sabe a que missão ele pertenceu. Mas uma das possibilidades é de que ele seja um remanescente das missões Apollo, que levaram humanos à Lua entre 1968 e 1972. “Se for [da] Apollo, seria o terceiro estágio [do Saturn V, foguete usado nas missões]”, diz Cristovão Jacques, líder do SONEAR, em Oliveira (MG), o mais produtivo observatório brasileiro na busca por asteroides próximos à Terra. “Alguns desses terceiros estágios impactaram a Lua no passado.”

O que se sabe concretamente é que o objeto tem uma densidade muito pequena — determinada pela Agência Espacial Europeia como 0,1 grama por centímetro cúbico –, o que significa que se trata de algo muito leve para ser um asteroide. Provavelmente, é mesmo um estágio superior de foguete, vazio. (No vídeo acima, confira o registro que o SONEAR fez do objeto, a um dia de reentrar na atmosfera terrestre.)

Identificado pela sigla WT1190F, ele foi descoberto em 2013 por um projeto de busca de asteroides, o Catalina Sky Survey. Os astrônomos então foram verificar em imagens antigas se ele aparecia e conseguiram encontrar possíveis registros dele desde 2009 — então sabemos que ele foi lançado antes disso. Sua órbita, contudo, tem flutuado bastante e não é estável. A maioria dos objetos em órbitas como essa tendem a cair na Terra ou na Lua, cedo ou tarde.

Em 2011, sua órbita era menos oval e sua aproximação máxima da Terra se dava a 248 mil km de distância. Em 2012, ele passou a apenas 22 mil km da Lua e depois sua órbita se tornou ainda mais achatada, com perigeu de 105 mil km. Antes da colisão, sua órbita tinha perigeu de 21 mil km e apogeu de 655 mil km.

Em 2003, chegaram a encontrar, em circunstâncias parecidas, o terceiro estágio da Apollo 12, segunda missão de pouso lunar, que entrou numa órbita heliocêntrica (em torno do Sol) e depois acabou recapturado brevemente pela gravidade da Terra, quando voltou a ser observado, décadas depois de seu lançamento, em 1969.

Imagem do astronauta Alan Bean, da Apollo 12, na superfície lunar, em 19 de novembro de 1969.
Imagem do astronauta Alan Bean, da Apollo 12, na superfície lunar, em 19 de novembro de 1969.

Contudo, será praticamente impossível determinar se é esse o caso desta vez, a não ser que novas buscas em arquivos antigos de imagens consigam mais registros anteriores do objeto que o conduzam até sua data de lançamento e trajetória inicial.

“O problema é que, se fosse somente o efeito da gravidade, seria fácil calcular e saber quem [lançou]”, explica Jacques. “Mas o efeito da radiação solar influi muito.”

O mistério acaba em algumas horas, e deve ficar mesmo sem solução. A expectativa é que, por seu tamanho diminuto e velocidade expressiva, o pedaço de lixo espacial queime na atmosfera terrestre sem deixar vestígios. Mas é curioso notar que, além dos asteroides, agora temos de nos preocupar com o lixo que deixamos lá em cima — cedo ou tarde, ele pode voltar a cair sobre nossas cabeças.

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook e no Twitter

Comentários

  1. A tropa do analfabetismo científico e do fanatismo religioso está atacando com força, hein? Este pessoal não é capaz de nada e acha que todo mundo também não é.

    1. Caro Geraldo,

      Acho que é o de sempre. O tal roger é tão tosco, que chega a ser hilário. É interessante quando ele aparece por aqui. O Alfredo é frequente e sempre na mesma ladainha. Os outros não importunaram. Até o Wadão (re)apareceu, sem “causar” — ultimamente éramos brindados apenas pelo Wadinho.

      Mas confesso que, de repente, acho que o tal roger seja alguém inteligente apenas provocando, para ver a reação das pessoas. Como um “ensaio” para um doutorado, sei lá (imagino o título: “Da reação das pessoas às opiniões estúpidas — um estudo de caso”).

      Por que se todo aquele lixo que ele tecla for seu pensamento e convicção, realmente seria um caso interessante tanta estupidez reunida numa pessoa só. Haja antropólogo. Ele ganha de todos os “pets” normais que abundam por aqui, juntos!

      sds!

    1. Roger, acho que você entende que existem lunetas muito poderosas…. Explica para mim, porque da praia não enxergamos a África com uma dessas, se a Terra é plana?

      Por que um navio desaparece aos poucos, primeiro o casco, depois as cabines altas e por último a chaminé, sendo a Terra plana?

      Aliás, você acredita que o mar existe?

  2. salvador nao sabia q vc era tão covarde e medroso pra bloquear o q estou escrevendo ,pq sera q tem medo ,sabe q estou falando verdades ,eu te entendo

  3. Caindo ou ficando perambulando, queimando ou caindo aos pedaços é lixo e realmente merece uma tratativa em debates de alto nível, como estou tendo a oportunidade de ler.

  4. hitler disse que quanto maior for a mentira mais vão crer ,to lembrando aqui do dia do halloween dia das bruxas rapidamente nasa mentirosa disseq tinha um asteroid q ia passar proximo a terra e o nome do asteroid dado foi a grande abobora , se trata de golpe e pura propaganda pra festa do dias das bruxas deles ,inventa tamanha mentiras como essa
    http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2015/10/como-e-o-asteroide-que-esta-se-aproximando-da-terra.html

    gente nao existe nada do ser humano fora da terra nada de nada ,nada consegue sair da terra é impossivel , existe tres grandes barreras que impede nada pode se quer chegar proximo a termosfera da terra q tem temperaturas de 2500 graus qualquer foguete q chegar proximo a termosfera explode e os pedaços fica em forma liquida os foguetes nao passa de 32 km ou seja vai até a estratosfera a termosfera da terra começa a 85 km imagine ai ,ja vi q aqui nesse blog tem um monte de adolescente ou gente q curte filme de ficção cientifica

    1. Roger, já que você é tão esperto e versado em mentiras, adoraria que você explicasse a incrível experiência já vivenciada por muitas pessoas ao viajar de avião ou navio. Ao avançar suficientemente numa direção, ela consegue voltar ao ponto de partida! Não é incrível? Pois é, o primeiro a fazer isso foi o navegador português Fernão de Magalhães. Desde então, muitos, muitos, muitos humanos vivenciaram o mesmo fenômeno. Ninguém precisou ir ao espaço para checar a esfericidade da Terra, ao contrário do que você, ingenuamente, supõe! Aliás, Eratóstenes, que era muito mais esperto do que eu ou você, chegou a calcular com grande precisão a circunferência da Terra, sem jamais se deslocar mais de 787 km. Como? Pesquisaí, você é esperto, vai entender. 😉

    2. E provar o que tá falando, nada, né?

      Eu posso confirmar que o asteróide é real, eu vi e toquei nele com minhas próprias mãos!

    3. Existem dois tipos de pessoas que frequentam este blog:
      – as que acreditam que somo o fantástico resultado de 3,8 bilhões de anos de evolução;
      – e as que acreditam que fomos “criados à imagem e semelhança”.

      Mas esse sujeito parece incapaz de agir apropriadamente com qualquer uma das possibilidades supracitadas…

  5. Nas décadas de 50,60,70 dezenas de missões americanas e soviéticas foram para Lua, para impactar, orbitar, pousar e inclusive retornar amostras e esse pequeno objeto de 1-2m com boas chances são de alguma dessas missões. Não podemos esquecer que as missões chinesas atuais tbm tem resquícios vagando pela área, http://sattrackcam.blogspot.nl/2015/07/rapid-tumbling-of-change-2-rb-2010-050b.html e as possíveis missões militares secretas das quais nunca saberemos onde já foram. De qualquer forma não saberemos mesmo do que se trata pois ele foi cozinhado na reentrada. Esse vídeo mostra isso : https://www.youtube.com/watch?v=YJT-q8_dl88

    1. É, mas os últimos lançamentos chineses sabemos onde estão, então não são deles. Pode ser qualquer coisa soviética ou americana, ou quiçá de outra nação (Índia, Japão). O único requerimento é que tenha sido lançado antes de 2009. 😉

      1. Acho que ele estava apenas exercitando o ceticismo dele, ressaltando que não necessariamente o lixo espacial é da Apollo (que ele acha que nunca voou além da órbita terrestre).

        1. Exercício de ceticismo não maior que o exercício de crença que fazes periodicamente Salvador.
          E até pode ser pedaço das Apollos, uma vez que alguma coisa delas tem de ter ido em direção a Lua, para retransmitir sinais de rádio, ou mesmo com objetivos visuais pois os telescópios apontados para o espaço cislunar tinham condição de captar as plumas dos foguetes.

          1. Certo, então você admite que os foguetes que dizem ter sido usados para ir à Lua foram de fato à Lua, mas não levaram os astronautas. Qual é o sentido disso? Sabemos que a nave usada para abrigar astronautas existia, já que até os russos puderam entrar numa Apollo no encontro Apollo-Soyuz de 1975. Qual é o sentido de fazer uma nave para ir para a Lua, um foguete para empurrar a nave para ir para a Lua, lançar o foguete, lançar a nave, mas não deixar os caras irem para a Lua?

            Ah, aproveita e explica por que o Nixon tinha pronto o discurso da morte do Buzz e do Neil, caso desse problema o pouso da Apollo 11, se na verdade eles nunca estiveram para pousar na Lua… 😛

          2. Os foguetes nunca foram capazes de colocar a quantidade de equipamento necessária para uma ida e volta tripulada na Lua, Já mostrei estudos russos (independentes claro) que mostram isso.
            http://www.aulis.com/pdf%20folder/Pokrovsky1.pdf

            http://www.aulis.com/pdf%20folder/F-1_Evaluation.pdf

            E a maior Prova é que o projeto do SatV foi jogado no lixo, apagado do mapa, e estão construindo do zero o SLS.

            Porém dava pra empurrar alguma coisa mais leve para lá mas sem ninguem dentro pois até hj não resolveram a questão da radiação. Orion tem provado o quanto é difícil.

            O Nixon tinha discurso pronto para qualquer ocasião por que fazia parte do teatro. Como fez parte do teatro a ligação
            dele da casa branca para a lua.
            O Astronot agradece as palavras dele em menos de 1 seg kkk.
            Quem me dera que tivessemos ligações assim hj em dia. A Internet seria 10G.

            https://www.youtube.com/watch?v=ieGKIh3koAI aos 2:55min

          3. O N-1 não fazia isso? Você já leu estudos russos sobre o N-1?
            (E o discurso pronto do Nixon só veio a público recentemente… na época, ele não serviu a teatro nenhum, porque ninguém o viu.)

          4. Fredinho, Fredinho… tsc tsc…. O trechinho final do vídeo, após o Nixon dizer “look forward to seeing you on the Hornet on Thursday” não é um agradecimento, mas sim um ruído da ligação, provavelmente causado por alguém do CAPCOM. Repare no próprio vídeo que você postou que logo após interromperem a ligação ainda há conversas captadas (alguém do Hornet ou de Houston). Note neste vídeo aqui que a voz que diz o suposto agradecimento é completamente diferente da voz que diz “Look forward to that very much sir. ” (com o delay correto).

            https://www.youtube.com/watch?v=mIuwXtQj9Eg

            Transcript da NBC: https://highered.nbclearn.com/portal/site/HigherEd/flatview?cuecard=1777

            Try again.

          5. Ainda digo mais, na eventualidade de realmente ser um “Thank You” (como é exibido em alguns transcripts), o Armstrong pode ter respondido imediatamente após o “Thank You” do Nixon, antes de perceber que havia mais alguma coisa a ser dita por ele, algo comum em conversas com delay (a mulher do sanduíche iche iche que o diga!).

            Pense nisso.

      2. Felizmente bom senso é o que não me falta Jorge e a tempos atrás realmente questionava as alunissagens, hj em dia tenho certeza que não ocorreram mesmo. 🙂

        1. Faltou explicar como os chineses fotografaram o equipamento da Apollo lá na Lua. Mas isso é detalhe. rs

          1. Não mostraram. O chinês disse que só estavam divulgando publicamente as imagens deles com 50 metros por pixel de resolução, insuficiente para visualizar o hardware da Apollo. Mas eles tinham fotos com até 1,5m/pixel de resolução — só não estavam divulgando. Coisas do programa chinês.

          2. Não mostraram as fotos que revelariam a supercapacidade das suas câmeras???
            Que meigos, são tão modestos.

          3. Exato. Você sabe como é o programa espacial chinês… eles entregam bem pouco do que fazem. Não é exatamente a Nasa. Mas confirmaram que as coisas estão lá. 😉
            Agora, claro, você pode em vez de acreditar na palavra deles acreditar numa conspiração mundial em favor do projeto Apollo. Mas o que os chineses ganhariam com isso? O que os russos, na década de 60, ganhariam com isso? Ah, para que explicar isso? Eles foram enganados também, né? Só você, que é espertão, não foi. Certo.

            Aliás, acabo de formar uma hipótese incrível. Acho que os americanos foram até a Lua só para fraudar a viagem a Lua. Mandaram os astronautas para lá só para deixar os resquícios, aí voltaram para a Terra e gravaram tudo em estúdio, só para dar a espertalhões de todas as idades algo para se distrair! rs

        1. Não, fui direto no link do rapaz.
          Acredito que o homem foi a Lua, aliás, nem acho que é questão de “acredito” “não acredito”. Somente idiotas acham que não.
          Porém achei que teria uma explicação a falta de delay, mas agora fez mais sentido, que o video foi editado.
          Abraços

  6. Bom dia, Salvador!

    Isso me lembra a história de que meu avô tinha medo de sair de casa quando soube que a skylab iria cair em algum lugar na Terra…kkkkkk
    Estou aqui pensando no lado Relações Internacionais da coisa heheheh…
    Esse assunto sobre lixo espacial já tinha passado na minha cabeça…por exemplo, alguém pode ser responsabilizado por essa queda, caso ela cause estragos? O país que lança qualquer coisa no espaço tem alguma responsabilidade sobre o que deixa para trás?

    Obrigada! 🙂

    1. E com razão, porque pedaços do Skylab caíram lá no Canadá e, embora não tenham causado feridos, não foi divertido. rs
      Boa pergunta, Anne. Tenho a impressão de que o país que lançou é responsável, sim, e tem de ressarcir se causar danos. Mas no caso de hoje, ninguém sabe de quem é o lixo, o que torna tudo mais complicado. Por sorte, é um troço pequeno, que queimou e não causou nenhum tipo de dano. 😉

  7. Salva, não teve um dos terceiros estágios do programa Apolo que teve problema na queda intencional na lua? Seria ele?

    1. Os Saturn V todos funcionaram perfeitamente. A única falha que houve foi no módulo de comando da Apollo 13.

      1. Não Salva, não modulo de comando e talz, teve um terceiro estágio, acho que da 12 ou 14, que seria derrubado na Lua como todos os outros, mas q perderam o controle dele e ninguém sabe onde foi parar..

  8. Oi, Salvador.

    Por motivos de dificuldade financeira, (quem não?) tivemos que cortar gastos, minha família e eu, mas agora normalizou. Enfim, hoje o técnico veio reinstalar a internet e mal ele saiu adivinha qual o primeiro site que meu marido entrou? Adivinhou?Acessou o site,puxou a cadeira pra mim, depois me trouxe um sanduíche e disse: ” Pronto, taí, aproveita, sei q só vou te ver na cama de madrugada.” Antes de ir tirou uma foto pra mostrar pras minhas amigas minha cara de felicidade ao ler o Mensageiro Sideral.

    1. Florbela21, fico extremamente honrado com esse seu relato! E feliz de saber que seu acesso à internet está normalizado! Continue por aqui! 🙂
      Abraço!

  9. Roda na internet um filme espetacular apresentando um dos ônibus espaciais americanos completamente destruído circulando a órbita terrestre. Pode ser um truque, mas se for, é muito bem feito mesmo. Veremos. Quem sabe com essa queda não tenhamos algum esclarecimento.

      1. Deve ser esse:

        https://www.youtube.com/watch?v=6KS-ypy88fY

        “A video I made to show how the Shuttle may look if it was destroyed in space. Filmed from the ISS or maybe another Shuttle. All made with real photo’s of the Shuttle then I used Photoshop to make it look damaged and in pieces. Then I put it in space using After Effects.”

  10. Taí uma profissão promissora do futuro: Gari Espacial. Com o número de lançamentos aumentando, logo vai ser preciso fazer isto. Será que o traje seria laranja com faixas fluorescentes também?

  11. Para aqueles que ainda não acreditam que o homem chegou à Lua, um pedaço da verdade está prestes a cair sobre suas cabeças. O módulo lunar da Apolo, que fazia o pouso na Lua, decolava da Terra dentro do terceiro estágio do Saturno V e era acoplado ao módulo de comando durante a viagem. Somente um lançamento à Lua justificaria a órbita tão distante do objeto que está voltando agora. Como seria bom que esse terceiro estágio caísse inteiro e ainda viesse com alguma grafite do tipo “Aldrin e Armstrong estiveram aqui”. Mas acho que nem isso convenceria os incrédulos.

  12. Salvador,
    Sei que é impossivel, mas como todos gostamos dessas coisas…. Já pensou que emocionante se estamos aqui esperando a queda de um lixo espacial terrestre e de repente esse material entra na atmosfera, não se destroi, cai na terra e quando vamos ver é um pedaço de material que não existe na terra e não conhecemos… Putz como seria emocionante isso!!..rs

      1. AAhhh claro que não. Se eu fosse escrever um filme de Ficção cientifica eu pensaria em algo bem diferente, afinal isso já aconteceu em Roswell !!…rs

        1. Não, em Roswell teria caído uma nave. Estamos falando de um cacareco qualquer. Um artefato, talvez? Uma estatueta? 😛

          1. Salvador,
            Eu precisava de um e-mail seu, pois queria lhe mandar um link de um video da NASA do proprio site. E gostaria da opinião de alguem voltado a Ciência, pois apesar de o video ser um pouco intrigante a explicação que recebi de um ufológo muito famoso por sinal, não me convenceu e até troquei e-mails com ele argumentando sobre o que eu achava, mas…rs. Então até hoje tenho a pulga atrá da orelha sobre isso, e gostaria muito de sua opinião.
            Obrigado.

  13. Olá Salvador. Recentemente li que o o big bang não foi um fia lux natural, mas decorrente de uma experiência de uma civilização super avançada que errou e lascou tudo. Isso é considerado uma alternativa consistente na seara científica? Abraço

    1. Não temos nenhuma evidência disso. Não temos a mais vaga ideia do que pode ter causado o Big Bang. Há quem diga que ele aconteceria naturalmente, com tempo suficiente. Há quem diga que há big bangs o tempo todo em diferentes partes do espaço-tempo, inacessíveis para nós. há quem diga que buracos negros produzem outros big bangs. há quem diga que foi Deus. e há quem diga que pode ter sido fruto de uma ação deliberada por uma civilização avançada de outro universo. como discriminar entre todas essas hipóteses? provavelmente não há como, pois faltam evidências…

      1. A um hipótese interessante mas que vai no sentido oposto, que nega o próprio Big Bang, vou citar ela aqui só para deixar as coisas mais complicadas do que já estão! 😛

        O universo com idade infinita!

        Um físico da Universidade de Heidelberg, na Alemanha, Dr. Christof Wetterich não coaduna com a ideia do Big Bang, o surgimento instantâneo do universo.

        Para ele o universo pode ser infinito, com um passado frio e calmo. Ele defende que o Universo “sempre existiu” e sua situação inicial era quase que estática.

        Segundo ele as massas de todas as partículas elementares aumenta constantemente, embora muito lentamente.

        “Os primeiros eventos que são indiretamente observáveis hoje não estão no bilionésimo de bilionésimo de bilionésimo de segundo após o Big Bang – eles se estendem a algo em torno de 50 trilhões de anos atrás.”

        1. Victor, há várias teorias sobre o surgimento do universo, muitas de cientistas sérios que não aceitam o Big Bang.

          O problema é que essas teorias não conseguem explicar a radiação de fundo e muitos experimentos foram tentados para dar-lhes suporte e não resultaram em nada.

          Aprendi isso no curso de Cosmologia do Observatório Nacional. A única teoria que tem alguns experimentos confirmatórios é a do Big Bang, mas, não são definitivos, há espaço para divergência.

          1. Rodoico, eu pessoalmente entendo a teoria do Big Bang como sendo a que melhor o universo, não é a teoria definitiva, mas é a maioria dos físicos acham que ela é a melhor.

            Só citei essa outra para causar polêmica mesmo. A ideia é instigar as pessoas a pensarem diferente, ir além do modelo usual. rs

            🙂

  14. Gostaria de um posicionamento técnico, também, sobre a possível existência do Planeta X, e da aproximação deste sistema ao nosso sistema solar.

    1. Não existe um planeta X, não como o pessoal sai por aí espalhando. Talvez exista um nono planeta no Sistema Solar, mas ele estaria numa órbita que nunca o traz para perto das regiões internas do sistema. Ficaria permanentemente além de Netuno. Hercólubus e Nibiru, por vezes chamados de Planeta X, são lendas urbanas.

    2. O posicionamento técnico é: não existe, pois se trata apenas de uma peça de ficção científica.

  15. Assunto: Escurecimento do Sol

    Salvador; no site da SOHO, sohowww.nascom.nasa.gov, em THE SUN NOW, entre em GIF Movies, e veja os vídeos EIT 284A e LASCO/C3.
    Há um escurecimento anormal no polo norte e no equador, na imagem EIT 284A, e um objeto que não está identificado, em LASCO/C3.
    Seria interessante comentário técnico, de um profissional do setor.

    1. Marcos, o escurecimento é só naquele filtro específico. Não tem nada de anormal. Com relação ao objeto observado na LASCO/C3, pela velocidade, parece ser um cometa. Nada de incomum. O SOHO comemorou outro dia a descoberta do seu cometa de número 3.000!

    1. @Eu™ a pergunta: qual é o seu prazer ao escrever suas bobagens? Polemizar? Ou mostrar para todos a sua ignorância?

      1. Tetsuo, anda sumido! Poxa, não fala assim! O Eu gosta de causar, é meio bruto, mas no geral é um sujeito sensato!

      1. Eu, você andou aplicando sondas anais em alguns sujeitos por aí?

        Os leitores mais assíduos vão entender a referência hehehehehe

Comments are closed.