AO VIVO: Nublado? Aqui tem eclipse solar!

Salvador Nogueira

Entre as 9h40 e as 13h40 deste domingo (26), tem desfile! A Lua passa à frente do Sol, produzindo um eclipse solar. Ele será visível na maior parte do território nacional, e para o Brasil será apenas parcial. A melhor coisa, claro, é ver no céu, com os próprios olhos (tomando todas as precauções). Mas, para quem encontrar céu nublado ou quiser pelo menos ouvir informações sobre o fenômeno enquanto acompanha, o Mensageiro Sideral transmite ao vivo, a partir das 10h, com comentários dos astrônomos Cristóvão Jacques, Alcione Caetano e Janer Vilaça.

Para quem for ver com os próprios olhos, ele será visível em praticamente todas as regiões do país, menos na Norte. Centro-Oeste, Sudeste, Sul e parte do Nordeste verão a Lua se projetar parcialmente sobre o disco solar — e quanto mais para baixo no mapa você estiver, maior será o percentual do Sol bloqueado.

Apenas numa estreita faixa do globo que se estende do extremo sul da América do Sul (passando por Chile e Argentina) até o sul da África o eclipse será anular – ou seja, nesses lugares, por alguns instantes, a Lua deixará visível apenas um anel do disco solar.

COMO OBSERVAR COM SEGURANÇA

Olhar diretamente para o Sol sem proteção é uma péssima ideia. A melhor solução é usar vidro de máscara de solda. A Nasa, agência espacial americana, recomenda o uso de vidros No. 14, capazes de bloquear os raios nocivos do Sol e permitir a passagem de uma quantidade confortável de luz solar. Essas lâminas de vidro são encontradas facilmente em casas de ferragens e de material de construção.

Os astrônomos não recomendam improvisos nessa hora — tem gente que usa CD e chapas de raio-X usadas, mas essas gambiarras podem resultar no pior dos mundos. Por um lado elas de fato reduzem o brilho solar, o que aumenta o conforto visual, mas por outro não bloqueiam os raios infravermelhos nocivos que emanam da nossa estrela-mãe. Moral da história: se olhar por tempo demais, você estraga sua vista e não tem nem noção imediata disso, porque o estrago foi feito por luz que você nem podia enxergar. Muito cuidado. (E nem pense chegar perto de qualquer instrumento óptico sem filtros apropriados para observação solar. É cegueira certa.)

Se faltar o vidro da máscara de solda, há alternativas “low tech”, como improvisar um sistema para projetar a imagem do Sol num anteparo fazendo um furo com um alfinete numa caixa ou mesmo numa folha de papel. É uma popular ideia tentar observar pela reflexão solar numa superfície de água — você corre riscos similares aos de olhar diretamente.

VEJA COM QUEM MANJA

Diversas instituições estão preparando atividades para a observação do eclipse, e outros grupos farão transmissões ao vivo,  entre eles os canais Astronomia ao Vivo (a partir das 9h15) e Ciência e Astronomia (a partir das 8h30). Confira uma lista atualizada delas, compilada pelo GaeA (Grupo de Apoio a Eventos Astronômicos):

– Amparo/SP: Polo Astronômico de Amparo
– Aragoiânia/GO: Gunstar Team (Vale do Éden)
– Batatais/SP: Projeto Astronomia Para Todos (Praça atrás do Santuário do Bom Jesus da Cana Verde)
– Bauru/SP: Observatório Lionel José Andriatto (UNESP)
– Belo Horizonte/MG: CAU (transmissão – Mensageiro Sideral)
– Bilac/SP: OCA (transmissão – Astronomia ao Vivo)
– Botucatu/SP: Observatório Sagitário (transmissão – Astronomia ao Vivo)
– Brusque/SC: OAB+CAB (Observatório Astronômico de Brusque)
– Campinas/SP: Aglomerado Aberto (Observatório Edmond Halley – Solar das Andorinhas)
– Campinas/SP: Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini
– Campo Grande/MS: CACS (Casa de Ciência e Cultura)
– Campos Sales/CE: CAPO (Praça Central)
– Capanema/PR: GAAC (Praça dos Pioneiros – Centro)
– Catas Altas/MG: Grupo de Astronomia da UFMG (Praça Monsenhor Mendes)
– Chapecó/SC: Apontador de Estrelas + Espaço Astronomia UDESC (calçadão de Chapecó, ao lado da Havan)
– Cuiabá/MT: IF-UFMT (Campus UFMT – Estacionamento atrás da biblioteca Central)
– Cunha/SP: Astroclube Cunha (Observatório ArgoNave)
– Diadema/SP: SAAD (transmissão – Victor Rondon)
– Ferreiros/PE: Observatório Monte Saturno (transmissão – Ciência e Astronomia)
– Florianópolis/SC: GOA IFSC-SJ (bolsão do trapiche da Beiramar Norte)
– Florianópolis/SC: GEA (Avenida Beira Mar Norte junto ao Bar Cochichos)
– Fortaleza/CE: Clube de Astronomia do CAIC (Rua Dr Fernando Augusto, 3073 – Bom Jardim)
– Foz do Iguaçu/PR: SpySky+Polo Astronômico Casimiro Montenegro Filho
– Goiânia/GO: CAA (Parque Flamboyant)
– Goiânia/GO: Gunstar Team + Planetário da UFG (Planetário da UFG)
– Iguaraçu/PR: GEAI (Praça da Igreja Matriz)
– Itajubá/MG: LNA+UNIFEI (Campus da UNIFEI)
– Itanhaém/SP: OAAE/CEU/GUE (Boca da Barra)
– Itapetininga/SP: Clube Centauri (Colégio CEI – Rua Dr. Coutinho,152)
– Itaúna/MG: Projeto Astronomia de Quintal (comunidade de Angicos)
– Jataí/GO: Projeto Redescobrindo a Astronomia (Praça Lambari)
– João Pessoa/PB: APA+LAECB+NEPA/IFPB (Estação Cabo Branco)
– João Pessoa/PB: BRAMON (transmissão – Ciência e Astronomia)
– Juazeiro/BA: Astromaníacos (Orla Nova – próximo ao vaporzinho)
– Londrina/PR: Observatório Draco Australis (transmissão – Astronomia ao Vivo)
– Londrina/PR: Gedal + MCTL-UEL (Praça Nishinomiya – Aeroporto)
– Londrina/PR: Planetário de Londrina
– Luminárias/MG: OSL (Rua Haifa 208 – Bairro Espigão)
– Maceió/AL: CEAAL (Usina Ciência)
– Maceió/AL: PAM+OAGLL+CLAM (Praça Mario Jambo)
– Marechal Cândido Rondon: Luciano Palagano (Parque Ecológico Rodolfo Rieger – Lago Municipal)
– Marialva/PR: CAEH+Grupo Centauro (Praça do Colégio Anjos Custódios)
– Marília/SP: GRAMA ( Praça Mário Cosentino – ao lado do Espaço Cultural)
– Maturéia/PB: APA+BRAMON+Ciência e Astronomia (Transmissão Ciência e Astronomia)
– Monte Mor/SP: Observatório Solaris (Solaris)
– Nova Friburgo/RJ: CANF (Planetário de Nova Friburgo)
– Nova Friburgo/RJ: GACEC (Colégio Estadual Canadá)
– Petrópolis/RJ: NAAP+CARJ (Parque Municipal de Itaipava)
– Ponta Grossa/PR: SPCA (Parque Ambiental)
– Ponta Grossa/PR: Observatório Astronômico da UEPG (UEPG Campus Uvaranas)
– Ponta Porã/MS: GEPAP (Parque dos Ervais Aires Marques)
– Porto Alegre/RS: Colégio Militar de POA (transmissão – Ciência e Astronomia)
– Rio Claro/SP: GEARC + Projeto Escola dos Astros (Estacionamento Shopping Rio Claro)
– Rio de Janeiro/RJ: NGC-51+ECV (Espaço Ciência Viva)
– São Gonçalo/RJ – CASG-LV (Centro Cultural Vila Lage)
– São Carlos/SP: Observatório Dietrich Schiel – CDCC/USP
– São Francisco do Sul/SC: Urso del Sur (Aldeia Morro Alto)
– Santo Antônio de Pádua/RJ: Astronomia UFF Pádua (UFF)
– São Paulo/SP: Escola Municipal de Astrofísica
– São Paulo/SP: Guilherme Sampaio (Parque do Ibirapuera)
– São Paulo/SP: Cienctec (transmissão – Ciência e Astronomia)
– Serra/ES: Fábio Moura (Parque Residencial Laranjeiras)
– Taperoá/PB: APA+Mistérios do Universo (Praça Pedro Delmiro)
– Videira/SC: ODF (Observatório Municipal Domingos Forlin)

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook, no Twitter e no YouTube

Comentários

  1. Salvador,
    Aqui em São Vicente consegui ver o eclipse. Não consegui tirar fotos mas fiz desenhos do sol eclipsado a cada 15 min começando às 11h (perdi o comecinho) e terminando às 12h45 (a lua foi embora entre 12h50 e 12h55). Em Santos um conhecido disse que não deu pra ver por causa da chuva (que aqui só começou depois da 13h quando o eclipse já tinha acabado).
    Agora é esperar 2020 já que o de agosto não vai dar pra ver aqui.

      1. “O que os olhos não veem o coração não sente”… o cara nem deve ter tentado com algum método, deve ter imaginado que ia “ficar noite” de dia e tirou conclusões “çábias”… 🙁

        Eu vi com o vidro no. 14 e tirei foto com o celular (o que diminuiu bastante o tamanho do Sol, ver foi bem melhor)! 🙂

  2. God é tão sábio que nublou o céu do Brasil para que os esquerdistas ativistas siderais não pudessem ver o eclipse. Isso só é mais um viés de confirmação para a minha fé. O Senhor me mostrou que sua vontade é contra a divulgação da ciência.

    Céu DIREITO é céu SEM ECLIPSE.

    Viva a Lei de Murphy, a maior lei criada pelo Poderoso!

    Eclipses não passarão!

  3. Confesso: acabei de olhar diretamente para o Sol por alguns segundos, não estou usando um teclado em braille, mas tem bolinhas amarelas em tudo que ólho… voltando para o MS do YouTube.

    1. eu tenho várias manchas no meu campo de visão porque insisto em olhar diretamente o sol, existindo eclipse ou não. apesar de não ter ficado ainda cego por causa disto, não é uma prática que recomendo… é melhor evitar! 😉

  4. Aconselho observar só com o olho esquerdo, porque se ficar cego ainda sobra o olho direito…

    Brincadeirinha, hehehehehe!!!

    1. nossa língua tem várias palavras com mesmo sentido mas com grafia e pronúncia ligeiramente diferentes. este é um destes casos.

      e ao mesmo tempo existem palavras que se escreve e até mesmo se fala do mesmo jeito, mas que têm sentidos completamente diferentes dependendo do contexto em que são colocadas. às vezes são até de classes gramaticais diferentes, por exemplo, uma é substantivo e a outra, exatamente igual, é verbo…

  5. EM BOM JARDIM DE MINAS, SUL DE MINAS, PRÓXIMA A JUIZ DE FORA – TEMPO NUBLADO. ESTAMOS ASSISTINDO ATRAVÉS DA TRANSMISSÃO DE VOCÊS.

  6. Estou a semana inteiraaaaaaaaaa esperando o eclipse solar eu moro no sul (PR) eu li muito e descobri que aqui no sul vai ser total !!!!

  7. Salvador,
    Estou no Guarujá. Já estou aqui nos preparativos do Eclipse com minha lâmina de vidro de R$ 1,90. Hehehe boa dica!!!

Comments are closed.