Cientistas transmitem música para ETs e ‘escutam’ objeto interestelar, para o caso de ele ser uma nave

Se a humanidade acabar sem fazer qualquer contato com inteligência extraterrestre, não vai ter sido por falta de tentar. Enquanto os organizadores de um Festival de Música em Barcelona enviam uma mensagem de rádio com música terráquea para uma estrela próxima, uma equipe do projeto Breakthrough Listen sintoniza a partir desta quarta-feira (13) seus radiotelescópios no objeto interestelar ‘Oumuamua, que está de passagem pelo Sistema Solar, na esperança de que ele seja uma espaçonave alienígena.

Essas iniciativas são reunidas respectivamente nas categorias METI e SETI. ETI é sigla para inteligência extraterrestre. M é de mandar mensagem, e S é de busca. Nenhuma delas é totalmente inédita, mas inédito é o conhecimento que temos para promover ações como essa.

Começando pela iniciativa do Sónar Festival de Barcelona, que acontece em junho de 2018. Para celebrar a ocasião, os organizadores tiveram a ideia de promover a campanha “Sónar Calling GJ273 b” (“Sónar Chamando GJ273 b”).

Nela, reuniram trechos de canções diversas do gênero techno (tem Jean-Michel Jarre, Nina Kraviz e Kate Tempest, entre outros), agregada a uma saudação e um manual de instruções para decodificar o sinal digital em MP3, e dispararam, via rádio, para a estrela GJ273, também conhecida como Estrela de Luyten.

Concepção artística do sinal digital enviado ao planeta GJ273 b (Crédito: Danielle Futselaar/METI)

Localizada a 12,4 anos-luz de distância, ela é uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar a sabidamente ter um planeta em sua zona habitável — uma superterra que chamamos de GJ273 b, por sinal.

Três transmissões foram realizadas nos dias 16, 17 e 18 de outubro, sempre à mesma hora do dia, a partir de um grande telescópio de 32 metros localizado na Noruega. Outras devem ser feitas em abril do ano que vem.

Os sinais estão viajando à velocidade da luz e devem chegar à estrela em 11 de março de 2030. Caso haja por lá alguém disposto a responder, só devemos esperar um sinal de volta depois de 2042. Comunicação interestelar é um troço, no mínimo, sonolento.

Claro, a essa altura, ninguém sabe se o planeta GJ273 b é mesmo habitável, que dirá lar de uma civilização inteligente. E, mesmo que seja esse o caso, eles precisarão estar com seus radiotelescópios apontados na direção do Sol e sintonizados nas frequências certas na hora exata em que a transmissão chegar lá para poderem ouvir. Ou seja, a chance de o sinal ser captado é quase nula.

O radiotelescópio EISCAT, na Noruega, enviou o sinal a GJ273 b. (Crédito: EISCAT)

“Esse é um experimento que diz, ‘Olá, estamos aqui; então, se quiserem responder estaremos ouvindo'”, explica Ignacio Ribas, astrônomo e diretor do Instituto de Estudos Espaciais da Catalunha, o responsável por selecionar a estrela-alvo da mensagem, em entrevista à revista “Wired”.

PERIGO MORA AO LADO?
Esse também é um experimento que vários cientistas, dentre eles o físico britânico Stephen Hawking, julgam extraordinariamente arriscado.

“Nós não sabemos muito sobre alienígenas, mas sabemos sobre humanos”, disse Hawking, num evento em 2015. “Se você olhar para a história, contato entre humanos e organismos menos inteligentes muitas vezes foram desastrosos pelo ponto de vista deles, e encontros entre civilizações com tecnologias avançadas versus primitivas foram ruins para as menos avançadas. Uma civilização que receba uma de nossas mensagens pode estar bilhões de anos à nossa frente. Se esse for o caso, ela será vastamente mais poderosa e pode não nos ver como mais valiosa do que o valor que damos a bactérias.”

É um argumento válido. Por outro lado, é difícil imaginar que uma civilização avançada já não saiba que estamos aqui — com ou sem transmissões para o espaço. É o que costuma contra-argumentar o astrônomo real britânico, sir Martin Rees. Com efeito, mesmo com nossas tecnologias atuais modestas, estamos prestes a sondar milhares de planetas próximos em busca de sinais de vida na composição de sua atmosfera. Não é inconcebível que em algumas décadas já tenhamos tecnologia para identificar poluição industrial ou mesmo as luzes noturnas em planetas potencialmente habitados por civilizações extraterrestres — se houver alguma lá fora.

Numa coisa, contudo, Hawking e Rees concordam: usar nossos radiotelescópios para buscar transmissões alienígenas vindas do espaço é uma boa ideia. Ela nos permite iniciar a busca por inteligência extraterrestre sem necessariamente revelar nossa existência.

É o que o pessoal do projeto Breakthrough Listen está fazendo. Graças a um investimento de US$ 100 milhões do magnata Yuri Milner, a iniciativa pretende escutar nada menos que 1 milhão de estrelas próximas em busca de sinais semelhantes àqueles que a Sónar Calling GJ273 b acaba de enviar ao espaço. E recentemente eles ganharam um alvo bem mais próximo.

Em setembro, o Sistema Solar recebeu a visita do primeiro objeto interestelar a ser detectado por astrônomos. Chamado de ‘Oumuamua, que na língua nativa do Havaí significa algo como “o primeiro a alcançar além”, ele provavelmente é um asteroide ejetado de algum sistema planetário jovem que calhou de encontrar o nosso, antes de seguir viagem pelo espaço interestelar.

Quando ele foi descoberto, em outubro, já estava de saída, depois de ter passado mais perto do Sol que o planeta Mercúrio. Os astrônomos trabalharam furiosamente para tentar observá-lo antes que estivesse longe demais para ser visto, e os resultados foram intrigantes. Seu comprimento era diversas vezes maior que a largura — uma forma incomum até mesmo para asteroides, que costumam ter superfície irregular. Também não se observou nenhum desprendimento de material volátil, mesmo ele passando bem perto do Sol, o que indica uma superfície rochosa ou metálica bastante estável.

VAI QUE, NÉ?
Embora a hipótese mais provável seja a de que se trata de um objeto de origem natural, é impossível a essa altura descartar a possibilidade de que seja uma espaçonave alienígena. Por que não? O papel da ciência não é taxar ideias de absurdas ou ridículas, e sim testá-las. É o que o Breakthrough Listen tentará fazer nesta quarta-feira, a partir das 18h (de Brasília), usando o radiotelescópio de Green Bank. Sua primeira fase de observações durará um total de 10 horas, divididas em quatro “épocas”, baseadas no período de rotação do objeto.

A essa altura, o ‘Oumuamua está a cerca de 2 unidades astronômicas da Terra — o dobro da distância Terra-Sol. Pode parecer muito, mas para esses radiotelescópios é mamão com mel. Estima-se que o instrumento de Green Bank seja capaz de detectar em menos de um minuto um sinal omnidirecional com a potência de um telefone celular, se houver algo transmitindo no objeto.

“A presença do ‘Oumuamua em nosso Sistema Solar dá ao Breakthrough Listen uma oportunidade de atingir sensibilidade sem precedentes de possíveis transmissores artificiais e demonstrar nossa habilidade de rastrear objetos próximos em movimento rápido”, diz Andrew Siemion, diretor do Centro de Pesquisa SETI de Berkeley, um dos coordenadores do projeto.

É importante destacar que, a despeito dessas iniciativas, segue sendo muitíssimo mais provável que o ‘Oumuamua seja um objeto natural. Sua trajetória até agora foi totalmente consistente com a de um objeto viajando ao sabor da gravidade, sem propulsão artificial, e as observações feitas até agora são consistentes com as de um asteroide desgastado por milhões de anos de viagem no ambiente interestelar.

“Este objeto é inteiramente consistente com a ideia de que seja um objeto natural; as cores (refletividade versus comprimento de onda) são consistentes com muitas coisas em nosso Sistema Solar, a taxa de rotação é similar à de coisas em nosso Sistema Solar, e a rota que ele está fazendo pelo Sistema Solar é consistente com a de um objeto natural”, diz Karen Meech, astrônoma que liderou estudo sobre o ‘Oumuamua publicado na “Nature”. “Tendo dito isso, não temos dados suficientes para provar que não é artificial”, completou.

Ou seja, não se pode no momento descartar totalmente a extraordinária hipótese de que ele seja uma sonda em visita ao Sistema Solar, da mesma forma que é perfeitamente concebível que as sondas Voyager, ejetadas daqui rumo ao espaço interestelar, protagonizem cena semelhante em algum sistema planetário longínquo em alguns milhões de anos.

De todo modo, as observações feitas pelo Breakthrough Listen terão valor científico mesmo que ele seja de origem natural, observando o objeto em frequências do espectro eletromagnético em que ele ainda não foi estudado.

É um fato que os pesquisadores envolvidos no Breakthrough Listen gostam de enfatizar: mesmo que jamais ouçamos alienígenas, vamos aprender muito com esses trabalhos. Eles citam a descoberta de várias dezenas de “disparos rápidos de rádio” (FRBs) repetitivos descobertos em agosto deste ano pelo projeto em uma galáxia anã distante como um exemplo desses ganhos científicos “colaterais”.

E não custa nada imaginar um cenário em que o ‘Oumuamua é mesmo uma sonda exploradora vinda de um sistema planetário longínquo para investigar a família solar. A exemplo do que fez a sonda Galileo num experimento conduzido por Carl Sagan em 1990, ela poderia acabar detectando nossas transmissões de rádio — evidência concreta de inteligência na Terra — e então estar programada para nos sinalizar de volta. Quem sabe não há uma mensagem para nós, só esperando para ser ouvida pelo Breakthrough Listen?

A seguir, cenas do próximo capítulo…

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook, no Twitter e no YouTube

Comentários

  1. Caro Salvador!

    A maior prova de que a Terra é plana, é de que existem nela planícies.

    Caso a Terra fosse redonda, haveria redondícies.

    E agora?

  2. “…encontros entre civilizações com tecnologias avançadas versus primitivas foram ruins para as menos avançadas”.

    Eu não diria isso. Veja bem, se os europeus não tivessem pisado por aqui, ainda estaríamos todos pelados na selva, caçando para sobreviver, continuaríamos sem uma cultura escrita e com uma taxa de mortalidade inimaginável. Com muita sorte viveríamos até os 60 anos.

    A parte os que pensam que índios devem continuar pelados fumando cachimbo da paz, viver no meio do mato e vendendo cestas em beira de estrada o encontro foi extremamente benéfico para a civilização menos avançada.

    1. Não sei a sua etnia. Mas eu sou etnicamente mais europeu que índigena. Ou seja, eu não estaria aqui. E haveria bem mais índios aqui. Parece que teria sido melhor negócio para os índios que os europeus — nós — jamais tivéssemos vindo. E isso não impediria que nós tivéssemos lá nossa cultura sedentária europeia e eventualmente criássemos McDonald’s e obesidade e desigualdade social brutal etc. 😛

        1. Se não tivéssemos vindo, o McDonald’s seria europeu, amigo. Não existiria os Estados Unidos… Como sempre, o Salvador está certo.

        2. Afinal de contas, quem criou o McDonald’s foram os americanos, mais especificamente os índios Apache, não é??? Afff…é cada um que aparece…

      1. Algumas pesquisas indicam que a população brasileira é toda miscigenada, segundo Maíra Ribeiro Rodrigues “Todos somos, em parte, africanos, europeus e ameríndios. Os níveis é que variam”. Nenhum de nós estaríamos aqui, por mais genes indígenas que tenhamos.

        Não vejo de que forma a cultura indígena, antes da chegada dos europeus, pudesse evoluir até algum ponto próximo do que somos hoje, lembrando que nenhuma das populações que residiam por aqui possuíam alguma forma de escrita, por isso no meu ponto de vista a interação foi benéfica também para os indígenas – nós – que hoje vivemos aqui.

        1. Não estou contestando isso. Estou dizendo que nossa herança CULTURAL é majoritariamente europeia, e no meu caso em particular (não sei o seu ou o distinto colega), a herança genética também. Mas não entenda majoritariamente como totalmente.

          Fato é que teria sido melhor para os índios que os europeus não tivessem vindo, caso em quê (1) nós não estaríamos aqui, e (2) eles ainda estariam em sua maioria vivos.

          1. Sim sim, para aqueles que morreram teria sido melhor!

            Em meu caso também, provavelmente, majoritariamente europeia.

            (1) certamente
            (2) nunca saberemos – para nossa sorte acredito!

  3. Sabe de nada, inocente!
    Lua é oca, Terra é oca, Céres é oca, Encédado é oca, Lula é oco…e, a julgar pela barba, é Anunaki – não Essênio.
    Elias viu a roda, dentro de outra roda, dentro de outra roda!
    O que raios, então, pode haver de estranho em uma pedrinha xexelenta voando muito perto de Van Allen?
    Ora, vão carpir um lote!

  4. Sinceramente, eu acho até que demorou para fazer isso.Uma oportunidade interestelar dessa passando por aqui, já era para ter apontado há muito tempo antes.

    Abraços..

  5. Caro Salvador,
    Isto de a gente ficar ouvindo sem responder é muito pouco gentil. A mim lembra o que belamente (embora não cientificamente) disse o grande Pe. Antônio Vieira:
    “”É cousa tão natural o responder, que até os penhascos duros respondem e para as vozes têm ecos. Pelo contrário, é tão grande violência não responder, que aos que nasceram mudos fez a natureza também surdos, porque se ouvissem, e não pudessem responder, rebentariam de dor”.
    Terão os terráqueos vocação para voyeurs, ocultando-se atrás dos buraquinhos dos seus telescópios?

    1. Acho que vamos acabar respondendo. Mas também não é cautela demais ouvir primeiro ANTES de responder. Afinal, nós somos os recém-chegados e temos de respeitar os mais velhos. 🙂

  6. Parabéns pelo texto, nesse universo de falcatruas, a ciência é uma das poucas coisas que nos dá esperança!

  7. Kkkkkkk cara, as vezes leio seu blog, bem legal! Parabéns! Mas tenho que confessar que suas respostas aos religiosos são ótimas! Kkkkkk terra plana, Olavo de Carvalho! Quero ler mais vezes suas postagens aqui só pra rir depois nos comentários. Cada um com sua crença mas a galera ficar colocando o “não tenho certeza daí é Deus” é muito retrocesso mesmo, haja ironia! Vou dormir rindo hoje!

    Ah, sobre terra plana, nunca será! Tem montanha, penhasco, parede. Nem o deserto é plano! Kkkkkkk

  8. Coisa feia, cita título e não descreve quem, quando, onde e o que “escutaram, ficando a leitura sem referencia ou sobriedade, artigo de revistas de Ufo.

    1. Hmm, me parece claro no texto que a transmissão é do Sonar Festival e a escuta é do Breakthrough Listen. Você leu?

      1. Pode até ter tentado ler, mas não tem a mínima ideia do significado das palavras que leu.
        Portanto, não entendeu o que leu!

  9. Salva, eu afirmo com 72%, de certeza que existem alien extraterrestres , interagindo com o planeta terra e com a humanidade, a questao esta que os testes labiratoriais nao tem estado divulgados,

    faces , e olhos eclodidos , tem estado captados por satelites de imagem IR , na atmosfera , inclusive sobre o brasil, isto parece tecnologia avancada , que atraves de interacao (otica-campo magnetico-dispoditivo) transformam a atmosfera em um tubo catodico magnetico capaz de interagir de diversas formas com o planeta, natureza e humanidade etc.

  10. Olá, Salvador. Que sorte de termos bilionários no mundo com essa sede de conhecimento sobre o universo. Podemos trabalhar com a hipótese de que os resultados dessa análise de Oumuamua trazerem a maior descoberta da história da humanidade? A certeza de se tratar de um objeto artificial; ou, algo ainda maior, uma resposta por algum sinal vindo desse objeto. Se isso ocorrer, o que você faria, Salvador? Abraço.

    1. Eu ficaria ainda mais curioso do que já estou. E feliz que o Universo tem mais diversidade e criatividade do que sabíamos até então. Mas, fora isso, não ia mudar muito meu modo de pensar a vida.

  11. Sempre que leio este tipo de matéria dos cientistas enviando sinais pelo universo afora fico curioso pra saber que tipo de frequência/modulação que estão transmitindo se é mhz/ghz se é sinal digital e qual a potência de transmissão. Alguém sabe informar ?

    1. No site do Sonar Calling acho que tem essas informações técnicas. Lembro de ter lido em algum lugar ontem.

  12. O que me assusta é que esse objeto não foi visto chegando e entrando no sistema solar… Quão distante da terra ele passou, Salvador? Se houvesse risco de colisão com nóis, quanto tempo antes saberíamos? (Me lembrei de um filme que assisti quando criança em que EUA e URSS se uniam pra mandar misseis nucleares detonar um meteoro em rota de colisão)

    1. Se ele estivesse em rota de colisão, não teríamos visto até o impacto. Ele só foi visto já de saída, depois de cruzar nossa órbita. Mas o tamanho dele não era “matador de dinossauros”. Teria sido uma enorme tragédia, mas provavelmente não causaria a nossa extinção. Mas, olha, vá ter azar assim lá longe de ele bater bem aqui, viu?

      1. Se pararmos pra pensar, nossa existência nesse universo de bilhões de estrelas multiplicadas por bilhões de galáxias, nossa evolução de moléculas orgânicas a seres complexos (uns tão complexos que acrditam que a terra é plana…) já é um baita “azar”…
        E como você lembrou, já aconteceu antes, com os dinossauros, né?
        Abraço e parabéns pelos posts e respostas bem humoradas! E obrigado por responder a todos, planos ou esféricos!

        1. Ah sim. Podia ter acontecido. Mas eu aposto que a chance de sermos atingidos por um objeto de grande porte do Sistema Solar — que já não é muito grande — é bem maior que a de sermos atingidos por um objeto interestelar. Mas, claro, não é zero. 😉

  13. Busquem o conhecimento! ET Bilu!
    kkkk

    Obrigado Salvador pelo conhecimento nos dado através desse espaço.

      1. Curitibano? Por aqui o pessoal não reduz vogal, e quando tem alguma semi, vira vogal sem dó nem piedade 🙂

  14. Já sabemos as cenas dos próximos capítulos: euforia agora e desculpas depois dizendo que tudo não passou de um mal entendido. Sem dúvida, é o desespero dos doidivanas. Um pedregulho disforme aparece nos céus e lá vão os maníacos a procurar extraterrestres. Nem mesmo o mais crédulo cientista leva à sério essa iniciativa. Grotesco.

    1. Grotesco é você com sua sempre presente prepotência em achar que já sabe a resposta para todo questionamento científico.

  15. Podiam ter escolhido um repertório melhor,né?
    Se forem mesmo ETs, que eles vão pensar de nós ao descobrir que ouvimos estas porcarias? 😀

    1. Pior é se o ‘Oumuamua passou aqui perto captando nossas transmissões. Até Faustão ele viu. Não por acaso ele não parou e seguiu viagem. rs

      1. Sim, isto explica tudo! Quando percebeu o que ia encarar, acelerou para uma hipérbole bem longa e se mandou daqui! 😀

  16. Se eu fosse um E.T. e eu ouvisse funk, sertanejo ou pagode vindo de algum planeta, com certeza eu destruiria esse planeta e não deixaria ninguém vivo.

  17. Salvador, parabéns pelo texto cara! Esclarecedor como sempre. Vc acha possível ser uma sonda? Sou meio incrédulo pra essas coisas mas temos que admitir que o formato do negócio é bem esquisito… como seria possível um asteroide adquirir uma forma tão peculiar?

    1. Acho possível. Não provável. Mas possível. Tanto que perguntei à Karen Meech sobre isso. 😉

  18. O Professor Doutor Afonso está, na verdade, querendo fazer turismo espacial de graça! Deve estar aguardando um convite da Nasa para passear pelo espaço e observar, de cima, a terra esférica, rindo de todos vocês adeptos do planismo!

    1. Não fala isso. O Professor Doutor Emérito Glorioso Pica das Galáxias Planas Doutor Afonso é perseguido pela Nasa. Já tentaram assassiná-lo três vezes. Na última, o tiro passou de raspão nele e acertou o JFK. A conspiração é braba para impedi-lo de revelar a verdade…

      1. O cara é tão “sr. Versão Oficial” que acredita que quem matou JFK foi mesmo um lobo solitário maluco. Deve acreditar também que a explosão do Riocentro foi coisa de comunistas contra o governo militar, que o homem foi a Lua e que o Lula é culpado.

        1. Na verdade, eu tenho de boas fontes que JFK era um alienígena, que o ataque ao Riocentro foi promovido por terroristas paraguaios, que a Lua é plana e que o Lula é essênio. Mas não espalhe. Posso até ser morto por revelar essas informações confidenciais que me foram passadas pelo vice-embaixador da Suécia pouco antes de morrer, enquanto relatava segredos militares da Área 51.

          1. Eu já tenho uma outra versão para que “ELES”, os ETs, tenham se pikado daqui rapidinho.
            Foi quando eles ouviram o Lula quadrilheiro proferir em seu sermão no Rio de janeiro: ““O Rio de Janeiro não merece… não merece que governadores que governaram este Estado, que foram eleitos democraticamente pelo povo, estejam presos porque roubaram o povo brasileiro. Roubaram o dinheiro público”.
            Aí, o Cabral, o Garotinho, os Piciannis, Rei Arthur foragido, Barata Ribeiro, Pesão, Paes, se abrigam a rir bem baixinho “Hihihihi!!”. ,,,
            Aí, não tem ET que resista. ,,, kkk!

  19. Na moral, em pleno século XXI, SÉCULO XXI!!! Ainda se discute se a Terra é esférica? Faz o seguinte terraplanista, bota um pedaço de carne crua dentro do teu armário e deixa lá por um mês. Quem sabe não nasce um unicórnio?

  20. Sensacional a narrativa acima; ocorre, no entanto, que há dúvidas, até hoje ,de que o homem tenha passado pela nossa lua, tão perto de nós. A única certeza que temos e que a força extraordinária que rege este universo infinito é Deus, não há outra explicação. Por outro lado, os milhões ou bilhões de dólares gastos nessa busca mirabolante, melhor seriam empregados se para matar a fome das populações pobres mundo afora. Afinal, qual foi mesmo os grandes benefícios trazidos à humanidade com a duvidosa ida do homem à lua? Nada que não pudesse ser conseguido sem a viagem lunar, se é que houve realmente algum benefício.

    1. Cara, sério. Não vá me dizer que você acredita nessa mentira de que a Lua existe? Você mesmo já disse: só há uma certeza. Só uma. A Lua não faz parte dessa certeza. A Lua não existe.

      1. Para entender uma afirmação escrita é preciso, além de saber ler
        raciocinar antes de se manifestar.

        1. Então coloque a acentuação de forma correta, cabeça. Concordância, péssimo emprego dos conectivos e, sobretudo, regência verbal, são itens que passa longe do seu conhecimento. Banzé!…

          E o pior, nem discuti ciência com esse cabela de r… doida…

          Vá te catar!

    2. A Internet foi criada para ser útil, e ainda assim você a está utilizando pra falar merda. Tá vendo, cada um faz o que achar melhor, mesmo que seja idiota. Quem te nomeou fiscal do dinheiro alheio?

  21. mas tem cada cavalgadura solta nesse mundo…cuidado para não cavalgar até a borda e cair da terra! hauhauhauhh

  22. É estranho ver cristãos, portanto, com alicerce bíblico, afirmar que a terra é plana.O profeta Isaías, que viveu há mais de 2,800 anos já dizia que a terra é redonda, isto é, um círculo. Que discussão mais estúpida!

    1. Aí o problema é de geometria, meu caro, não de leitura bíblica. Um círculo é plano. A forma tridimensional não é círculo, é esfera. O profeta Isaías não manjava muito de geometria, sacomé.

    2. Círculo plano nem Eisten explica. Há um outro texto bíblico onde um anjo diz ter dado volta ao redor da terra. Ainda assim esta volta é plana?

      1. É plano, meu caro. Círculo é uma figura geométrica bidimensional. Só existe em duas dimensões. Logo, está num plano. Você está confundindo círculo com esfera. Normal. O profeta Isaías já fazia essa confusão há 2.800 anos.

      2. na verdade isto foi só uma viagem que eles tiveram depois de ter comido maná estragado…

      3. em pleno século vinte discussão se a terra é um a esfera então me aponte um planeta dos milhares detectados pelos potentes telescópios que não seja uma esfera é muita alienação .

        1. Planetas não são esféricos, são círculos colados no domo celestial, não vê? O Sol e a Lua, também.

          E sistemas de GPS não existem, pois é impossível lançar qualquer coisa para o espaço… Desinstalem seus Waze, é um app impossível de funcionar…

  23. Parabéns Salvador pelo magnífico trabalho de divulgação da Astronomia. Sem alardes e de maneira bastante didática você tem colaborado com informações importantes para os leigos, como eu ficarem atualizados. A propósito, embora não tenha conhecimento aprofundado em astronomia tenho bom senso e passo tudo pelo crivo da razão, portanto jamais iria me deixar levar por oportunistas da plebe ignara com vídeos ridículos em you tube.

    1. Isso é bom. Eu diria que é a mais importante qualidade para o século 21: saber distinguir entre informações verdadeiras e falsas.

  24. Salvador, não perco uma matéria sua, porque sou fascinado por astronomia, e vc escreve
    e responde, de uma maneira fácil para um leigo entender. Eu acabo também me divertindo
    com o comentário de religiosos, porque há casos que chega a ser até cõmico

  25. Tenho absoluta certeza de que certas pessoas somente entram nessas discussões para criar polêmica……me divirto com esses comentários……kkkkkk

  26. Até então tenho visto na internet esta informação de que a Terra é plana, até então não visto, ou procurado, mas tem muitos que afirmam, algo interessante, e outra, passam uma informação e quem sabe este tempo todo errada!!! Vai que é plana mesmo,nós não fomos lá fora ver se é!!!

    1. Eu fui. Eu já fui até a Rússia. Eu fui até o Alasca. Mas, na boa, não precisa ir longe para saber que a Terra é esférica. Eratóstenes sabia como há 2.300 anos. 😛

  27. Salvador, dá arrepios em pensar no Oumuamua ter passado tão perto e sem termos a ideia de onde ele veio…e se ele tem um sinal hein??? Coisa de louco!!!
    PS.: Esquece esses caras ai de terra plana…o cérebro deles tbm é plano então já viu né….kkk

  28. Eu acho que esses caras da Terra plana não acreditam nessa porcaria não… eles só entram aqui para encher tuas paciências, Salvador. Não é possível isso!

  29. Só tem louco nesse Brasil, eu sou aventureiro e já dei uma volta ao mundo totalmente por terra e estou planejando uma volta ao mundo por mar. Como navegador eu não preciso de GPS para percorrer o mundo e não faço parte de nenhum complô mundial para ocultar a terra plana. Pior que tem muita criança que acredita nisso, já escutei em uma palestra que dei que a terra era plana e não teria como dar a volta ao mundo. Surreal!

    1. Amigo minha preocupação é exatamente essa. Vi recentemente essa historia, e me preocupo com as crianças curiosas, como muitos lendo essa reportagem foram, encontrando em pesquisas esses absurdos. Esse pessoal deveria ter mais responsabilidade antes de sair falando coisas como essa e “aplaudindo” como se estivessem certos. Videos e videos “sem noção”, com diversos comentários de uma mente vazia.

  30. Não foge não Salvador, publica aí a minha postagem na qual o Professor Doutor Afonso, maior cientista geofísico do mundo na atualidade diz que a terra é plana. Será que o Grande Professor Afonso te deu um “mata-leão”? Game over? Xeque Mate? rs… Vamos parar de brincar de casinha, de ficção científica espacial com os roteiros de Hollywood?

    1. Já publiquei. Mas estou surpreso que você não tenha visto o vídeo do Dr. Afonso em que ele diz que a Lua não existe, nem a USP. Será que ele apagou? Foi contaminado pela conspiração? E agora, o que faremos sem o Dr. Afonso para nos defender das mentiras da Nasa?!

    2. “maior cientista geofísico do mundo na atualidade”

      AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
      AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
      AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
      AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
      AHAHHAAAHAHHAA
      AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
      AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
      AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
      AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA

      1. Você conhece o currículo do Professor Doutor Afonso? Você sabia que ele diz que a terra é um geóide, tem forma geoidal? Você sabia que ele se graduou na USP em 4 anos. O curso é de 5 anos e na média os alunos se formam de 5 a 7 anos. Quer mais? Depois da graduação ele foi direto para o Doutorado. Quer mais? As maiores empresas do mundo que trabalha com geofísica disputa ele a peso de ouro? Quer mais? Veja os vídeos dele no YouTube, de preferência aqueles que ele fala e defende a Terra Plana. Xeque Mate. rs…

        1. A pergunta é: VOCÊ conhece o currículo do Dr. Afonso? Se não conhece, eis a sua chance!
          http://lattes.cnpq.br/6845722820724870

          Ele tem um total de 5 artigos publicados em periódicos científicos, apenas 3 sendo primeiro autor, e até 2013, curiosamente, ainda achava que a Terra era redonda. Aí saiu da academia e agora ganha uma boa grana com propaganda nos vídeos malucos que ele posta no YouTube. Estranho, né?

          1. Salvador, não distorça a verdade. Ele achava mesmo que a terra era redonda, mas com os seus estudos e investigações ele se rendeu a Terra Plana. Questão de inteligência. Ele também descobriu que tudo que estava oculto, será revelado. Em tempo: Ele não depende de ganhar dinheiro do YouTube, tanto é que o Google que é dono do YouTube, deletou todos os vídeos dele. Por que será que deletaram hein? A verdade já está incomodando os donos do mundo? Vamos acordar gente!

          2. Até o último artigo científico publicado, para ele, a Terra era redonda. Mas tudo bem, não foram muitos. Só 5. Apenas 3 como primeiro autor. Um cientista medíocre. Ainda bem para ele que virou terraplanista. Como cientista, não ia muito longe. Agora, como terraplanista, deve ter uma renda confortável com propagandas no YouTube. Fico feliz por ele.

          3. tanto é que o Google que é dono do YouTube, deletou todos os vídeos dele. Por que será que deletaram hein?

            Quem te falou isso? Ele? E você acreditou? Rapaz, como você é crédulo! Acredita em qualquer coisa, sem evidências! Manipulado! Gado!

            Vou te falar, eu fui até o espaço e vi que a Terra é esférica. Pronto, você tem que acreditar em mim!

          4. Hmm, os vídeos dele até que têm boa audiência para um cara perseguido pelo YouTube. Eu queria ser perseguido pelo YouTube assim…. 😛

        2. Você conhece o currículo do Professor Doutor Afonso?

          Salvador postou abaixo.

          Você sabia que ele diz que a terra é um geóide, tem forma geoidal?

          Ou seja, não é plana.

          Você sabia que ele se graduou na USP em 4 anos.

          E?

          O curso é de 5 anos e na média os alunos se formam de 5 a 7 anos.

          E?

          Quer mais? Depois da graduação ele foi direto para o Doutorado.

          E?

          Quer mais? As maiores empresas do mundo que trabalha com geofísica disputa ele a peso de ouro?

          É? E quem falou isso, ele? E você acreditou? Que crédulo!

          Quer mais? Veja os vídeos dele no YouTube, de preferência aqueles que ele fala e defende a Terra Plana.

          Ué, mas ele fala que a Terra é um geóide e defende a Terra plana? Buguei aqui.

          Xeque Mate. rs…

          AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
          AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
          AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
          AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
          AHAHHAAAHAHHAA
          AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
          AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
          AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA
          AHAHHAAAHAHHAAAHAHHAA

        3. O curso é de 5 anos e na média os alunos se formam de 5 a 7 anos.

          https://uspdigital.usp.br/jupiterweb/listarGradeCurricular?codcg=14&codcur=14021&codhab=1&tipo=N

          Duração Ideal 10 semestres
          Mínima 8 semestres
          Máxima 15 semestres

          Ou seja, ele fez o MÍNIMO do curso. Por isso é um “geofísico” meia boca. Agora, vem cá. De todos os demais geofísicos do mundo, quantos “acham” (com evidências retiradas das próprias cavidades anais) que a Terra seja plana? Então você prefere desconsiderar TODOS, em detrimento de UM, louco, que tem 5 trabalhos publicados e nenhum deles faz citação sobre o formato da Terra? Você é bem mais idiota do que eu pensei, pombo.

          1. Eu zinho, aceita a verdade assim como o Doutor Afonso fez. Dói menos. E, mate a inveja dentro de você. A inveja é um defeito psicológico. Se você admira o Doutor Afonso e não tem coragem de aplaudir, estude como ele, quem sabe um dia, você terá currículo para engraxar os sapatos dele.

          2. Desculpa, amigo!… Eu me formei em Matemática na Usp em três anos, quando o mínimo é de quatro anos e o resto é como relacionado pelo Eu acima, e daí?… Ah, isso foi possível porque sou engenheiro formado pela Unesp, nos normais 5 anos… Acredito que terminaria Astronomia em 2 anos, apresentando meus diplomas… Não precisa, tenho mestrado em Física, Dinâmica Orbital e Planetologia e Doutorado na mesma área…

            Como diz o Eu (TM, por favor), vá cuidar da sua cavidade… Que da ciência cuidamos nós…

            Por fim, vá te catar, mais uma vez!

          3. A propósito, um idiota se vangloriar da sua formação é a coisa mais chata e ridícula que já vi e, hoje, cometo o sacrilégio que mais me atormenta… Mas paciência tem limites e, como não é dia santo, perdi a minha com uma ignobel criatura, acéfala e inútil para a sociedade.

            Vá estudar, mequetrefe!

          4. Meu sogro, alias já falecido a cerca de uns 20 anos, foi um dos percursores da Geofísica no Brasil, se não me engano foi o percursor. Ele se formou nos EUA e na década de 60 se mudou para o Brasil e começou a dar aula de Geofísica na Universidade de Pernambuco. Efetuou vários trabalhos para a Petrobras sobre o Pré Sal isso lá na década de 70, 80…sei lá. Hoje o Laboratório de GEOFISICA
            da Universidade de Pernambuco leva seu nome HELMO RAND.
            Ainda bem que ele faleceu antes de ver um Geofísico afirmando que a terra é plana…. Seria um desgosto enorme para quem trouxe isso ao Brasil!

          5. A terra tem formato geoidal, ou seja, a terra tem o formato da terra…
            Bom, acho que isto não acrescenta muita informação, né? 😀

        4. A terra tem formato geoidal, ou seja, a terra tem o formato da terra…
          Bom, acho que isto não acrescenta muita informação, né?

    3. Quanta bobagem roberto! Este afonso, não tem o respeito de ninguém no Brasil.
      É um coitadinho desmoralizado, medíocre. Todos sabem na USP.

      1. eu respeito o dr Afonso. Um cara que sabe a verdade, e em vez de ficar tranquilão na dele rindo dos otários, está se esforçando pra levar a verdade a todos, mesmo com risco pessoal. A verdade prevalecerá. É possível enganar poucos por muito tempo, ou muitos por pouco tempo. Mas ninguém engana todos por todo o tempo (Churchill).

        1. Não é possível que você acredite que o Churchill existiu mesmo. O Dr. Afonso já fez um vídeo provando que Churchill nunca existiu, e a Inglaterra é plana.

          1. Isso mesmo salva!
            Estou neste exato instante na Escócia e posso afirmar que a terra é plana, pois olhei pela janela e nao vi curvatura nenhuma.

            E nao somente Churchill era plano, mas a rainha Elizabeth também é! Em todos os lugares só vejo retratos planos, na tv eles também me parecem planos, logo o são.

            Sempre em busca da verdade plana!

Comments are closed.