Mensageiro Sideral

De onde viemos, onde estamos e para onde vamos

 -

Salvador Nogueira é jornalista de ciência e autor de 11 livros

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Ajude a Nasa a descobrir um novo planeta no Sistema Solar!

Por Salvador Nogueira

Em janeiro do ano passado, uma dupla de astrônomos assombrou o mundo ao apresentar evidências convincentes de que existe um planeta além de Netuno no Sistema Solar. E agora você pode ajudar a descobri-lo.

O projeto, chamado Backyard Worlds: Planet 9, é uma iniciativa conjunta da Universidade da Califórnia em Berkeley com a Nasa.

A primeira tem larga experiência em esforços de ciência-cidadã/colaborativa, ao inaugurar o campo, em 1999, com o SETI@home, que permitia a qualquer um ajudar a buscar sinais de inteligência extraterrestre processando os dados do radiotelescópio de Arecibo com o tempo ocioso do seu computador.

A agência espacial americana, por sua vez, tem um imenso catálogo de imagens feitas pelo seu satélite de infravermelho Wise, destinado justamente a descobrir objetos celestes que estejam nas proximidades do Sistema Solar — quiçá como parte dele. O catálogo cobre o céu inteiro cerca de seis vezes seguidas.

A análise dessas imagens por técnicas de processamento digital já fez uma boa peneirada nessas imagens — e um número significativo de descobertas. O que os computadores fizeram foi comparar várias fotografias feitas do mesmo canto do céu em momentos diferentes e então ver se algum desses pontos se movia (como nessa sequência abaixo).

Objetos que se movem com relação às estrelas distantes estão mais próximos ou mesmo dentro do Sistema Solar, e com base em seu movimento é possível calcular sua órbita. Foi assim que Clyde Tombaugh descobriu Plutão, em 1930, e também como Mike Brown descobriu Éris, em 2005. Na imagem acima, o Wise permitiu a descoberta de uma anã marrom próxima ao nosso sistema planetário, catalogada como WISE 0855-0714.

Um problema é que nem mesmo os mais sofisticados softwares são tão bons em enxergar padrões consistentes de movimento quanto os olhos humanos. Então, para participar da busca do chamado Planeta 9 (ou de outros objetos ainda por ser descobertos), basta você se cadastrar no site e assistir a pequenos filminhos (sequências de cinco ou seis imagens), indicando se há algum objeto se movendo nelas.

É uma aposta. No momento, não há garantias de que o Planeta 9 exista mesmo, muito menos que o Wise tivesse sensibilidade suficiente para encontrá-lo. Mas os coordenadores do projeto indicam que qualquer descoberta feita pelos colaboradores valerá a eles co-autoria no trabalho científico que reportará sua existência.

Então é isso aí: existe uma chance de que você seja um co-descobridor do Planeta 9. Mãos à obra!

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook, no Twitter e no YouTube

Blogs da Folha