À procura dos marcianos

As últimas descobertas feitas pelo jipe Curiosity, anunciadas ontem pela Nasa, pavimentam definitivamente o caminho para a busca por vida em Marte. A mais interessante delas foi a detecção de uma intrigante emissão temporária de metano na atmosfera marciana, ocorrida nas proximidades de onde está o jipe, na cratera Gale. Aqui na Terra, a principal fonte desse gás, nem preciso dizer, é atividade biológica.

Novas revelações intrigantes do jipe Curiosity em Marte.
Novas revelações intrigantes do jipe Curiosity em Marte reabrem busca por vida no planeta vermelho.

Esse era um dos grandes objetivos da missão do robô, que chegou a Marte em 2012, depois que diversas sondas orbitais indicaram a presença de pequenas quantidades do gás no ar do planeta vermelho. Surpreendentemente, de início os resultados foram negativos — praticamente nada de metano foi encontrado, a despeito da alta sensibilidade dos instrumentos embarcados no Curiosity.

A história, entretanto, começou a mudar no sol 466 da missão. (“Sol” é a expressão usada para denominar um dia marciano, que é ligeiramente maior que o terrestre, com 24h39. Ou seja, o sol 466 equivale ao 466º dia local de operações do Curiosity em Marte. Ele aconteceu no fim de 2013, para nós, terráqueos.) A partir daquela data, e em outras três medições feitas ao longo dos 60 sóis seguintes, a detecção de metano teve um salto — foi de míseros 0,69 parte por bilhão para 7,2 partes por bilhão. Estamos falando de um aumento de cerca de dez vezes na concentração de metano, subitamente. Depois dos 60 sóis, a concentração rapidamente caiu para os níveis baixos de outrora.

Conclusão: alguma fonte de metano próxima ao local do Curiosity começou a borbulhar o gás na atmosfera. O que pode ter sido?

Os cientistas da Nasa, em seu artigo publicado na “Science”, conseguiram pelo menos concluir o que não foi. Eles já sabem que o metano não é produto da radiação ultravioleta do Sol agindo sobre compostos orgânicos trazidos a Marte do espaço por meteoritos e poeira cósmica. Ou seja, é possível indicar que o gás foi produzido localmente, com matéria-prima marciana.

Certo. O que todo mundo quer saber mesmo é: foram micróbios? Aqui na Terra, há uma porção desses seres unicelulares que consomem gás carbônico (CO2) e emitem metano. Caso você queira saber onde encontrar alguns, no seu trato intestinal há vários deles, produzindo o tal gás, que você emite, espero, quando não há ninguém por perto. (Em tempo: o metano em si é inodoro, mas alguns outros gases que o acompanham no pum não podem receber o mesmo elogio.)

Podem criaturas assim estar trabalhando em Marte? Os pesquisadores não descartam essa possibilidade. Ao final do artigo, eles dizem o seguinte: “Nossas medições ao longo de um ano marciano inteiro [são 687 dias terrestres] indicam que quantidades-traço de metano estão sendo geradas em Marte por mais de um mecanismo ou por uma combinação de mecanismos propostos — incluindo metanogênese ocorrendo hoje ou liberada de reservatórios antigos, ou ambos.”

Metanogênese, claro, é uma forma sutil de soletrar “vida”. O que eles imaginam é que, se criaturas vivas produziram o metano marciano, isso pode ter acontecido no passado, e o gás passou um tempo aprisionado sob o solo, e só agora viu a luz do dia. Ou talvez ainda existam hoje micróbios no subsolo do planeta vermelho trabalhando para enriquecer a atmosfera com o gás. Vida pregressa ou vida presente. Legal, né? Mas calma.

Antes que você se anime demais, é importante fazer um lembrete: pode muito bem ser que esse metano tenha origem abiótica, ou seja, pode ter sido gerado apenas por processos geológicos, como a reação do mineral olivina com água, fenômeno conhecido como “serpentinização”. Mas o ponto principal do trabalho é óbvio: há algo lá produzindo metano e precisamos saber o que é. “A fonte é algo a continuar procurando”, disse Douglas Galante, astrobiólogo do LNLS (Laboratório Nacional de Luz Síncrotron) que não participou do estudo. “O planeta definitivamente tem algum tipo de atividade interessante.”

Ou seja: está oficialmente aberta a temporada de caça aos marcianos. Ou pelo menos ao que pode estar emulando sua existência.

OUTROS RESULTADOS
A história do metano é apenas parte dessa saga. Mas ontem mesmo a equipe responsável pelo Curiosity revelou outros resultados, como a detecção de compostos orgânicos no solo marciano após uma perfuração feita com a broca do jipe. Eles foram encontrados na rocha apelidada de Cumberland e não puderam ser identificados detalhadamente porque reagem com os minerais percloratos que dominam a superfície marciana (e literalmente “comem” moléculas orgânicas no café da manhã, alterando sua estrutura original). De toda forma, não há mais muita dúvida de que Marte não sofreu por falta de compostos orgânicos em seu passado — um passo essencial para o surgimento e a manutenção da vida.

A perfuração Cumberland, feita pelo jipe Curiosity, revelou traços de compostos orgânicos.
A perfuração Cumberland, feita pelo jipe Curiosity, revelou traços de compostos orgânicos.

Outra medição feita na rocha Cumberland deu pistas de como e quando Marte perdeu sua água para o espaço. Quer saber como? Então vamos primeiro a uma rápida aulinha de química. Água, como todo mundo e mais alguém sabe, é H2O. O que nem todo mundo se lembra é que hidrogênio pode vir em mais de um sabor (ou isótopo, para os puristas). Há o hidrogênio simples, que tem um próton, e o deutério, que tem um próton e um nêutron. (Ainda há um terceiro isótopo, o trítio, com um próton e dois nêutrons, mas ele é bem menos comum que os outros dois.)

Agora, voltamos ao tema principal. Como a água marciana, que percorria em abundância as planícies do planeta vermelho no passado remoto, se escafedeu? Imagina-se que as moléculas de água, no ar, tenham interagido com raios ultravioleta do Sol. Isso basicamente quebrava a molécula, libertando os átomos de sua prisão. Cada um voava para um canto e, quanto menor o núcleo atômico, mais rápido ele podia viajar. O hidrogênio simples, mais leve, atingia com mais frequência a velocidade de escape e fugia da atmosfera marciana. O deutério não era tão bom nisso.

Resultado: ao longo do tempo, a água marciana foi ficando com uma proporção maior de deutério com relação à composição original. Ao analisar as proporções de deutério e hidrogênio em amostras de diferentes idades, é possível ter uma ideia melhor do ritmo em que Marte perdeu sua água desde a formação do Sistema Solar, 4,6 bilhões de anos atrás.

Com o estudo de meteoritos vindos de Marte, sabemos que essas proporções logo que o planeta se formou eram similares às encontradas nos oceanos da Terra. Em compensação, medições feitas na atmosfera atual indicam um enriquecimento de deutério por um fator de seis. As medidas da perfuração Cumberland, feitas pelo Curiosity, indicam que num período intermediário, entre 3,5 bilhões e 2,9 bilhões de anos atrás, o nível de enriquecimento de deutério também estava no meio do caminho, cerca de três vezes o valor atual dos oceanos terrestres. Na prática, isso quer dizer que muita água já havia sido perdida antes disso, mas muito mais ainda iria desaparecer nos bilhões de anos seguintes.

É com dados como esses que os pesquisadores pretendem reconstruir a história pregressa da água em Marte, combinada à evolução de sua atmosfera, estudada atualmente pela sonda orbital americana Maven. A ideia é compreender por quanto tempo o planeta vermelho conservou ambientes tão bons para a vida — onde a água é um ingrediente essencial — quanto aqueles que encontramos até hoje na Terra.

Apesar de todas as incertezas que os atuais resultados ainda oferecem, não há dúvida de que eles apontam na direção de objetivos mais ousados para as próximas missões. Dentre elas podemos destacar as missões europeias ExoMars, marcadas para 2016 e 2018, além do módulo de pouso americano Insight, para 2016, e o próximo jipe da Nasa, para 2020. A história só promete ficar mais interessante.

Acompanhe o Mensageiro Sideral no Facebook e no Twitter

Comentários

  1. Salvador juro que não é piada é pura ignorância mesmo eu fico me perguntando por que a base de vida é a agua? isso seria correto para nos terráqueos por que não se pode acreditar que a base de vida em um determinado planeta não pode ser uma espécie de gás sei lá uma outra fonte essencial meio confuso mais acredito que me entendeu.

    1. Uirá, a água é um excelente solvente. Como uma molécula polar (o lado dos hidrogênios tem uma carga, e o lado do oxigênio tem outra carga), ele consegue desmanchar moléculas orgânicas e reorganizá-las como nenhuma outra substância. Por isso ela é meio que tida como essencial para a vida. Há outros solventes? Há. Mas nenhum conhecido é tão eficiente.

  2. GENTE . . . COMO DISSE O JORGE MOTA ACIMA . . QUEM TIROU A FOTO DO JIPINHO DA NASA ? . . .LOGO APARECE UM VIDEO DE UM HUMANO PEGANDO O JIPINHO NA MÃO , E AÍ . . . VOLTA TUDO A ESTACA ZERO…NÃO ACREDITEM EM TUDO QUE DIVULGAM NOS JORNAIS, INTERNET , ETC . . . FICO COM A PALAVRA DE DEUS , QUE REALMENTE SONDA E TRANSFORMA A VIDA DO SER HUMANO . . . ISSO SIM É O QUE FALTA PRA HUMANIDADE , E DEIXARÁ UM BOM LEGADO PRAS PRÓXIMAS GERAÇÕES . . . REFLITA BEM .

    1. A foto é um mosaico de imagens feitas pelo próprio jipe, com manipulação digital para eliminar o próprio braço.

    2. O único problema nessa descrença toda na exploração espacial é que ela é feita por muitos países, com a participação de milhares de pessoas e há provas reais verificáveis dos fatos.

      1. Pois é, cara. Nego vive dentro do próprio redoma de ignorância e vem vomitar a burrice para que todos leiam. Triste isso.

    3. E esse videozinho será fake. O “jipinho” das fotos é quase do tamanho de um Mini Cooper:

      http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/42/PIA15279_3rovers-stand_D2011_1215_D521.jpg

      E você que tem que parar de acreditar em sites estúpidos e imbecis que postam “provas” que conseguem ser refutadas por alguém com nível intelectual de uma ostra em coma, ou em um livro escrito por humanos onde supostamente está “toda a verdade”, mas que nunca acerta nada.

      KKK

  3. Salvador, desculpa a ignorância, mas o campo magnético terrestre tem alguma coisa a ver com o fato de nossa água não ter evaporado como aconteceu com a de Marte? Adorei o texto e já espero ansiosa uma atualização do livro “Extraterrestres”, rs. Valeu, bjs.

    1. Lygia, o campo magnético ajuda um pouco, mas não muito, porque a dissolução das moléculas de água se dá principalmente pela radiação ultravioleta, que não é defletida pelo campo. No caso, a própria densidade atmosférica, a presença de ozônio e a gravidade são aliados maiores da água terrestre. 😉

      1. Salvador, mas e a questão do campo magnético desviar o vento solar sobre a atmosfera e evitar que ela seja “soprada” para fora? Não tem a ver com a perda de água diretamente, mas teria contribuído para tornar a atmosfera de marte rarefeita como é?

  4. Salva, boa tarde.

    Primeiramente, parabéns pelo texto.

    Agora uma pergunta um pouco fora do contexto, até porque não sei se vc escreve sobre este tipo de assunto, mas vc já postou algo sobre os mistérios do passado? Que envolvem a humanidade em tempos antigos.. pirâmides e outras controversas construções, por exemplo?

    Obrigado, e espero ler um dia alguma opinião sua sobre a área 51 também.

    Abraço, Fernando.

    1. Fernando, falo bastante sobre isso no meu livro “Extraterrestres”. Mas o resumo da ópera é: embora não seja impossível que a Terra tenha sido visitada no passado, não há evidência alguma de que grandes obras públicas humanas tenham tido envolvimento alienígena. Sobre a Área 51, é uma base militar secreta americana no deserto de Nevada. Existe mesmo. Se há lá alguma coisa que tenha a ver com ETs, não sabemos. Minha opinião pessoal é de que não, até porque não vi evidências contundentes em contrário. Abraço!

      1. Infelizmente ainda não li seu livro, mas logo mais o farei. Sobre as obras públicas antigas, achei interessante algumas coisas que li neste artigo:

        http://misteriosantigos.50webs.com

        Embora temos que ativar nosso senso crítico ao ler certas coisas, achei interessante alguns questionamentos que foram feitos pelo autor do texto, como, por exemplo, a dificuldade que seria manipular pedras de tão grandes proporções e colocá-las em perfeita simetria em uma construção naquele tempo e com precárias ferramentas à disposição, não seria lógico que fizessem isso tudo sozinhos, outra parte é sobre as crateras nos planetas, achei interessante algumas indagações que foram feitas.

        Se puder dê uma lida, tem coisas que acho que são fantasiosas, mas outras são interessantes.

        1. Subestimamos a capacidade dos povos antigos, que na real eram tão inteligentes quanto a gente.

          1. Não subestimo a inteligência dos povos antigos, mas é inegável que eles tinham bem menos recursos e tecnologias disponíveis para feitos tão grandiosos e complexos. Sem contar na dificuldade de manipulação – leia-se, cortes de pedras enormes de forma perfeita, instalação em grandes altitudes – e transporte dos materiais utilizados, sem falar nos próprios monumentos que resistem até os dias atuais.

          2. Curiosamente, ninguém acha que alienígenas ajudaram a construir o Partenon ou o Coliseu… Etnocentrismo?

  5. Deveriam
    filmar o planeta, assim descobririam se há habitantes. Eles pousam em lugares remotos, desta forma nunca saberão se existe algo semelhante a terra.

    1. Já fazem isso, amigo. Há vários satélites fotografando, filmando e mapeando o planeta todo, é com esses dados que eles escolhem os locais mais propícios de descida.

    1. O próprio jipe. Mosaico de fotos obtidas com o braço robótico, com posterior manipulação para juntar as imagens e apagar traços do braço.

  6. Salvador, outro dia vi um vídeo no youtube, onde afirmava que a grande corrida espacial na época da guerra fria, foi pq Russos e Americanos descobriram construções na lua, e após as expedições, essas foram destruídas. Sei que pode ser mais uma das milhares de teorias conspiratórias, mas será que não pode ser o grande segredo que a Russia quer falar ao mundo?

  7. Penso eu, que as Nações desenvolvidas já tem a certeza de que há vida em outros Planetas, inclusive com contatos com criaturas habitantes por lá, e que essas notícias que volta e meia vem sendo divulgadas, nada mais é, do que a preparação de nós terráqueos para a divulgação oficial de tal descoberta. É claro que isso mudaria muita coisa em nós humanos em todos os sentidos. Religioso, Político, Científico, etc,… e o nosso Planeta poderia entrar em um colapso total de desentendimento.

    1. Hummm…Não, esse tipo de segredo jamais se manteria, a não ser se fosse um fato muito isolado.

      Toda essa onda de alienígenas entre nós agora ou no passado é só crença similar às fantasias religiosas. É vontade de explicar as coisas de algum modo, mesmo que inventado.

  8. Acredito que seja possível que Marte já pode ter sido o lar de uma civilização avançada há muito tempo atrás e o que estamos tentando encontrar por lá hoje seja a sobra, da sobra, da sobra dessa civilização. Grandes catástrofes acontecem neste sistema solar de tempos em tempos e podem culminar na eliminação repentina de qualquer forma de vida. Seria possível que o cinturão de asteróides, vizinho à Marte, tenha sido formado por restos de um possível planeta que orbitava aquela região e que explodiu ou sofreu algum grande choque e afetou diretamente Marte e seus possíveis habitantes? Será que essa idéia é muito viagem, Salvador? Valeu! Abraço

    1. Fábio, a maioria dos dinamicistas não acredita que houve algum planeta no cinturão de asteroides, nem há evidência desse episódio cataclísmico. Ao contrário, a corrente mais forte sugere que o cinturão não conseguiu se consolidar num planeta, provavelmente por interação com Júpiter. Mas explorar os detalhes da história pregressa do Sistema Solar é um enorme desafio. Aprendemos com os exoplanetas que sistemas planetários são dinâmicos e variados, o que nos faz perguntar o que exatamente aconteceu por aqui nos últimos 4,6 bilhões de anos.

      1. Valeu pela resposta, Salvador. A tempo, mesmo como ufólogo entusiasmado, acredito ser importantíssimo descobrirmos vida fora do planeta, mesmo que microscópica. Escrevi um livro que ajuda um pouco as pessoas a entender a ufologia com mais exatidão. O NOSSO LUGAR NO UNIVERSO, editora Scortecci, 1º edição 2014. Abraço

  9. Olá Salvador nogueira. Poderia a nossa Terra também estar perdendo água do mesmo modo que aconteceu com Marte? Obrigado e ummabraço

    1. Aqui o fenômeno é muito mais fraco, pois a Terra tem gravidade maior e proteção parcial contra raios ultravioleta do Sol.

  10. Parece um imenso deserto Rochoso. Sobretudo, nessa rocha perfurada aparece uma textura que parecem ter sido formadas por gotas. Muito interessante esta foto. Que ainda, parece barro que já foi molhado e está seco.

  11. Colaborando:
    a palavra JEEP, foi criada pelos técnicos de uma grande montadora de veículos americana. Na época eles desenvolviam um veículo para “GENERAL PROPOSE” e, internamente passaram denominá-lo pelas letras GP. Estas, lidas a maneira americana, deu o nome JEEP.

  12. Bem legal de ler o texto. Divertido sem deixar de ser técnico e didático. Parabéns, Salvador. Mas, voltando ao assunto, depois que ouvi (youtube) as declarações do primeiro ministro russo Dmitri Medvedev, do ex ministro da defesa do Canadá Paul Hellyer, do ex autronauta Edgar Michell, do físico Michio Kaku e principalmente da ex executiva do banco mundial Karen Hudes , falando sobre alienígenas e OVNIs , não precisa nem procurar por vida em outros mundos, pois, eles já nos encontraram e estão por aqui…

    1. O problema é que, mesmo supondo que isso seja verdade, o que sabemos sobre eles. De onde vieram? O que fazem aqui? O que muitos entusiastas da ufologia não percebem é que, mesmo que tudo seja verdade, nada aprendemos. Ainda prefiro a rota da ciência, ainda que para alguns talvez seja frustrante descobrir simples bactérias marcianas. Eu acho que mais vale um bactéria marciana na mão que dois “causos” de óvnis voando… rs

      1. Mas vcs devem se perguntar se eles acharem algum ser vivo vcs pensam q eles mostrariam/divulgariam?
        Pistas e indícios eles mostram, mas um contato com uma vida inteligente eles jamais mostrariam!(aliás nunca mostraram, pois não há como negar a existência, pode procurar 5 min. no youtube e revelações de gente do alto escalão de governos e exército de vários países serão encontradas)

        1. Penso que mostrariam. Eles poderiam fazer todas essas missões secretamente, mas preferem fazer diante de todos. Por que será? Pra esconder? Pra alimentar teorias da conspiração?

        2. Eles estão em Marte, em asteróides e cometas justamente procurando as origens da vida.

          A melhor forma de esconder algo é não procurar, pois quem procura acaba achando.

      2. Oi denovo Salvador. Confesso, sou um dos milhões de ufólogos entusiasmados que existem por aí. Acho perfeitamente possível que uma inteligência superior já tenha nos detectado, ou até mesmo nos criou e é tomada por deus. Essa mesma inteligência não necessariamente é boazinha e nos mantém numa caixinha de ilusão para que continuemos a seu serviço, bloqueando verdades que vamos descobrir, de um modo ou de outro. Pode ser que essa ideia seja a mais pura bobagem, mas é nela que acredito. Obrigado pelo seu importantíssimo trabalho, Salvador. Abraço

        1. Fábio, acho que a hipótese de visitação não é absurda e deve ser respeitada. O que questiono é a possibilidade de aprendermos alguma coisa com ela. Abraço!

  13. Salvador…Muito boa a matéria… E sua explicação não poderia ser melhor…Mas, mas diga uma coisa (voce que é homem prá casar e sabe de tudo)…Haveria a possibilidade da água da terra ter tido sua origem em Marte? E outra ainda…..A água da terra (que AINDA está aqui) e a de Marte (que se escafedeu), poderiam ter a mesma origem?

    1. Seth, tudo leva a crer que todos os planetas internos (Mercúrio, Vênus, Terra e Marte) começaram com grandes quantidades de água trazidas por uma mesma fonte — condritos carbonáceos, um tipo específico de asteroide — durante sua formação. Desde então, três planetas secaram e apenas um permaneceu molhado. E aqui estamos nós. 😉

  14. Embora profecias não sejam o meu forte, vou fazer uma modesta previsão aqui no blog! Afirmo que, em breve, esse suspense midiático sobre a existência de gás metano em Marte será substituído por uma explicação, bastante simples, de natureza geológica. Mais uma vez, o grande público foi enganado.

    1. Profecias não são o seu forte? Todo o seu discurso sobre ciência é baseado num livro cheio de profecias! GONG!

        1. É meio como dizer que um papagaio não sabe falar porque só repete o que outros dizem. GONG! 🙂

          1. Não! É “meio” como reconhecer a grande sapiência de gente que estabeleceu as bases de nossa Civilização Ocidental, beber na fonte de grandes Pensadores. Muito melhor do que acreditar em biltres midiáticos que afirmam que somos “máquinas de ordem bioquímica”…

          2. Não quero ser chato, mas o berço da civilização ocidental é a Grécia, resgatada durante o Renascimento pelos europeus ocidentais. A nossa democracia, por exemplo, tem claras raízes gregas, e a Bíblia passou longe de defender os valores democráticos, que hoje são a base da civilização ocidental. GONG!

          3. Recomendo que reveja os seus conceitos. A Grécia NUNCA foi uma democracia. A escravidão era amplamente aceita na sociedade grega. A sabedoria grega era restrita a um número muito pequeno de indivíduos. Sómente após os Teólogos fundarem as primeiras Universidades, o conceito de Democracia se solidificou.

          4. Apolinário, a Bíblia também nunca fez qualquer oposição à escravidão. Você confunde democracia (o governo pelos cidadãos) do que a própria definição de quem era cidadão e quem não era. Note que os Estados Unidos foram fundados como uma democracia, mas também tinham escravidão. Você está fazendo uma confusão de conceitos. Talvez seja pelo excesso de GONG! 🙂

          5. Tenho mais o que fazer. Uma sugestão de pesquisa sobre a Democracia: Tomás de Aquino.

            “Deus é exaltado em seu poder.
            Quem é mestre como ele?”

            (Jó 36:22)

          6. Tomás de Aquino é muito posterior à democracia ateniense. E o fato de ele discutir muito Aristóteles faz crer que ele foi bastante influenciado pelos gregos, como, aliás, toda a teologia cristã. O próprio evangelho foi escrito não em aramaico, a língua presumidamente falada por Jesus, mas em grego. 😉

          7. Discussão inútil e besta! Tem gente morrendo por todo mundo de fome, sede e miséria… ao invés de estudar o nosso planeta e educar o parasita “humano” gastam bilhões para mandar um “jipe”, ou qualquer outra geringonça pra marte pra ver o que aconteceu lá? E possivelmente constatar que o parasita humano já destruiu aquilo lá a bilhões de anos também… Inútil… meu comentário também é inútil! putz que que estou fazendo aqui?!! #caindofora

          8. Apolinário deveria fazer um blog para comentar as notícias científicas com versículos bíblicos, seria uma ótima contribuição a nós kkk

          9. Acho que ele não devia se limitar à ciência. O blog poderia provar que tudo de bom e útil já inventado foi inventado pelos sábios cristãos.

          10. Informe melhor os seus leitores. Os textos do Antigo Testamento foram escritos em aramaico (antiga língua usada em partes do Oriente Médio) e em hebraico (idioma ainda hoje usado em Israel). Os textos do Novo testamento foram feitos em grego, em copta (idioma que vem do egípicio antigo) e também em aramaico.

          11. Referi-me ao Evangelho, os quatro canônicos. Eles parecem ter sido escritos originalmente em grego (as primeiras versões conhecidas são em grego e não há sinais de que sejam traduções). Mesmo que tenha havido versões originais em aramaico, o fato de que só sobreviveram cópias em grego já revela muito sobre a influência preponderantemente grega na formação da civilização ocidental. GONG!

          12. Até que seria uma boa idéia fazer um blog só meu. Mostrar a todos quem foram os verdadeiros responsáveis pelo surgimento da Ciência Medieval que renovou o interesse pela investigação da Natureza, o empirismo, a Lógica, a Dialética e o surgimento das primeiras Universidades que produziram os grandes Sábios que moldaram o nosso mundo. Sim, vou pensar no assunto! Já tenho até um nome em mente: “Mensageiro Cristão”…

      1. Quando li chega me espantei kkkkk
        Ai li novamente e vi que não era nada do que eu tinha pensado 🙁

      2. Até que enfim alguém que teve a mesma idéia que eu quando li o título da matéria, de que um dia havia existido um Jeep em Marte! huhauahuahau.

    2. Apolinário, pode ser, sim, que se encontre razões puramente geológicas para o metano detectado em Marte.

      A diferença entre nós é que aceitaremos as provas obtidas, enquanto que você só aceita o que lê num livro que não passa de um ajuntado de lendas antigas e historinhas para servirem de exemplo e ameaça a quem acreditar nelas.

      Por exemplo, a história de Adão e Eva expulsos do paraíso não passa de uma parábola sobre a puberdade humana, sendo o “paraíso” a infância protegida pelos adultos e sua expulsão pela descoberta do sexo como a entrada na vida adulta, em que o jovem passa a ter que batalhar pela vida. Pegaram essa parábola e a adotaram como verdade absoluta…

    1. Não existe essa possibilidade, pois isso não explicaria a ausência, depois a presença, depois a ausência de metano…

    2. Além disso, o jipe foi esterilizado na Terra e na sua viagem de muitos meses sujeita à radiação espacial sem proteção alguma.

  15. Pergunta: Será que algum dia, pelo mesmo processo marciano, o planeta terra, ver-se-ia privado de água?

    1. Ernesto, isso provavelmente vai acontecer em 1,1 bilhão de anos, quando o aumento do brilho do Sol fará o planeta esquentar. A água dos oceanos vai evaporar toda e aí provavelmente começará a se perder por fotólise (interação com raios ultravioleta).

        1. Morreremos de calor muito antes… não se preocupe.

          O lado bom disso é que temos 1 bilhão de anos para semear outros planetas e sistemas estelares com a vida terrestre. Em algum lugar ela dará frutos.

    1. Essa foto é do sol 270, menos de um ano desde o início da missão. As rodas do jipe estão bem surradas a essa altura, mas ainda transitam bem.

  16. Em marte c/maior proporção de deutério e hidrogênio fez com que esse planeta perde-se água desde sua formação do sistema solar ou seja nada mais que 4,6 bilhões de anos atrás, já em nosso planeta a ação dos
    terráqueos,desmatando,assoreando,poluindo nascentes,rios, e oceanos, põe em risco a vida da fauna,flora e de toda população, assim sendo só temos um caminho para sobrevivência, cuidar,proteger,recuperar áreas degradadas e fazer uso racional desses bens que podem a qualquer momento ser
    FINITO.

  17. Refletindo sobre tudo isso, chego à seguinte conclusão: Nós não precisamos mais do petróleo. Nossos carros podem ser movidos a qualquer coisa, agua, vento… A AIDS ou HIV já existe cura, mas devido à ganância humana, não vai ser revelada nem tão cedo. Afinal, gira em torno de um Trilhão de dólares as pesquisas, os remédios, os cocktails usados por todos os países. E as doações? Bill Gates então doa uma fortuna todos os anos e o Bono, outros milhões. Esses caras decapitando jornalistas na Internet são da CIA a serviço da indústria bélica americana. Tanto é que o OBAMA ganhador do prêmio Nobel da paz, entrou na guerra ao terror, eles conseguiram. Então vendo toda essa tecnologia pra descobrir vida em Marte eu louvo a inteligência humana. Embora o objetivo final é derrubar a maior indústria de todas: A religião com sua crença na existência de um criador, Deus.

      1. Como não? A mais de 50 anos existe o carro elétrico, mas por interesses comerciais nunca foram incentivadas. A guerra do Golfo foi em cima de uma mentiras, as tais armas químicas que nunca foram encontradas. E todos os livros e produções cinematográficas falam que a descoberta de vida fora da terra, mudaria o conceito que hoje temos sobre Deus. E que a religião é a grande Babilônia mundial, basta ler a bíblia. Pois, com suas festividades religiosas e a exploração dos fieis é sem dúvida alguma o maior comércio do mundo. Quanto a crê em Deus, eu creio, mas não consigo imaginar um homem que morreu pobre, se quer tinha um lugar pra dormir e abominava os ricos, fazer hoje em dia, em seu nome alguém ficar rico? E quando falei que não precisaríamos mais do petróleo, foi no sentido de que o homem que tem a capacidade de colocar uma máquina em Marte e se comunicar com ela, recebendo fotos e tudo mais, podem fazer qualquer coisa.

        1. Bravo, bravíssimo.. falou tudo o seu raciocínio e sua sabedoria me leva a crê que se os homens quiserem a nossa terra terá salvação.

        2. Já imaginou a quantidade de energia elétrica necessária para mover 7 milhões de carros em Sampa? Nós já temos escassez de energia, imagine com os carros elétricos!

          Mas não pense que não sou favorável a eles, sou fã dos carros elétricos e gostaria que nossa frota fosse totalmente elétrica, mas o custo seria enorme! São Paulo não generalizou o uso de ônibus elétricos por causa do custo do “combustível”, sendo a eletricidade muito mais cara que o diesel, gasolina etc.

          1. Espero que o Fernando tenha alcançado o entendimento e evite escrever antes de consolidar alguns dados.

      1. Pois é, as religiões vendem a fé e não entregam nada, para mim, estelionato puro e ainda recebem fábulas dos fieis, coitados, que acreditam em um monte de baboseiras, nada comprovadas e além disso essa grana toda que entra nas “igrejas” não paga impostos. Pelo que sei a ciência nunca ligou deus a nada, nem na criação, nem na evolução da Terra, não está na hora de desmascarar e combater esse monte de mentiras religiosas ?

        1. Exato, mais fazer o que? sempre vai existir idiotas para alimentar o ego e o bolso desses falsos profetas.

        2. A Ciência já percebeu há muito que a hipótese “Deus” é desnecessária para explicar o mundo e o universo…

          Mas conheço gente que paga 10% do ganho bruto, por mês, à igrejinha. Não sei, realmente, se é por tolice ou por “esperteza”, para subornar Deus e, assim, comprar um lotezinho no céu e por achar que ganhará mais no futuro.

          1. Eu não iria tão longe, Radoico. A ciência não pode abraçar a hipótese Deus porque é metafísica. Não é passível de teste. Ironicamente, a ciência só conseguiu elaborar hipóteses igualmente metafísicas para explicar o Universo, como a noção igualmente intestável de multiverso. O que podemos dizer é que a ciência não precisa da intervenção direta de Deus para explicar a evolução do Universo. A origem, contudo, segue nebulosa, e cada um pode escolher a hipótese metafísica que achar mais simpática.

          2. A origem segue nebulosa, Salvador, mas não é por isso que vou adotar uma fantasia de um “Deus” também sem origem explicável…

          3. Claro, você pode se sentir insatisfeito com a hipótese metafísica de Deus. Ou pode se insatisfazer com a hipótese metafísica do multiverso. Ou pode se insatisfazer com ambas e tentar achar uma outra resposta, uma que seja melhor que essas e talvez passível de teste. Mas, por ora, é só uma questão de qual fé você professa.

          4. Como sempre, Salvador, seu raciocínio é correto, especialmente levando-se em conta aqueles que precisam achar respostas mesmo que elas ainda não existam.

            No meu modo de ver o Big Bang, ele aconteceu, está comprovado, mas não temos ainda, ou jamais teremos, condições de saber o que o causou e o que existia antes, se existia alguma coisa. O que sei é que o Universo existe e tem as propriedades que permitiram o surgimento da vida e sua evolução.

            Essa situação me satisfaz, enquanto não houver outra. 🙂

        3. Nesse momento tem mais um pensando em fazer mais do mesmo:
          Apolinário e seu futuro blog “Mensageiro Cristão” irá passar a sacolinha para angariar recursos para curar as feridas da autoflagelação.

    1. Fernando é verdade mesmo tudo isso é pra tirar a verdade do mundo que se encontra na Bíblia pra preencher com fábulas e enganar multidões!

    1. Rumo ao Infinito (2005)
      Conexão Wright-Santos-Dumont (2006)
      Almanaque Jornada nas Estrelas (2009)
      1910: O Primeiro Voo do Brasil (2010)
      Explorando o Ensino, Vol. 11: Astronomia (MEC) (2010)
      Explorando o Ensino, Vol. 12: Astronáutica (MEC) (2010)
      Mitologia (2012)
      Extraterrestres (2014)

      1. Salvador, ótimo texto! Aproveitando a pergunta, o seu livro “Extraterrestres” não sairá em versão impressa ?

        1. O livro está publicado em versão impressa — muito bonita, por sinal. Procure nas bancas de jornal! 🙂

        2. Foi ao contrário… O livro saiu primeiro em papel, mas de tanto a gente encher a paciência do Salvador aqui e ele encher a paciência dos editores lá, resolveram publicar como ebook. 🙂

  18. Fazia muito tempo que eu não lia um texto que mesclasse tão bem informações técnicas e linguagem coloquial. Parabéns!!!

  19. Jipe? A gente mal mandou homens pra marte e la ja tem carro off-road?

    O termo correto é rover, jipe ta muito longe disso.

    1. Jipe é termo brasileirissimo que tambem significa rover, e voce deve ser mais um nerd, digo merda que tanta incluir no nosso vocabulario termos estrangeiros

  20. Vou fazer uma pergunta surpreendente, Salvador.
    Quem tirou a foto do robô? KKKKKKK

    Brincadeirinha. 🙂

  21. Não podemos duvidar que exista vida em Marte, pois Deus não criaria tantos mundos sem nenhuma finalidade.
    Só que, nos, habitantes do planeta terra, com toda certeza ainda não “temos permissão” para descobrir vidas em outros planetas, mas chegará um dia que tudo será esclarecido.

    1. Muito provavelmente alguns seres humanos já tem provas da existência de vida alienígena, mas ainda não temos a permissão dos grandes lideres, pois veríamos que o universo não gira em torno do nosso umbigo e que iriamos ver que nossa inteligencia não é tão grande assim.

  22. Entendo que o universo foi formado para ser o que é; achar água ou sinais de vida em qualquer outro local, fora do planeta Terra, pouco ou nada significará para os humanoides aqui exilados, temporariamente.

  23. Descoberta intrigante essa do metano. Que processo será esse que produz periodicamente o gás e depois volta a cessar? Penso que se fosse de origem biológica deveria se apresentar de forma contínua… será que não poderiam mandar um robozinho desse para “xeretar’ dentro de uma caverna marciana? Aposto que encontrariam algo mais interessante do que pesquisar na superfície causticada pela radiação.

  24. Existe alguma chance, por mais improvável que seja, de que Marte habite alguma forma de vida complexa, como as formadas por células nucleares (eucarióticas), ou essa possibilidade já está totalmente descartada?

  25. Quem tirou essa foto ou como foi tirada? pensei que a maquina fotografica estivesse presa ao robo??!!

  26. Referente a foto do jipe. Mosaico, manipulação digital a tá já tô acreditando. É a mesma coisa o PT dizer que esta “governando” e o sub-povinho adestrado por ele também acreditar.

  27. Mais um texto magnífico do Mensageiro Salvador. Gostei da promoção de R$9,90 do e-book mas depois fiquei triste porque não posso lê-lo no meu Kindle. Pelo menos ainda não descobri como, mas vou chegar lá…

  28. A mesma inteligencia que o homem utiliza para criar, ele também a utiliza para destruir. O meu temor é que depois de aniquilar o nosso lindo planeta terra, a raça humana migra para destruir o planeta marte também!!!!

    1. Ha ha ha, não percebe que o homem ja destrui marte, e fugiu pra terra, só que n´pos esquecemos disso. Eagora iremos detruir nossa terra, e quando descobrirmos tudo que fizemos em martte será tarde demais.

  29. Excelente texto, ótima didática, e achei surreal essa sua atenção com os comentários!
    Vou acompanhar seu blog!

  30. Salvador, porque você não cria um vlog?
    Da para vc se alongar e aprofundar mais nos assunto, e tenho certeza que assunto é o que não falta.
    Fico na torcida.

    1. Flavio, tenho experimentado com vídeo nas colunas na GloboNews, todo sábado, a partir das 22h, no Jornal das 10!

      1. Seu vlog na globonews fica disponível em vídeo na net depois de ter ido pro ar? Pra gente que não tem esses luxos de tv a cabo ver rs

      2. Sim, assisti alguns.
        Mas me refiro a um canal seu no Youtube por exemplo, onde vc pode falar mais e por mais tempo, fazer entrevistas, mostrar mais imagens, assim como a que acabei de ver na tv folha, sobre a IA, só que de forma autonoma.
        Dá para fazer muita coisa legal.
        Nós curiosos e leigos adoraria-mos um espaço desse.

        1. Flávio, o problema é tempo e qualidade. Há tempos penso nisso, mas não queria fazer uma coisa meio tosca. Pra isso, preciso de tempo e investimento — duas coisas que me faltam por esses dias. Mas chegamos lá. Guentaí. 🙂

          1. Salvador, vídeo exige mais tempo de quem assiste do que um texto escrito, que é até mais compreensível, pode ser relido com facilidade…. Prefiro mil vezes seu blog escrito do que vídeos na internet, a não ser se for para ilustrar (mostrar com imagens) algum fenômeno ou experiência.

            Um vblog só de falatório é chato.

          2. Também acho leitura mais eficiente. Mas tem gente que prefere vídeo, e é inegável que tem um apelo visual. Mas precisa ser bem feito. Ando muito feliz com o resultado das colunas da GloboNews, mas sei bem o trabalho que dá pra fazer 4 minutos redondos de vídeo…

    1. A FORMULA DA COCA COLA QUALQUER QUIMICO CONHECE, SÓ NAO PODE PUBLICAR PORQUE É PROCESSADO : XAROPE DE MILHO, AÇUCAR, SAL, EXTRATO DE FOLHA DE COCA, ACIDO FOSFORICO E MEIA DUZIA DE VENENOS QUIMICOS PRA FRITAR SUA LINGUA, DESTRUIR SEUS RINS, FIGADO E TE DAR UMA ULCERA NO ESTOMAGO …

  31. Imagine se esse planeta tivesse uma bioesfera rica! Que desgraça seria para eles serem encontrados pelos destruidores de mundos 😉

    1. Desculpe a ignorancia, mas essas imagens (as do jipe em solo) são fotos reais ou “meramente ilustrativas”. Caso sejam reais, é fantastico saber que se trata de outro planeta, um mais descuidado acharia facilmente que se trata um “deserto qualquer” por ai…

Comments are closed.